1. Spirit Fanfics >
  2. Eu Irei Te Mudar (Daichi Sawamura x Leitora) >
  3. Tentando mudar

História Eu Irei Te Mudar (Daichi Sawamura x Leitora) - Capítulo 2


Escrita por: ViihOtsutsuki

Capítulo 2 - Tentando mudar


Fanfic / Fanfiction Eu Irei Te Mudar (Daichi Sawamura x Leitora) - Capítulo 2 - Tentando mudar

Coloquei meu fone com a música Monster tocando, disse ao Tanaka-san que não era pra me chamar durante a partida por que eu não irei escutar, me preparei para montar um plano com meu time

Sn: o plano é simples, vamos fazer tudo normalmente, mas, quando forem cortar eu irei jogar praticamente na mão de vocês então é só ver onde está desprotegido e cortar não hesitem, comigo levantando não iremos errar

Me afastei e fiquei olhando elas enquanto pensava em alguma estratégia para quando ela forem cortar, se eu bloquear, tem chances da bola cair no campo delas, mas se acontecer o oposto, tenho que contar com minha equipe para pegar a bola, suspirei fundo e peguei a bola para sacar, decidi apelar e usar um saque viagem que aprendi tempo atrás, levantei e bati na bola fazendo ela ir se mexendo no percurso todo, a bola que antes ia cair na capitã, caiu ao lado dela no chão

Misaki: ótimo ace

Sn: arigatô

Quebra de tempo

Demorou alguns minutos mas meu time venceu com 5 pontos a mais, não erramos na hora de cortar, mas erramos em receber, a recepção delas são mais ou menos, precisam melhorar, tirei meu fone colocando no pescoço e olhei para capitã, vi ela falando com o Daichi enquanto eu ficava sentada mexendo no meu celular avisando para o Ukai-Sensei que eu tive um imprevisto, mas que eu iria chegar, guardei meu celular e fui andando até chegar na capitã

Sn: ótimo jogo capitã, você joga bem

Michimiya: já tenho uma resposta.....bem vindo ao club de vôlei de karasuno

Sn: não irei decepcionar vocês, iremos vencer as competições

Me curvo fechando os olhos e depois me levantei, lembrei do horário e que eu já estava atrasada para o jogo

Sn: gomenasai, eu terei que ir, tenho um jogo e estou atrasada

Daichi: ah, aqui está, seu moletom do club

Ele me entrega um moletom preto lindo, aceitei me curvando novamente em seguida colocando ele, ele é grande, curti muito, está do jeito que eu gosto, me curvei para eles agradecendo

Sn: arigatô, ficou ótimo

Sugawara: parabéns Kagami-chan, bem vinda ao club

Michimiya: amanhã haverá treinamento, não se atrase tá?

Sn: não precisa se preocupar, eu irei chegar antes do horário combinado

Saí correndo para o lado de fora do ginásio indo para a rua da casa do Ukai, chegando lá todos já estavam jogando, cocei a nuca por ter chegado atrasada para o jogo, Ukai me dá um cascudo na cabeça me fazendo ficar com a cabeça doendo

Ukai: você está atrasada!

Sn: o-o importante é que eu cheguei, vamos jogar!

Quebra de tempo, dia seguinte

Acordei com meu cachorro me lambendo, soltei uma risada pela cócegas que ele fazia, afastei ele fazendo carinho em seus pelos dourados, ele é um Golden retriver, em seu pelo perto da para traseira havia alguns pelos que se parecem um relâmpago, por isso seu nome é bolt, eu adotei ele por que ele estava na rua quando ainda era um filhotinho, e hoje, ele é meu parceiro

Sn: bom dia pra você também Bolt

Bolt pula em cima de mim lambendo, ele sempre faz isso, ele gosta muito de me lamber, toda vez que eu acordo ele está me lambendo, coloquei comida juntamente com água em sua tigela, tomei banho e escovei meus dentes, em seguida vesti o uniforme e depois desci as escadas para preparar onigiri para eu comer, eu ia dar bom dia, mas esqueci que eu moro sozinha, eu não me abalei, desci e fiz onigiri e consumi em seguida, peguei minha bolsa e meu fone, me despedi do Bolt e fui para o colégio, aproveitei para levar uma bola de vôlei pra depois treinar, cheguei na escola indo direto para minha sala encontrando dois alunos novos, um de cabelo laranja e o outro de cabelo preto, cheguei 1 minuto atrasada por causa que eu fiquei parada vendo o colégio, sim, eu me perco fácil

Sn: desculpe o atraso

Professora: sem problemas, você poderia mostrar para eles a escola?

