1. Spirit Fanfics >
  2. Eu (não) fecho com demônio - Jeon Jungkook >
  3. Medo I - Seonghwa

História Eu (não) fecho com demônio - Jeon Jungkook - Capítulo 28


Escrita por:


Notas do Autor


Quem será o primeiro a reclamar o quanto eu demorei ? (✿^‿^)

Eu amo você! ꒰⑅ᵕ༚ᵕ꒱˖♡
Boa leitura!!!

Capítulo 28 - Medo I - Seonghwa


Fanfic / Fanfiction Eu (não) fecho com demônio - Jeon Jungkook - Capítulo 28 - Medo I - Seonghwa

• Jeon Nari Pov's


Devastada é assim que me encontro ao ver meu filho sangrando a exatamente uma semana, ele acordou tão atordoado que mau sabia o que aconteceu dói vê-lo desacordo através da tampa da cápsula. Eu não queria fazer aquilo mas era a única opção prefiro meu filho congelado vivo do quê morto devido a essa guardiã que deve está no inferno - embora que se tiver não é problema já que é a casa dele de qualquer modo.


— O Yoongi não conseguiu encontrá-la.- Kwan fala ao adentra a cozinha.

— Essa garota só pode está sobre qualquer merda de proteção caso contrário já teria encontrado. - resmungo lembrando das várias tentativas falhas que tive — Ela poderia está em outro planeta, mas eu a encontraria.

— Eu sei que sim mas só resta esperar.- suspira me abraçando — Só queria que não demorasse tanto.

— Também.- encaro seu rosto — Mas nosso garoto é forte.


O mesmo deixa um selar em minha testa e ficamos abraçados até o Taehyung aparecer na cozinha com a Byeol no colo.


— Omma porquê o Kook não volta pra casa? - a pego — Eu estou com saudades de brincar com ele.- me abraça — Quero meu oppa.

— Ele vai voltar, meu amor.- beijo seus cabelos e encaro Tae que esta calado desde da semana passada. — Mas agora está na hora de dormir.

— Vai contar história para mim ? - sorrir me olhando e concordo — Hoje eu quero ouvir da Pequena do Casaco Verde.

— Então vamos.


A mesma agarra ao meu pescoço levanto e caminho até seu quarto ao chegar peço para a mesma tomar um banho enquanto arrumo sua cama após arruma vejo o porta-retrato sobre o criado-mudo pego vendo o Jungkook sorrindo enquanto segurava a Byeol - que tinha dois anos - e rodava pelo ar.


 • Flashback  On •


— Eu 'quelo voa oppa.- a pequena pedia enquanto pulava na frente do mais velho que ria.

— Então vamos.

O mesmo a pega por baixo do ombro e roda várias vezes seguidas ouvindo a risada da mais nova que o deixava mais feliz.

— Nossos tesouros.- Falo para Kwan que tirava foto.

— Sim.- ele sorrir — JEON JUNGKOOK SE DERRUBAR TUA IRMÃ, EU TE BATO MOLEQUE.- o mesmo para e rir com a pequena em seu braço rindo mais alto.

• Flashback Off •


Devolvo o objeto ao seu lugar quando Byeol aparece vestida com um pijama do Mickey Mouse a deixando fofa.


— Foi o Kook que me deu.- pula na cama — Ele disse que me deixa muito fofa.- sorrio.

— E ele tem razão. Agora vamos a história da Pequena do Casaco Verde. - me deito, ela faz o mesmo deixando sua cabeça sobre meus seios — Era uma vez...

— Omma isso eu já sei.- interrompi — Conta a parte da floresta.

— Okay.- passo meus dedos sobre seu cabelos — A Pequena estava irritada por não conseguir lembrar o caminho de volta para o castelo então ela disse: "Que toda a floresta se transforme em nada." A floresta desapareceu e junto a ela o castelo que se encontrava no meio.

— Mas ela vai ficar sem casa omma! - resmunga.

— Calma. Lembra que ela é uma feiticeira? - concorda —Então... Ela andou por todo o nada que tinha e não encontrou o castelo então disse: "Que tudo volte a ser o que era", e assim tudo voltou ao normal e a pequena estava muito longe de casa. Com seu poder ela construiu uma cabana para ficar...- a porta do quarto é aberta por um Taehyung todo assustado — Aconteceu algo ?

— O Tio está te esperando no escritório com Yoongi - se aproxima — O assunto parece urgente.

