História Eu me lembro - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Potter, Scorpius Malfoy
Tags Albus Potter, Eu Me Lembro, Scorbus, Scorpius Malfoy, Somaisumatroxa
Visualizações 26
Palavras 936
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, LGBT, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa história foi baseada na música "eu me lembro" da Clarice Falcão e no clipe de "Glory" do Bastille.

Espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Era uma madrugada quente e estrelada de um sábado onde os pais de Albus haviam ido viajar e o deixaram sozinho, Já que James havia ido para a casa de sua namorada e Lilian tinha ido dormir na casa de uma das suas amigas.

Como Albus definitivamente não queria ter que ficar sozinho em pleno sábado, ele ligou para Scorpius que prontamente aceitou o convite, já que ele definitivamente não queria passar mais um final de semana enfurnado dentro de casa com o seu pai, não que ele não gostasse de Draco, ele apenas queria sair e viver um pouco fora das paredes daquela casa ou da escola.

Agora, em plenas 2h e 24min da madrugada, Albus e Scorpius estavam deitados no telhado da casa dos Potter enquanto apreciavam as belas estrelas que iluminavam o céu e conversavam sobre coisas aleatórias.

– Al, você se lembra da sua festa de 18 anos? – perguntou Scorpius.

– Claro! – respondeu Albus animado – como eu poderia me esquecer? Você estava lindo naquele suéter amarelo.

– Ele era verde, Al – Scorpius o corrigiu rindo.

– Não importa a cor, você estava lindo de qualquer jeito – Albus respondeu sorrindo e olhando para o garoto ao seu lado que permanecia com os olhos cinzas focados no céu, mesmo tendo um sorriso envergonhado no rosto e o Potter pode perceber, mesmo no escuro, que as bochechas de Malfoy estavam vermelhas e ele teve que se segurar muito para não as apertá-las e dizer o quanto ele era adorável.

– Enfim – disse Scorpius, fazendo Potter acordar do transe e voltar a olhar as estrelas – lembra que no mesmo dia nós pegamos o carro do meu pai sem permissão?

– EI! Eu pedi para ele – Albus disse indignado.

– Mas ele não deixou a gente pegá-lo.

– Deixou sim, tanto que nós fomos até aquelas montanhas com ele – disse Albus com as imagens das imensas arvores que tinham na montanha, a qual eles decidiram acampar naquela noite.

– É, a cachoeira que tinha lá era linda – disse Scorpius pensando na grande cachoeira que despencava no lago perto do lugar onde eles haviam montado a barraca.

– Tinha uma cachoeira? – Albus perguntou fazendo o loiro rir.

– Óbvio que tinha Al, nós até tomamos banho nela no outro dia de manhã!

– Não havia sido em um laguinho?

– Um lago onde despencava uma cachoeira!

– Eu só me lembro de ser um lago, sem nem uma cachoeira, mas cheia de sanguesugas.

– Eram peixes, não tinha nenhuma Sanguessuga.

– Tinham sim, você não se lembra? Parecia que tinham dado um chupão na minha perna por causa daquela maldita sanguessuga – Albus disse se lembrando do roxo que havia aparecido em sua perna após ele e Scorpius se banharem no lago.

– Esse "chupão" – disse Scorpius, fazendo aspas com os dedos – não aconteceu por que você escorregou e bateu a perna em uma pedra?

– Eu não me lembro disso não, só de ter aparecido com aquele roxo gigantesco – o moreno gesticulava com a mão como se o roxo fosse do tamanho do mundo fazendo com que o Malfoy risse do seu lado – mas você lembra que depois disso tudo eu te levei para aquela praia?

– Sim! – Scorpius disse animado se lembrando daquele dia que era tão especial para si – nós comemos salsicha no palito quando chegamos lá, já que estávamos mortos da fome.

– Eu tenho quase certeza que foram crepes e não salsichas no palito– Albus disse rindo.

– Não importa o que era, o que importa é que estava muito bom – Scorpius disse rindo junto a Albus.

– Nisso você tem razão, mas bem, depois de comermos a gente foi pra dentro do mar lembra?

– Claro que lembro, você quase se afogou!

– O que? Eu não quase me afoguei! Eu só estava fingindo Scorp – Albus disse se virando para o loiro rindo da cara de ultraje do mesmo.

– Eu não acredito nisso Albus Severus Potter, eu sempre achei que você tinha se afogado de verdade, eu tô indignado – Scorpius disse fechando a cara, mas logo voltando a uma expressão mais suave quando sentiu o Potter lhe puxar para deitar em seu peito.

– Desculpa meu amor, mas aquele foi o único jeito que eu pensei para fazer com que você saísse da água comigo – disse fazendo um leve cafuné nos fios loiros, quase brancos característicos da família Malfoy e que caiam tão bem em Scorpius – você se lembra? Foi depois daquilo que eu contei o que sentia por você.

– Eu me lembro sim, foi um dos melhores dias da minha vida – Scorpius disse sorrindo se lembrando de todas as palavras bonitas que o Potter havia dito a si – porquê foi ali que eu soube que os meus sentimentos eram recíprocos e eu não precisava mais ficar guardando tudo pra mim.

– Sim, e eu fiquei tão feliz de saber que você sentia o mesmo por mim que não me contive e te beijei ali, no meio da praia cheia de gente mesmo.

– Mas a praia estava quase deserta e foi eu que te beijei – Scorpius disse rindo da visão distorcida do moreno.

– Óbvio que não Scorp, com toda a certeza foi eu que te beijou primeiro, e não o contrário, quer ver?

Scorpius nem teve tempo de responder, pois logo em seguida Albus lhe puxou para um beijo calmo e cheio de carinho, como fora o da primeira vez que os dois se beijaram, naquela praia que com certeza não estava fazia, porém também não estava cheia de gente.

– É, talvez tenha sido você que tenha me beijado primeiro – Scorpius admitiu ao se separarem fazendo com que Albus risse e os dois voltassem a contar as histórias as quais haviam vivido juntos naqueles anos 5 de amizade e namoro.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Comentem!!
Kissus de Kisu
até a próxima história

~Dabs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...