Sn: claro, vou apenas guardar minha bolsa

Guardei minha bolsa na carteira e depois levei eles para fora da sala, olhei pra eles com as mãos no bolso e inclinei meu corpo para encarar eles os deixando corados com a minha aproximação, analisei os rostos deles e então, percebi quem é o moreno

Sn: Tobio Kageyama, o rei da quadra

Kageyama: não me chame assim!

Sn: foi o que eu pensei, você é arrogante, não vamos nos dar bem......você, você é o garoto que jogou contra ele né?

Hinata: sou Hinata Shouyou

Sn: prazer, sou Sn Kagami, você é bem gentil, mesmo eu não sendo gentil com ninguém, sou educada, vamos nos dar bem, apenas não teste minha paciência

Hinata: não irei Kagami-chan, vamos ser ótimos amigos

Sn: vamos

Virei meu corpo andando pela escola toda, parecia mais uma mansão, chegamos no ginásio de vôlei e vi os olhos deles ficarem brilhando, eu já sabia que eles amavam vôlei, mas tinha que falar com o Daichi sobre eles, olhei pra eles com cara de tédio e me pronunciei

Sn: esse é o ginásio de vôlei, quando a aula acabar eu trago vocês pra cá, agora vamos voltar

Peguei três bebidas, leite, iogurte e refrigerante, um pra cada um, abri meu iogurte e fui tomando no caminho, avisei pra eles que era para tomar antes de chegar na sala pra professora não ver, eu sei que é errado, mas eu sou fora da lei, eu sempre fumei, ontem eu não contei, mas eu fumei depois no intervalo, alguns minutos antes de terminar, chegando na sala joguei as embalagens no lixo com cuidado para ela não ver, como demoramos, a aula durou pouco, graças a deus, fiquei desenhando um um uniforme para o club de vôlei karasuno da equipe feminina, quando finalmente deu a hora do intervalo, sai da sala dando de cara com Michimiya

Michimiya: olá Kagami-chan -diz ela com um sorriso simpático, o sorriso que eu dava quando criança- posso fazer algumas perguntas sobre vôlei a você?

Sn: sim

Michimiya: qual sua classificação?

Sn: depende, eu levanto e ataco

Michimiya: que tipo de levantamento você faz?

Sn: não sei dizer, mas eu analiso o bloqueio, o que tiver mais chance de fazer ponto eu mando

Michimiya: você faz ataque combinado?

Sn: eu fazia, mas gostaria de tentar com sua equipe

Michimiya: hmmmmm, você é perfeita para o nosso club, hoje vamos treinar cortes okay?

Sn: okay, não irei me atrasar

Fechei meus olhos e fui para a parte de trás do colégio, me sentei em um banco que havia lá e tirei um cigarro para fumar, acendi e fiquei lá observando alguns corvos nas árvores, sinto uma presença atrás de mim, e quando me virei, vi Daichi Sugawara e Tanaka, eles me olham assustados e jogam o cigarro fora, olhei pra eles friamente e peguei outro cigarro, mas dessa vez, Daichi me impede segurando minha mão

Daichi: sabe que não pode fumar aqui

Sn: tenho alguns problemas de autoestima, fumar já faz parte da minha vida, agora poderia por favor me soltar

Daichi suspira fundo e olha para os meninos que estavam um pouco assustados

Daichi: meninos, me deixem a sós com ela

Tanaka e Suga: hai

Tanaka e Suga saem cochichando algo enquanto Daichi se sentava ao meu lado pegando o cigarro da minha mão, me ajeitei no banco e olhei para o céu vendo as nuvens passarem lentamente, o silêncio estava ótimo, mas Daichi o quebrou

Daichi: se não for incomodo, poderia me dizer quando surgiu essa baixa autoestima?

Sn: pergunte o que quiser, não tenho nada a esconder. Surgiu desde que eu comecei a morar sozinha

Daichi: e seus pais?

Sn: meus verdadeiros pais morreram logo quando eu nasci, fui adotada por um casal completamente sem sentimentos, minha vida toda foi somente seguir regras, se arrogante e fazer as pessoas se sentirem mal, conforme o tempo ia passando, eu ia me tornando mais fria, quando completei 9 anos, eles morreram por que eram caçados pela Ásia inteira, mas ao contrário deles, eu sou educada, mesmo sendo educada, eu não consigo parar de ser assim tão fria com todos, isso de vez em quando me incomoda, mas geralmente não me importo. Desculpa puxar essa história longa, mais alguma pergunta?

