1. Spirit Fanfics >
  2. Eu não posso estar gostando de você! .-Sycaro-. >
  3. Capítulo 8

História Eu não posso estar gostando de você! .-Sycaro-. - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


capítulo novo yeey.





HHHHHHH eu só to enrolando mesmo só pra não fazer tudo tão rápido :>

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Eu não posso estar gostando de você! .-Sycaro-. - Capítulo 8 - Capítulo 8


.-P.O.V Saiko-.
Abri os olhos lentamente e me sentei na cama. Olhei ao redor e vi que estava no quarto de Ycaro. Demorei alguns segundos consideráveis para entender, mas logo me lembrei do que havia acontecido no dia anterior. Não evitei um sorriso e olhei para minha mão. O anel estava lá. Ao menos não foi um sonho. Ouvi passos do lado de fora da porta e logo Ycaro entrou. Ele segurava uma bandejinha com café, pão e alguns biscoitos.


-Fiz pra você - Disse Ycaro com um sorriso doce.
-Então vem aqui me servir, escravo.
-Idiota-Disse ele enquanto ria e colocava a bandeja em cima da cama.


Ele se sentou e cruzou as pernas enquanto me observava comer. Estava muito bom. Eu nunca tinha provado nada que Ycaro tinha feito então não sabia se ele tinha feito sozinho ou apenas comprado tudo.


-Nos convidaram pra uma festa hoje-Disse ele enquanto pegava o celular.
-Quem?
-Ah,foi o Tawan que me mandou mensagem que estavámos convidados. Pelo que parece outros Youtubers vão estar lá também. Tipo Felps, Alan, Tazercraft e outros. Vai ser uma festa grande.
-Ahnn, tá.
-A gente vai ou não Saiko?
-...Você sabe que eu não gosto de festas. Nem lugar com pessoas.-Respondi
-Ah não, a gente vai sim, Saiko- disse Ycaro deitando nas minhas costas e enrolando seus braços em volta do meu pescoço.
-...
-Por favor - Implorou ele
-...Tá. Eu vou. Só saiba que eu só to indo por sua causa.


Ele riu e me deu um beijo na bochecha. Ele estava com uma carinha tão fofa que não consegui dizer não. Talvez fosse divertido. Eu só teria que me controlar nas bebidas, que com certeza, seria 3x maior do que o número de pessoas na festa. Espera... O Ycaro sabia que era uma festa assim não saberia? Ycaro bebia às vezes mas nunca ao ponto de ficar tonto ou algo do tipo. O máximo que ele ficava era lerdo. Bem, mais que o normal. Ah, Ycaro era sempre do tipo que sabia todas as informações das festas que ele ia então provavelmente sabia que era uma festa só pra encher a cara.


-Que horas é  a festa? -perguntei
-Ela começa às 9:00PM. Mas não tem horário definido pra quando vai acabar.
-...Sei.


Olhei no rélogio e já era 12:00PM. Me levantei e fui no banheiro. Tomei um banho e fiz minhas higienes pessoais. Saí enrolado na toalha e fui até o guarda-roupa de Ycaro, porque já tinha algumas roupas minhas guardadas no armário dele. Enquanto procurava por uma blusa me senti observado. Olhei pra trás e lá estava o burro do Ycaro todo coradinho com as pernas entrelaçadas tentando tirar fotos minhas sem que eu soubesse.


-Eu tô vendo você tá Ycaro.
-A-Ahn? - disse ele se fazendo de desentendido
-Eu sou burro, mas não ao seu nível Ycaro - disse enquanto colocava minha bermuda.
-Saiko!


Eu me virei e ele abraçou o travesseiro. Subi na cama e engatinhei até ele prendendo seus pulsos.


-S-Saiko...sai de cima de mim...
-Ok então.


Antes de sair puxei o telefone da mão dele o fazendo tomar um susto. Eu já sabia a senha dele então não tinha problema.


-Saiko! Me devolve meu celular!
-Tenho que checar algo antes- disse rindo


Ele tentava pegar o celular de mim mas é claro que ele não alcançou. Entrei na galeria e tinha um albúm com meu nome. 
-Ycaro você tem um albúm de fotos só minhas?
-P-Para com isso e devolve meu celular! 
-pfft...


Havia inúmeras fotos minhas no celular. Sorrindo, brincando, zuando e até fotos de quando éramos crianças. Olhei as mais recentes e achei as fotos que ele tinha tirado enquanto eu procurava minhas roupas. As costas magras, brancas e curvadas. 


-Nossa, como que você consegue admirar uma coisa feia dessa, Ycaro?
-Você é lindo assim..
-Ahn?
-Nada!- disse ele corado
-Ah, eu sou trouxa né Ycaro? - disse enquanto o abraçava
-é... e um idiota.


Eu ri e ele reetribuiu o abraço. Eu me sentia tão bem naqueles braços. Ficamso pelo ao menos uns 10 minutos nós abraçando, mas logo as malditas batidas na porta nos interromperam.


-Mas que inferno...
-Olha a boca, imbecil.


