História Eu me deixaria ir - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 1.536
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Nesse episodio Ani é os amigos vão há fazenda da avó de Ani que fica nas montanhas, em meio a florestas.

Capítulo 29 - A fazenda nas montanhas


Fanfic / Fanfiction Eu me deixaria ir - Capítulo 29 - A fazenda nas montanhas

             Sempre gostei da natureza, as flores, o vento que vem com um cheirinho de liberdade, algo que podemos ter em uma floresta não muito longe, em alguma mata com arvores lindas e um riacho fresco, ou até uma fazenda perto da floresta.

          Minha vó mora longe, das cidades ela diz que pra ser feliz ela decidiu sair das limitações e condições, que o ser humano coloca em qualquer coisa que encontra, as vezes eu achava que era um pouco demais, porém  agora poço entender.

           Essa semana eu iria novamente pra sua fazenda no meio da floresta montanhosa, eu sei parece perigoso mais foi lá que eu cresci e tenho certeza absoluta que não há o que temer, é o lugar que mais me deu felicidade depois de ter perdido meu ex namorado.

              Agora estou voltando e isso me faz tão bem, hoje eu estava tão animada que todo o caminho da escola eu fiquei vendo fotos antigas minhas, lá na fazenda e na floresta dentro estava tão radiante, quando cheguei na escola entrei em minha sala e me sentei no meu lugar feliz, todos os meus amigos estavam fazendo algo então de repente Rebeca disse:

        Rebeca:-Ani o que você acha de saímos sábado?

Ani:-Não poço agora essa semana vou pra fazenda da minha vó nas montanhas.

Rebeca:-Que legal diz que essas fazendas no meio da floresta são lindas.

Ani:-E é mesmo a da minha vó na minha opinião é mais linda.

Rebeca:-Ai que inveja queria ir.

Ani:-Você quer ir comigo?

Rebeca:-Serio?

Ani:-Sim

Rebeca:-Vai ser demais.

Ani:-Vai eu Henry e você agora!

Meus amigos ouvindo já começaram no assunto

Coll:-Eu também quero ir diz que deixa baixinha.

Ani:-Claro.

Coll:-HEEEEE!!!

Gabriel:-Eu quero ir!

Clara:-Será que tem lugar pra mais uma?

Sofia-Pra mais duas apontando pra clara.

Ani:-Nossa! Vamos ter que dar uma revisada! Eu ia de ônibus!

Coll:-Passeio de amigos adoro! Podemos ir com meu trailer!

Ani:-Você tem trailer?

Sofia:-Ele é rico ele tem tudo!  Haahahaha

Gabriel:-Que dia você vai?

Ani:-Depois da manhã Quarta feira e ia ficar até domingo que vem!

Sofia:-Ok vou arrumar minhas coisas quando chegar em casa.

Clara-Eu estou louca para ver a floresta por dentro!

Rebeca-Mais não é perigoso!

Ani:-É pra quem não conhece a floresta na verdade não é só ume sem varias com vales, rios enormes, riachos a minha vó comprou tudo.

Ani:-Mais eu cresci lá então conheço muito bem, não tem perigo só se forem sozinhos podem se perder!

Lara:-Não tem animais selvagens?

Ani:-Alguns mais nada perigoso, só se você tiver a má sorte de tombar com um urso!

Sofia:-Ursos? Lá tem isso?

Ani:-Tem mais é muito raro aparecer!

Rebeca:-Assim ficamos mais calmos!

            Passamos a aula inteira falando da viagem e eu estava tão animada, depois da aula comecei a separar as coisa pra levar, Henry também estava animado, ele ia conhecer a vó e passar um tempo com meus amigos que ele podia se enturmar.

                 Meu irmão era doce como o mel que as abelhas faziam em suas colmeias, ele se daria muito bem com os animais do campo o meu medo é que ele também pudesse se perder naquele lugar tão grande.

             Bom quando chegou o dia de todos irmos, estávamos na frente da casa do Coll esperando ele arrumar o trailer, o que por acaso me fazia lembrar de um grande vagão de trem, quando tudo ficou pronto entramos e fomos, como eu esperava Henry se deu bem com os outros ele estava tirando fotos com a Sofia e comendo salgadinho.

        O que minha mãe não recomendava pra ele, mais quem vai proibir agora? Eu não.

              Ficamos um tempão na estrada enquanto um motorista que o Coll contratou dirigia pra gente que chique, até que eu comecei ver as montanhas, e as arvores e me fez me lembrar de tanta coisa, eu comecei a sorrir desesperadamente, assim que passamos por uma parte da estrada fizemos um barulho ao passar por um buraco e os pássaros se assustaram e começaram a voar em meio aquela paisagem viva e linda, tivemos que entrar com o trailer em meio a floresta que se eu fosse de ônibus andaria por ali a pé que é como se fosse um vale só que bem maior.

            E  depois de todo aquele caminho já subindo e descendo morro após morro floresta após floresta chegamos na fazenda que ficava em um vale grande com uma cachoeira que eu adorava quando era criança.

             Todos estavam maravilhados com a beleza de tudo, a nossa volta meus olhos brilhavam quando desci do trailer, minha vó veio dizendo:

Vó-Aniii querida!

Logo em seguida Coll desceu e minha avó achou que ele era o Henry e disse:

Vó:-AH esse deve ser meu netinho Henry da um abraço na sua vovó.