Daichi: você fuma desde quando?

Sn: desde 5 anos atrás

Daichi: ótimo, então você vai parar de fumar por cinco anos

Sn: como é?

Daichi: simples, vamos ver, se você passar esses cinco anos sem fumar, eu te pago iogurte por 5 meses

Sn: Sawamura-Senpai, por que se preocupa tanto?

Daichi: por que mesmo nos conhecendo a pouco tempo, sei que seremos ótimos amigos, e também, fumar faz mal pra sua saúde

Sn: meu pulmão é acostumado

Daichi: mas você pode morrer, não quero que morra, você tem muito que viver

Sn: tá tá tá, eu já vi que você tem resposta programadas. Aonde quer chegar com essa história de 5 anos sem fumar

Daichi: quero sua opinião, daqui a 5 anos, você vai me dizer se prefere ficar fumando ou não, assim, poderemos resolver essa situação

Sendo sincera, as pessoas que me vêem fumando sempre falam que eu sou uma pessoa ruim, o que é mentira, mas, Daichi é o primeiro a se preocupar tanto com minha saúde que nem eu mesmo me preocupo, olho pra ele, e vejo que eles está sorrindo com os olhos fechados, pensei bastante e cheguei a uma resposta

Sn: não sei se conseguirei passar 5 anos sem fumar.......mas eu irei fazer um esforço

Daichi: promete?

Sn: prometo

Daichi: sério?! Ótimo! Não vai se arrepender, você não vai parar assim de uma noite pro dia, mas tente evitar

Não sei por que estou fazendo isso, mas meus instintos nunca erram, algo me diz que se eu fizer o que ele manda, vai ser melhor pra mim, não que eu não queira, mas, ele parece ser uma pessoa que gosta de ver as pessoas bem, então eu irei confiar

Sn: tem razão, eu irei tentar evitar, e depois veremos os resultados

Ele fica em pé com uma mão na cintura enquanto a outra vai na minha cabeça bagunçando de leve, escuto ele soltar uma risada baixa me deixando corada, ele é a primeira pessoa que faz isso no meu cabelo

Daichi: saiba que o que eu estou fazendo é pro seu bem, nos vemos por aí Kagami-chan

Ele não me deixa falar nada apenas sai com as mãos no bolso enquanto existe um sorriso estampado em seu rosto, olhei para meu cigarro novamente, eu prometi pra ele que eu irei evitar, não furo promessa com ninguém, pesei no cigarro que ele havia pego, e voltei para minha sala com as mãos no bolso, aquele sorriso cativante veio na minha cabeça, ele parece ser tão gentil, mas não posso confiar assim tão facilmente.......nossa, falou a pessoa que acabou de fazer uma promessa pra ele ಠ_ಠ.

Entrei na minha sala vendo todos me olhar

Sn: o que foi gente?

Me sentei na minha carteira pregando atenção na aula enquanto na minha cabeça se passava várias coisas, o que eu poderia fazer na minha agenda, eu iria mudar o que? Poderia tirar a hora de fumar e colocar praticar piano, pode não parecer, mas eu gosto de tocar piano, é instrumento calmo

Kagami-chan

Eu costumava tocar quando completei alguns anos de vida, meus pais me ensinaram e tocar para eu me distrair em dias tensos

Kagami-chan

Mas depois que eles morreram, eu dei uma evitada em tocar, mas enquanto fui me recuperando, eu fui voltando a tocar

Hinata: Kagami-chan!

Sn: o que foi?

Hinata: posso ir no club de vôlei hoje?

Sn: irei falar com Sawamura-Senpai

Hinata: quem?

Sn: ele é o capitão do time, eu irei apresentar eles a você, no final da aula me encontre no ginásio, não entre lá até eu chegar

Hinata: okay

Me virei para o quadro novamente e comecei a copiar o que a professora escrevia no quarto, a matéria é português, eu sou ótima já que eu sou levemente brasileira

Assim que a aula chata acabou todos saíram correndo da sala enquanto eu fiquei, arrumei minhas coisas e peguei minha bolsa, fui andando pela escola enquanto escutava uma música qualquer, desci as escadas trombando com o Daichi

Sn: Sawamura-Senpai, ainda bem que encontrei você

Abaixe meu fone o colocando no pescoço

Sn: eu encontrei dois garotos que aparentemente jogam vôlei, queria saber se posso levar eles na quadra para vocês se conhecerem e verem se podem aceitar ele

Daichi: ah claro, eu só irei trocar de roupa e já vou indo, me encontre lá

Sn: hai!

