História Eu, meu namorado e o melhor amigo dele - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Tags Bts, Imagine Taehyung, Kookv, Taekook, Triângulo Amoroso, Vkook
Visualizações 19
Palavras 1.314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


capítulo dedicado ao meu squad preferido, e ao amor da minha vida a Emy<3

Capítulo 2 - Surpresa do Kookie


Fanfic / Fanfiction Eu, meu namorado e o melhor amigo dele - Capítulo 2 - Surpresa do Kookie



O segundo semestre da faculdade acabou, então nós decidimos dar uma festinha lá em casa. Eu, o Taetae, o Kookie, a Emily e o Minghao. Eu e o Taetae vamos emprestar o apartamento, o Kookie vai trazer bebida, a Emily os salgadinhos e o Minghao vai pagar o frango frito.


       QUEBRA DE TEMPO


Ontem o Kookie foi forçado a dormir aqui em casa para ajudar na faxina do apartamento. Sim, forçado. Porque ele e o Tae só querem saber de bagunçar e sempre sobra pra mim, a empregada. 

Os amores da minha vida estão me ajudando na faxina, eu tenho quase certeza que eles querem alguma coisa, mas vou esperar a faxina acabar primeiro, até porque não quero fazer nada sozinha. Taetae 'tá arrumando o quarto, Kookie lavando os pratos e eu arrumando a sala.

-Kookieeee, vem verrr - Taehyung grita do quarto mas Jungkook não escuta - Kookiee.


-Kookie amor, o Tae 'tá te chamando - falo tocando na perna esquerda de  Jungkook.


-Ah, ok. Tô indo hyungg, calma - fala enxugando as mãos no pano de prato e saindo.

Depois de escutar alguns murmúrios e risadinhas os dois palhaços voltam ainda rindo.

-E então? Vão me contar a piada ou não? - pergunto me encostando na parte de trás do sofá.

-É que eu achei uma foto sua e do Kookie quando vocês namoravam - Taehyung falava enquanto me entregava a foto.

-Meu Deus do céu, - exclamei olhando para aquela relíquia - Jungkook olha isso, foi logo depois que eu cortei o meu cabelo. Eu me lembro bem da nossa briga depois que eu cortei o cabelo sem avisar. Nossa, realmente uma relíquia.

-Amor, promete que você não vai cortar seu cabelo pelo amor de Deus? - Taehyung falou me olhando com cara de preocupação.

-Amor, nem ficou feio, só ficou... diferente - falei tentando me convencer de que aquela não foi a pior escolha da minha vida.

-Ih Bru, se você cortar o cabelo de novo até eu me recuso a transar com você - Jungkook se pronunciou.

-Aish vocês dois, me deixem em paz. Se vocês não querem tem quem queira - falei me desencostando do sofá e indo em direção ao móvel da televisão.

-Calma aí linda - Taehyung me abraça por trás e me dá um beijo no pescoço - Não acho que você vá achar pessoas melhores que nós dois.

-Concordo plenamente hyung - Jungkook falou enquanto abraçava minha cintura, só que agora pela frente - ela não vai achar alguém que de tanto amor a ela como nós damos - me olhou nos olhos e me deu um selar carinhoso.

-Se vocês acham que vão me conquistar assim estão muito enganados - falei saindo do abraço de ambos - vão terminar as tarefas que ainda temos de ir almoçar, já são duas da tarde.

  -Ok - falaram em uníssono.


   *no restaurante*

     -Boa tarde, já sabem o que vão pedir? - o garçom encostou na lateral da mesa com uma caderneta na mão.


-Bem, eu vou querer um sundubujjigae por favor - Taehyung falou olhando pro cardapio - porção grande - complementou - e vocês? Já sabem o que vão querer?


-Eu quero uma porção média de bulgogi - falei enquanto pensava na bebida.


-E o senhor? - o garçom falou olhando para Jungkook.



-Eu quero igual o Tae - Jungkook falou sorrindo para o garçom.


-Algo para beber? 


-Sim, duas garrafas de soju por favor - disse finalizando o pedido.


-Ok, já já estará pronto - o garçom curvas-se perante nós três e sai em direção a cozinha.


-Nossa, espero que seja rápido. Tô morrendo de fome - Jungkook falou abafado depois de deitar sua cabeça sobre a mesa.


-Amor, o Kookie parece estar cansado. Vocês fizeram alguma coisa ontem? - falei enquanto acariciava os cabelos escuros de Jungkook, que se encontrava ao meu lado esquerdo.