E o abraçou tão apertado que ele nem pode conseguir falar direito, foi tão engraçado.

Vó:-Esta meio magrelo tem que comer mais!

Coll:-Mia eu não sou o Henry!

Logo Henry apareceu e disse:

Henry:-Sou eu!

Vó:-Assim você esta bem gordinho querido!

Vó:-Da um abraço aqui!

Eles se abraçaram e foi tão fofo.

Logo todos meu amigos desceram.

Ani:-Vó eu trousse alguns amigos!

Vó:-Ah não tem problema tem muitos quartos aqui!

Eu apresentei todos até o Gabriel como meu namorado.

Vó:-Já arrumou um namoradinho Ani!

Vó:-Seu pai deve estar possesso, até parece que não gosta de ver a filha bem depois de tudo que aconteceu!

Vó:-Bom fiquem a vontade aproveitem e caminhem um pouco por ai o rio parece  mais bonito hoje.

Ani:-Obrigado vó!

Vó:-De nada querida.

Então virei para meus amigos e disse:

Ani:-Então o que acharam?

Rebeca-É lindo como eu imaginei.

Clara-Estou louca para ver o rio.

Henry:-Eu TAMBÉM QUERO!

Coll:-Também quero ver o rio!

Gabriel:-Primeiro temos que.....

Sofia:-VER O RIOOOO!!!!

Lara:- Ani fica pertinho de mim pra mim não m perder!

Gabriel:-Ah não mesmo pede pra Sofia.

Lara:-Você é um estraga prazeres!

          Nós logo entramos, e escolhemos nossos quartos eu fiquei no meu antigo que agora tinha uma cama bem maior e espaçosa graças a deus por que aminha antiga cama era muito espremida contra a parede é essa agora é uma cama de casal.

          Fui para fora depois para sentir aquele ventinho bom do campo no rosto, depois que todos saíram, coremos até o rio e enquanto eu corria sentia o vento bom em meu rosto, as folhas caindo das arvores e os raios de sol escapando pelos espaços entre as folhas, quando chegamos no rio estava realmente lindo, com as aguas cristalinas, e a paisagem deixava tudo completo para uma linda foto de paisagem.

Coll se jogou no rio  de roupa e sapato foi tão engraçado, logo todo mundo pulou.

Sofia:-Ei Coll toma essa! Jogando agua na direção de Coll.

Coll:-Isso foi golpe baixo, na minha retaguarda! Hahaha

Rebeca:-Vocês vão se matar! Hahaha

Clara veio do nada e empurrou Rebeca para baixo da agua.

Rebeca:-Até você em? Vai me pagar! Tocando agua em clara.

Gabriel:-Ei Ani você não me escapa!

             Ele vinha em minha direção então besteira minha correr debaixo da agua não funciona, ele consegui me alcançar me alevantou na agua e me pós no seu colo, e pós  agua em mim.

Ani:-Você é cruel!

Gabriel:-A é?

Ele desceu a pálpebras dos olhos e ia me beijar quando Lara tocou  agua nele.

Lara:-OPS! Foi sem querer! Falando em ar de sarcasmo!          

Ani:-Hahahahahaha

Gabriel:-Agora você me paga!

Ele me largou, e cai na agua, sai debaixo da agua sacudi minha cabeça.

Henry:-EI Clara! Pensa rápido! Ele pulou perto dela na agua fazendo que um monte de agua voasse.

         Saímos da agua, e voltamos pra casa pós estava escurecendo, e quando chegamos, tinha um lugar que eu gostava de ir que ficava um pouco antes de entrar na fazenda, que era um lugar como se fosse um lugar de colher uma só que sem uma né, como se fosse um teto só que sem telhado sem nada só com madeiras formando.

      Tinha luzes como se fosse de natal penduradas só de uma ponta , como se fosse cordas cheias delas, ligadas no meio da noite minha vó devia ter colocado algo lindo pra afastar os ursos.

Sofia:-Isso é incrível é muito lindo!

Lara:-Coll me pega no colo?

Coll:-Pra que?

Lara:- Pra poder ver melhor quando entrar.

               Agente entrou e Gabriel me pegou no colo, me colocando por cima de sues ombros, eu toquei nas luzes que pareciam pedacinhos da lua, até que peguei uma para observar e Gabriel pós a cabeça pra cima eu olhei pra  ele e ri, segurei seu rosto e o beijei.

Lara parecia estar se divertindo vendo o Coll se matando tentando carrega-la.

Lara:-Você é muito magrelo!

 Coll:-Eu sou forte você que é pesada!

Sofia:-hahahaha

Rebeca-Isso é tão lindo!

Clara:-Tem razão!

Clara:-Henry pode me carregar eu pediria para o Coll mais provavelmente ele não vai conseguir me carregar e vai dizer que sou gorda.

Coll:-Ah então vai ser assim? Ele tem nove anos bem capaz que ele vai conseguir se quer te pegar no colo que dirá te carregar.

Ele consegui a pegar no colo e disse:

Henrry:-Eu acho  eu consigo.

Coll:-Isso não é justo.

Sofia:-Hhahahaha

                 Depois fomos pra casa, demos boa noite e fomos dormir, aquele dia havia sido muito divertido, meus amigos me fazem rir bastante amanha será um novo dia.

 

 


Notas Finais


Próximo capitulo muito breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...