Coloquei meu fone novamente e sem perder tempo, fui direto pro ginásio, chegando lá, os dois já estavam brigando, detesto briga desnecessária

Sn: se não pararem de brigar não irei deixar vocês entrarem

Kageyama: g-gomen

Hinata: gomenasai!

Sn: bom, vamos logo, Sawamura-Senpai já está chegando, entrem no ginásio e não toquem em nada!

Kageyama: como alguém baixinha como você pode mandar em mim?

Sn: o que eu tenho de baixa eu tenho de fúria, mais uma provocação e eu jogo uma bola de vôlei em sua cara para ficar a marca mesmo sabe?

Kageyama: sei.....fracote

Entramos no ginásio e eu fui logo pegando uma bola jogando no rosto dele ficando a marca vermelha, pela primeira vez em muitos anos eu soltei uma gargalhada ao ver ele com uma cara emburrada

Sn: HAHAHAHAHAAH fez uma tatuagem nova Kageyama-san? HAHAHAHAHA

Kageyama: sua...

Hinata: c-calma

Daichi entra com Sugawara e Tanaka, eles estavam conversando sobre eu ter falado para Daichi que havia dois garotos no club, peguei a bola rapidamente e coloquei no lugar, olhei pra eles nervosa e me curvei

Sn: olá Senpais, esses são os garotos que eu disse

Olhei para os dois que estavam ainda em pé e abaixei a cabeça deles com força para se curvar, logo depois eles perceberam que eram superior a nós e se curvaram direito

Suga: não precisa disso

Tanaka: olá

Daichi: olá, eu sou Daichi Sawamura

Suga: Koushi Sugawara

Tanaka: sou Ryuunosuke Tanaka

Kageyama: sou Tobio Kageyama

Hinata: sou Hinata Shouyou

Nos levantamos e encaramos os três que estavam olhando para o Kageyama

Daichi: o que houve com seu rosto?

Olho pra ele quase o ameaçando de morte vendo ele se tremer todinho

Kageyama: machuquei meu rosto em uma porta

Dei um sorrisinho de canto e fui para o lado do capitão que estava olhando para trás, logo o coordenador entra, percebi logo de cara que ele usava peruca (´⊙ω⊙`), segurei meu riso ao máximo assim como os outros que estavam presentes, Daichi era o único que conseguia disfarçar o riso, já o Tanaka eu não posso dizer o mesmo, ele estava quase gargalhando alto na frente dele, eu nunca sorri assim, eu sempre solto alguém sorrisos, mas eles sempre são falsos, mas agora esse sorriso é verdadeiro e sincero, após o coordenador ter sua peruca arrancada, ele saiu e ficou só nos seis lá, mas eu não evitei dar uma risadinha da reação do coordenador tendo sua peruca tirada

Sn: ai ai....coitado do coordenador

Tanaka: você também percebeu?

Sn: claro, quem não percebe?

Me afastei indo para o outro lado da quadra, descaradamente peguei um cigarro e liguei indo por na minha boca, mas Daichi pega minha mão me fazendo olhar para ele, ele estava com um rosto sério mas ainda mantinha um sorriso, ele pega o cigarro da minha mão pisando logo em seguida

Daichi: opa opa opa, lembra da nossa promessa? Não pode fumar, qual é, faça um esforço

Sn: tsc, tá bom, mas você sabe que eles estão olhando para nós 'tá 'ligado?

Daichi: an?

Sn: gomen, eu sempre confundo algumas línguas, eu quis perguntar se você tá entendendo, é uma gíria do Brasil

Daichi: oh! Você já foi pro Brasil?

Sn: passei alguns anos lá, aprendi muitas coisas

Daichi: como é lá?

Ele parecia empolgado, se sentou ao meu lado e me olhou curioso, suspirei e continuei contando sobre minhas experiências no Brasil

Sn: lá é bem diferente daqui, a língua deles, o português, é uma língua extremamente complicada, mas é só pegar o jeito

Daichi: poderia me falar algumas coisas?

Sn: sim, o que gostaria de saber?

Daichi: hmmmmm como são as escolas lá?

Sn: lá tem dois tipo, pública e particular, pública como o próprio nome diz, qualquer um pode estudar, e escola particular digamos que é pago para estudar lá, eu já vi alguns jogadores de vôlei de lá, eles são realmente muito bons

Daichi: será que algum dia poderemos ir lá?