-Talvez a gente tenha dado uns amassos, mas não passou disso, nem eu sei porque ele tá indisposto assim - Taehyung falou com o tom de voz um pouco preocupado.


-É... Ele tem parecido bem cansado ultimamente, e olha que eu transei com ele faz uns três ou quatro dias, já deu tempo de se recuperar - afirmei - a não ser que... Jungkook, você tá saindo com alguém? - perguntei para o mais novo enquanto levantava sua cabeça pelos cabelos.


-Na verdade não... É que o dia dos namorados tá chegando e eu tô fazendo uns trabalhos extras pra comprar os presentes de vocês. Desculpem estragar a surpresa.


-Ô meu Deus. Não precisa dar duro assim por conta disso meu amor, nós não fazemos questão de nenhum presente. A gente só precisa do seu amor e dos seus dotes na cama - ri do meu comentário e vi um sorriso tímido crescer nos lábios de Jungkook.


-É isso mesmo Kookie, a gente não precisa de presente. Mas a gente tem uma surpresa pra você - Taehyung falou olhando para Jungkook - Eu conto ou você conta? - sussurrou para mim.


-Pode contar amor - dei espaço para que Taehyung anunciasse a surpresa.


-Ai meu Deus, contem logo - Jungkook pediu apressado.


-Bem Kookie, acho que já está na hora de você deixar de morar com seus pais, até porque vocês não tem uma boa convivência e tals - a tal ponto os olhos de Jungkook já estavam brilhando - então nós decidimos levar você pra morar lá em casa. Se você quiser é claro.


-Como assim "se eu quiser" hyung? É claro que eu quero - Jungkook respondeu eufórico.


-Que bom que você quer Kookie, vai ser um prazer dormir com você todo dia - falei com um sorriso malicioso nos lábios.

Quando eu menos esperei Jungkook me beijou. Beijou com paixão. Um beijo de agradecimento. 

-Kookie amor - sai do ósculo - não é só a mim que você tem que agradecer - olhei para Taehyung que no mesmo momento olhou para baixo e sorriu.


-Eu nunca me esqueceria de você hyung - Jungkook falou se sentando do lado de Taehyung e iniciando um beijo calmo.


-Rmmm - o garçom chamou atenção - seus pedidos senhores.


-Ah claro, pode pôr tudo aí em cima por favor - falei pedindo desculpas silenciosamente para o garçom que estava chocado com o que estava acontecendo.


-Vocês já podem se largar tá? - falei assim que o garçom saiu - a comida já está na mesa, vamos comer e voltar pra casa. Nos ainda temos que passar pra pegar a Emy no caminho.


-Ok - Taehyung falou limpando a saliva no canto da boca.


-Aham - Jungkook murmurou com a boca já cheia de comida.


-Aproveitem que eu tô pagando - falei enquanto ajeitava os hashis na mão.



    *no carro, à caminho da casa da Emy*

~hello bitches tocando no som do carro

- Meu Deus do céu, eu amo essa música - Jungkook falou balançando a cabeça que nem uma pessoa sendo possuída.


-Melhor música né Tae? - perguntei colocando a mão na perna do mais velho.


-Essa música é boa, mas eu prefiro essa, - fala mexendo no som e colocando 'Boom Boom' do momoland - isso não é música, isso é hino.


-Ah não hyung, eu não vou conseguir me segurar - Jungkook choramingou, começando a fazer a coreografia ali mesmo no banco de trás do carro.


-O Kookie tá ganhando o dia né? Tá indo morar com a gente, almoçou de graça e a gente ainda tá deixando tocar a playlist dele - falei virando-me para ele, que apenas sorriu e continuou dançando.


-Concordo amor, ele tá ganhando demais pro meu gosto, - colocou sua mão em cima da minha, a qual permanecia em cima da perna dele - acho que ele vai ter que recompensar tudo hoje a noite. 


-Hmmmm - Jungkook parou de dançar por um instante e se posicionou entre os bancos da frente onde eu e Taehyung estávamos - vai ser um prazer recompensar tudinho que vocês fizeram por mim - passou seus braços pela frente do corpo de Taehyung e do meu e pressionou a nossa intimidade suscitando um "tudinho".





Notas Finais


vão lá ler a fic do meu amor https://www.spiritfanfiction.com/historia/real-beliefs-11810274
deem muito amor a essa nenê


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...