História Eu não desisto do que quero ( TodoBakuDeku ) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Chiyo Shuzenji (Recovery Girl), Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Fuyumi Todoroki, Inasa Yoarashi, Inko Midoriya, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kyoka Jiro, Melissa Shield, Mina Ashido, Mirio Togata (Lemillion), Momo Yaoyorozu, Natsuo Todoroki, Ochako Uraraka (Uravity), Rei Todoroki, Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Tenya Iida, Toshinori Yagi (All Might), Tsuyu Asui
Visualizações 75
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 4 - Vou mentir para quem amo


- MAIS QUE PORRA É ESSA!? - 

- Ai caralho! - gritou o bicolor 

- Meu Deus...o que eu fiz? - disse o loiro escondendo o rosto com as mãos 

- Isso, você não precisa perguntar pra Deus, eu mesmo te respondo. - disse o bicolor se sentando sobre a cama

- ... - o loiro não raciociniou nada para dizer para o bicolor, pois o mesmo não acreditava que ele houvera dito isso, é muita cara de pau, que pouca vergonha - Olha seu mer- - o loiro foi cortado pelos lábios do maior, os dois começaram um ósculo, Bakugo  deu passagem para a língua do bicolor entrar na sua boca, todo o corpo do loiro amoleceu, assim que Todoroki apertou a bunda do mesmo, fazendo com que os seus membros desnudos se friccionarem, tal ato fez o loiro soltar um gemido manhoso entre o beijo - E-eu preciso respirar. - disse o loiro parando o beijo, o mesmo mau recuperou o fôlego, o bicolor o puxou para outro ósculo, Todoroki empurrou o loiro sobre a cama ficando acima dele - Ah! - gemeu o loiro ao sentir o membro pulsante do bicolor o penetra  de uma vez

- Vamos para o segundo tempo. - disse o bicolor penetrando o loiro com força arrancando gemidos do mesmo, Todoroki começou a distribuir chupoes pelo pescoço e mamilos do loiro, Bakugo não disse nada pois estava se deixando levar pelo prazer, se e esqueceu que ficar com marcas de chupoes não ia melhorar nada a sua situação 

- Vamos ver como você lida com isso. - disse o bicolor levando a sua mão até o membro do loiro, assim começando um masturbamento

- Ah! Ah! Ah! - gritou o loiro assim que o bicolor apertou o seu membro, Todoroki logo levou a sua mão para a glade do loiro - P-pa-para! -

- Só depois que eu fizer isso. Hehehehe. - disse o bicolor levando seu dedão até a cabeça do membro do loiro e dando um sorriso sádico para o mesmo

- Você não vai...Ah! - gritou o loiro assim que o bicolor enfiou a cabeça de seu dedão no buraco do membro do loiro - Par-a vai ficar do-dol-dolorido. - 

- É bom ver isso. - disse o bicolor enfiando mais o seu dedo - O seu pau engolindo meu dedo. - o bicolor mordeu o lábio interior, assim que o loiro fez uma expressão, que deixou o bicolor mais duro do que já estava

- TODOROKI!! -

¤ ¤ ¤

- Isso passou dos limites, no banheiro também! Seu, pervertido. - disse o loiro saindo do banheiro do bicolor, o mesmo veio atrás dele

- Foi mal, é que subiu o fogo. - disse o bicolor dando uma leve cossada na cabeça 

¤ ¤ ¤

- Tchau. - disse o loiro saindo do quarto do bicolor - É...aonde fica a saída? - disse o loiro voltando a sua atenção para o bicolor

- Hahaha, eu te levo. - disse o bicolor encaminhado o loiro até a porta de saída - É aqui. - disse o homem abrindo a porta 

- Obrigado, tchau. - disse o loiro saindo mais foi surpreendido pelo bicolor que puxou o braço do loiro e tomou os lábios do mesmo 

- Sua boca é muito doce. - disse o bicolor 

- FODA-SE! - gritou o loiro saindo correno

¤  ¤ ¤

Ao chegar em casa Bakugo, correu para o banheiro, foi checar se o bicolor tinha o marcado, e...

- DESGRAÇA! - disse o loiro ao tirar a camisa - Eu estou cheio de marcas! Tudo culpa daquela besta quadrada! - disse o loiro puxando os seus fios dourados como se quisesse se punir

- O que eu faço? Amanhã quando o Deku chegar ele vai notar, ai meu Deus! - o loiro se sentou sobre o chão 











- Eu não vou falar a verdade, ele vai me larga se eu falar, não vou contar. -


Notas Finais


Eita porra


Até a proxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...