— Mas ela estava contando história pra mim, TaTa. - Byeol infla as bochechas ficando de pé sobre a cama.

— Eu conto para você.- ela nega — Coelha caçula a tia precisa ir conversar com o Tio.

— Está bem.- senta ainda emburrada — Mas você vai ter que contar a história da Jubiscleia e sua amiga.- gargalho com o nome da personagem.

— Eu conto.- ele sorrir.

— Depois você me conta.- me refiro a mais nova, beijo sua testa e me afasto fazendo o símbolo de proteção — Te amo.

— Te amo.- me beija.


Saio do quarto e uma sessão de que algo ruim está prestes acontecer toma posse do meu corpo mas preciso ir ao encontro do Kwan, sigo até o escritório abrindo a porta vejo Kwan sentado em sua cadeira, Yoongi sentado no sofá de dois lugares encarando quem esta sentado na cadeira de frente para meu marido que não reconhece.


— O que aconteceu ? — Fecho a porta.

— Yoongi encontrou uma solução para o Jungkook mas é arriscada.- Kwan se pronuncia sem expressar qualquer reação.

— E qual seria ? - questiono me aproximando mas sou impedida por Yoongi que surge em minha frente em fração de segundos — O que...?

— É melhor ficar aqui.- diz sem me olhar — Apenas ouça tia.- concordo confusa.

— É tirar o Jeon da cápsula e deixar seu outro lado dominar.- Kwan fala encarando suas mãos.

— Ele pode MORRER! - grito com tal idéia — Kwan já tínhamos conversado sobre isso porquê voltar a esse assunto ?

— Se o demônio dominar encontraremos a guardiã....

— Ele pode matar civis inocentes ou morrer durante o processo. Você só pode está louco! - tento ir até ele mas Yoongi me segura — Me solta! Você concorda com essa idéia? - ele nada diz — Vocês só podem está malucos! Tem outra opção.

— Não. Não tem.- o Min diz — É a única.

— Não é!

— Vejo que não mudou nada Nari.- uma terceira voz se faz presente — Continua a salvadora da pátria.


A pessoa que estava sentada de costas para me levanta e se vira lentamente fazendo da passos para trás.


— Não está feliz em me ver, Nari ?


Encaro Yoongi que não expressava nenhuma reação mas me olhava com preocupação. Tudo que pensei não existir mais veio átona em segundos fazendo encarar o rosto do terceiro.


— Realmente deve ser difícil expressar tantas saudades.- ele se aproxima de vagar e eu ando para trás mesmo tendo o Min entre nós.


— Se der mais um passo eu arranco seu pescoço.- O pálido diz calmo mas ameaçador olhando por cima do ombro.— Se afaste.

— Sai da minha frente branquelo de merda! - o mais alto fala sério me encarando. Aquele olhar que me causa arrepio na espinha.


— Se afaste. - repete ameaçador — Eu não estou pedindo Seonghwa.


Seonghwa. Quanto tempo não ouço esse nome ?


— Yoongi sai da frente.- Jeon mais velho fala.

— Já disse que não saio e se ele continuar aproximar garanto que não respondo por mim então se afaste Seonghwa.

— Nari fale algo.- Seonghwa pede sorrindo de canto com o meu desespero.


Meu cérebro está totalmente em bloqueio e a única coisa que sai por minha boca é...

Seonghwa... 


Notas Finais


Eu sumi... Não tem uma explicação eu apenas sumi acho que a preguiça tomou posse completa do meu corpo mas estou voltando novamente. Peço desculpas por ter deixados sem capítulos durantes esses meses. Eu realmente estou impressionada com minha ausência em relaçao as coisas que gosto de fazer, e não sei o que levou e até onde irá mas vida que segue. Me perdoem essa fanfic está sem capítulos a dois meses (?) Eu não sei ao certo mas a primeira está a quase seis então a minha falta de respeito com quem lêem está abaixo do vermelho. Então se você é leitora da MG -Yoongi peço encarecidamente que não desista, retornarei essa semana porquê tenho que terminar uma fanfic para da idéias para outras - no caso MG já deveria está terminando mas a raiva ultimamente não habita em mim o que complica na criatividade dos capítulos porém vamos focar na reta final da do Yoongi.

Bom, é isso. Se você ainda não leu Mafia Girls da uma passadinha lá e seja mais uma que vence o primeiro capítulo de quase 7 mil palavras kkkk

Amo vocês e amanhã estou de volta! (๑˙❥˙๑)ʕっ•ᴥ•ʔっ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...