História Eu me deixaria ir - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 935
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente não esqueçam que essa Fanfic está chegando ao fim e depois dessa cada Fic que eu fizer vou dar uma dica de musica para ouvir enquanto lê cada episodio um beijo e um abraço trevoso.

Capítulo 31 - A culpa não é das estrelas


Fanfic / Fanfiction Eu me deixaria ir - Capítulo 31 - A culpa não é das estrelas

            “Quando a do é muito grande o sofrimento é silencioso” já ouviu essa frase? Ela tem muito oque nós ensinar, acho que pelo fato de nós não percebemos as vezes, que algo está bem na nossa cara mais pela nossa ingenuidade, acabamos magoando outras pessoas.

                          Eu e Lara chegamos perto, eu pego uma rosa também, ela nós viu mais ficamos caladas em seu lado até que Lara  olha pra mim e faz sinal para que eu perguntasse, ela estava com fone de ouvido, então perguntei:

Ani:-Que musica está escutando?

Ela tira o fone e diz:

Rebeca:- Fake Love dos BTS!

Ani:-Essa musica é muito bonita!

Rebeca:-É mesmo! Fala com um olhar cabisbaixo.

Ani:-Por que você não esta feliz? Pode me contar tudo.

Rebeca:-Desculpe!

Ani:-Pelo que?

Rebeca:-Eu sinto, que toda vez que você pode se sentir feliz, você tem sempre um problema dos outros pra arrumar!

Ani:-Não é isso! Eu gosto de ajudar!

Rebeca:-Isso é admirável! Mais quando vai pensar em si mesma?

Rebeca:-Não estou feliz! Mais me sinto pior, por ter que envolver você nisso!

Lara:-Rebeca, você não esta envolvendo ninguém , ela está tentando te ajudar!

Ani:-O que houve?

Rebeca:-Ontem eu recebi uma ligação.......

Rebeca:-Meus pais se separaram........

Rebeca:-Não tenho com quem ficar nenhum dos dois me quer meu pai vai ficar com a clara, mais eu vou ficar sem ninguém.

Rebeca:-E eu........

Rebeca:-Não sei o que vou fazer.........

Ela começa chorar desesperadamente, e se apoia em mim.

Ani:-Vai ficar tudo bem vamos dar um jeito.

Saímos do labirinto, e ficamos esperando os outros do lado de forra, quando Gabriel saiu, ele estava, pe da vida.

Gabriel:-Poço saber por que as duas correram de mim?

Ani:- Precisávamos resolver uma coisa.

Gabriel:-Sei......

Coll:- Você não esta sendo muito ciumento.

Gabriel:-Isso não é ciúme!

Sofia:-Então nem sei o que é!

Henry:-Estou com fome!

Clara:-Já esta na hora do café vamos!

Quando voltávamos pra casa, eu ficava pensando o que seria da Rebeca onde ela ficaria?

                  Disse que ia ajudar mais eu não sei como, chegamos na fazenda, tomamos café, e quando eu estava sentada na varanda, meus amigos disseram

Coll:-Queremos ver o topo do morro que você e as meninas foram!

Ani:-É um pouco longe vocês aguentam caminhar mais?

Coll:-Sim!

Clara:-Eu acho que consigo!

Gabriel:-Nem estou cansado.

Henry:-Quero muito ver!

Sofia:-Mais quando chegarmos lá já vai ter anoitecido!

Ani:-Mais é ainda mais lindo a noite.

Rebeca:-Não é perigoso!

Ani:-Claro que é o poderoso Guaxinim deve estar lá a espreita! Hahaha

Sofia:-Nem brinca com isso!

                Entramos a floresta dentro e as arvores escureciam o local, quando depois de muito andar chegamos, no topo do morro, já estava escuro porém se você olhasse para cima onde o seu céu se encontrava poderia ver milhões de estrelas, formando todo tipo de constelação, eram tantas estrelas que parecia, que todas elas marcavam de se encontrar ali.

Ficamos conversando e se maravilhando com aquele espetáculo, até que eu a vi sozinha num cato do topo do morro olhando pra cima seus olhos continham o reflexo de mil estrelas passando por sua vez em seus olhos.

               Eu sentei do lado dela, e ficamos conversando sobre quase nada, até que clara chegou e parece que ela resolveu contar quando Clara disse que gostava daquele lugar mais não via a hora de voltar pra casa.

Rebeca:-Só você vai voltar!

Clara:-Como assim?

Rebeca:-Cansei de esconder de você!

Rebeca:-Clara você é minha irmã e eu te amo! Te amo tanto que construo uma mentira bem bonita pra você.

Clara:-Do que você está falando?

Rebeca:-Nossos pais se separaram, nosso pai vai ficar com você, mais eu não sei pra onde vou ir já que nenhum dos dois me quer.

Clara:-Eu não......Não poço acreditar.

                    De pois daquela revelação que todos ouvimos, elas se afastaram voltamos pra fazenda e fomos dormir íamos embora amanha sedo, e eu ia sentir saudade daquele lugar, porém o que mais me preocupava, era Rebeca.

                 Estava deitada na minha cama olhando pro teto, quando senti como e alguém estivesse  deitando na cama, quando me virei era Gabriel.

Ani:-O que está fazendo aqui?

Gabreiel:-Não consigo dormir!

Gabriel:-Poço ficar aqui com você?

Ani:-Pode!

                   Eu me virei e ele me abraçou e fechou os olhos para dormir, eu não era acostumada a isso, a dormir com outra pessoa, mais eu dormi tranquilamente naquele dia.

              Pela manhã nós dizemos a Deus a vovó, e fomos com o trailer em direção, a nossa cidade, após chegar lá veio uma boa noticia, Rebeca ia morar com a irmã mais velha Leticia que trabalhava como supervisora de uma grade impressa de vendas.

Isso era uma noticia muito boa, até que cheguei em casa e meus pais estavam me esperando meu pai principalmente coma cara fechada e disse:

  - Pai- Sua avó ligou e disse que quando ontem a noite na fazenda viu você dormindo junto com aquele seu namoradinho.

Ani:-Pai não é isso que você esta pensando!

Pai- Não quero saber de desculpas eu e sua mãe estivemos conversando é melhor que semana que vem você vá estudar em outro pais como a sua irmã mais velha.

Pai:-Nós Estados Unidos pra ser exato!

Mãe:-Pra deixar claro eu não concordei com isso!

Henry:-Você não pode fazer isso!

Pai:-Henry não se intrometa!

Henry:-Como não poço me intrometer esta falando em levar a minha irmã pra outro pais.

                De pois de discutir muito aquela tarde não tinha jeito era o que meu pai queria, então eu deveria, contar para meus amigos aquela noite mandei mensagem pra eles, nós encontramos depois disso pra conversar, mais mesmo depois do Gabriel e eu explicarmos essa ideia não saia da cabeça dele então eu iria mesmo estudar lá.

 


Notas Finais


Mais episodios em breve com dica de musica, e logo chegará novos episodeos da Fic "As ultimas memorias de um vampiro parte 1"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...