Sn: sim, quando formos lá, eu pago a passagem pra todos, vai ser divertido

Digo dando um sorriso lembrando das minhas aventuras no Brasil, uma vez inventaram de me assaltar, não deu muito certo, meti uma bicuda nele que saiu correndo, sou acordada dos meus pensamentos pela fala do Daichi

Daichi: deveria sorrir mais vezes, seu sorriso é lindo

Sn: arigatô, eu não costumo rir com facilidade, essa é a a primeira vez em anos que eu dou um sorriso sincero, sinta-se honrado, quase ninguém ver meu sorriso

Daichi: eu já me sinto especial rsrsrs

Suga: oiê, vocês são bem próximos

Daichi: ah, ela estava me falando sobre o Brasil

Suga: incrível, desculpe atrapalhar, mas os dois estão brigando

Sn: eles vão dar trabalho, eu irei treinar, boa sorte cuidando deles capitão

Daichi: irei precisar

Sai do ginásio indo ao encontro da Michimiya, andei mais um pouco e finalmente havia chegado, vi todas da equipe me esperando

Michimiya: oiê! Está pronta para treinar?-diz ela com um sorriso simpático, esse sorriso é tão fofo-

Sn: sim, eu trouxe uma bola extra por jogo,vamos treinar o que hoje?

Michimiya: levantamento

Sn: certo

Michimiya: aqui está sua roupa, se troque e nos encontre na quadra feminina

Me virei e fui para o vestiário feminino para trocar de roupa, troque e me olhei no espelho vendo que minha blusa estava um pouco maior do que eu esperava, decidi então colocar pra dentro.

Voltei para o ginásio vendo a todas elas me esperando, olhei para michimiya e ela estava sorrindo pra mim, não entendi apenas me aproximei para o aquecimento.

Treinamos muito, os levantamentos que eu costumo fazer são pra frente, mas tenho que me acostumar a colocar pra trás, é difícil mas eu consigo aprender, quando o treino acabou, eu liguei por meu treinador Ukai Keishin, não deu 1 minuto e ele atendeu

Ukai: precisa de algo Kagami-chan?

Sn: sim, preciso de treinamento, poderia me ajuda a treinar levantamento pra trás?

Ukai: hm, isso é um pouco difícil, mas posso sim, me encontre em frente e lojinha, eu estarei aguardando

Sn: eu só irei na minha casa e já vou

Desligo a chamada guardando o celular no meu bolso, em seguida fui pra casa tomar banho e vestir uma roupa diferente, eu tenho uma camisa oficial do time karasuno, eu ganhei do pequeno gigante, tá autografado, sempre fui fã do colégio karasuno e agora eu tenho a oportunidade de estudar lá, vesti a camisa e depois uma calça comprida, peguei minha bolsa chamei o Bolt para me acompanhar, coloquei uma coleira peitoral nele e peguei meu skate, mas mãos ataca muito afim de nadar então fomos dar uma corridinha para ir até a casa dele, demos uma corrida leve até acasa dele e em seguida entrei na loja, me curvei e Bolt sentou olhando pra ele

Sn: Ukai-Sensei, espero não estar atrapalhando

Ukai: ah, não, eu já estou indo, faz tempo que eu não vejo o Bolt, ele tem quantos anos?

Sn: ele vai fazer 1 ano e 7 meses

Ukai: ele cresceu bastante, bom, vamos começar com uma corrida em volta da quadra onde iremos treinar, depois iremos fazer um aquecimento

Sn: tem problema o Bolt acompanhar o senhor?

Ukai: .......nossa, eu pareço tão velho assim?

Sn: n-não foi isso que eu quis dizer

Ukai: bom, pode sim, agora a corrida

Fui para o lado de fora começando a correr pela rua, enquanto Ukai vinha com Bolt, na minha frente me deparei com uma pessoa que eu detesto, analisei seus traços exatamente iguais aos meus e seu moletom branco com listras verde azulado do aoba johsai, seus cabelos (cor do cabelo) estavam voando conforme o vento batia e seus olhos (cor dos olhos) estavam me encarando de uma maneira que me deixa com raiva

???: A quanto tempo...... irmã

Era ela: Kyomi Kagami, minha irmã mais velha, e ali ficamos nos encarando por alguns minutos como se fossemos inimigas

























































E claramente, não estava errado

Continua.....


Notas Finais


Não revisado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...