Revirei os olhos e desci as escadas. Vi um reflexo do boné rosa na janela e logo soube que era MeiaUm. Abri a porta com um barulho alto e minha voz saiu mais irritada do que eu queria.


-O que é que tu quer agora abestado?
-Ih, vem com essa pra mim não doido. Depois você e o Ycaro continua com os pegas de vocês.-disse ele rindo
-E tu faz o mesmo com o Tawan.
-Cala a boca!- disse ele enquanto entrava


Ycaro já estava no último degrau da escada e então MeiaUm foi até ele e o abraçou. Eu acho que ouvi alguns choramingos dele então só fiquei olhando.


-Ahnn, Saiko eu posso conversar com o MeiaUm?
-Tá, posso ficar aqui na sala pelo ao menos?
-Sim, a gente conversa no quarto.


Ycaro e MeiaUm subiram para o quarto dele e eu me sentei no sofá e liguei o videogame.


.-POV Ycaro-.
Desci as escadas e vi MeiaUm correndo até mim. Ele me abraçou e eu reetribui o abraço. 


-Eu tenho que conversar com você, Ycaro- Disse ele choramingando 
-Tudo bem, vamos subir então.


Subi junto com MeiaUm para o quarto e abri a porta para ele. Ele se sentou na cama e cruzou as pernas. Logo vi seus olhos se encherem de lágrimas. 


-O Tawan..-
-O OQUE FOI QUE ESSA BESTA FEZ?!
-Não grita!
-Tá, Tá. Fala o que acontceu.
-É que... bem, você sabe que estamos namorando agora não é?
-Uhum
-E que...Eu sou...
-Não precisa terminar. Eu sei...ESPERA....VOCÊ FEZ ISSO COM ELE MEIAUM?!
-NÃO!-Ele berrou e ficou vermelho


Logo ouvi risadas de lá de baixo. Saiko provavelmente ouviu o grito que eu dei.


-E para de gritar!
-Tá, Tá. Desculpa ai, foi sem querer.
-Continuando...Ele me chamou pra um encontro. Só que aquela criatura ficou bêbada-
-Nossa que encontro íncrivel foi esse ein-interrompi MeiaUm
-Digo o mesmo. Daí eu levei ele pra minha casa e fui tomar um remédio por que já estava com dor de cabeça por causa disso. Só que... O Tawan trocou o remédio de dor de cabeça por outras pílulas.


Explodi em risadas depois que ele disse isso. Ele me dava alguns tapas falando pra não rir e que deveria prestar atenção nele e levar à sério. Então finalmente calei a boca.


-A minha sorte, foi que eu tinha remédios que cortavam efeitos de qualquer outro remédio então praticamente me salvei. Depois disso ele ficou mal por causa disso e me pediu desculpas. Só que... sei lá, agora tá um clima estranho entre a gente...
-Dá pra ele.
-Ahn?
-Dá. Dá pra ele MeiaUm.
-Y-YCARO!- ele ficou vermelho
-Ué. Tô falando sério. Pesquisa na internet.
-Não...
-Sim.
-Não.
-Sim
-NÃO.


Esse foi o diálogo por algum tempo mas logo a gente já tava procurando na internet. MeiaUm dizia que não iria conseguir e eu ria da cara dele. A gente meio que montou um plano (horrível, é claro) Daí ele foi pra casa. Eu mal esperava pra ver o resultado. Acho que ele não entendeu que era ironia. Só sei que não me responzabilizo por nada. Sentei no sofá do lado de Saiko e encostei minha cabeça no ombro dele. 


-A gente podia gravar um vídeo.
-É, vamos. qual jogo?
-Não Ycaro. Um vídeo contando 
-Contando o que?
-Sobre nós.


Senti meu estômgo embrulhar. Eu não sabia como seria a reação dos meus inscritos e do Saiko e fiquei extremamente nervoso. 


-A gente vai ter que contar mais cedo ou mais tarde. E eu prefiro que seja cedo.
-T-Tudo bem -Disse com a voz trêmula
-Vamos 


Ele se levantou e me puxou do sofá. Me deu a mão e fomos subir as escadas. A cada degrau eu sentia meu corpo ficar mais pesado como se a última coisa que ele quisesse fosse entrar no quarto. Entrei no quarto e peguei uma cadeira para Saiko.


-A gente vai fazer com webcam tá?
-P-Por que?
-Se a gente fizer com algo diferente, tipo uma gameplay de fundo, eles vão achar que é ironia. 
-...Eu nem me arrumei ainda.
-Então vai logo- ele me deu um beijo na testa e eu fui pro banheiro

. Coloquei na água gelada e entrei. Inúmeros pensamentos estavam na minha cabeça "Os inscritos vão gostar?" , "E se eles não gostarem?", "Será que vão acreditar?" Meus pensamentos foram interrompidos  por batidas na porta


-Anda logo Ycaro! Já tem 20 minutos que você tá ai dentro
-Tá, Tá. Já tô saindo - respondi.


Me enrolei na toalha e fui pegar uma roupa no meu armário. Saiko já tinha ligado o computador e estava xingando a webcam por não saber mexer naquilo direito. Pra uma pessoa que só usa a webcam a cada 2 anos é difícil. Peguei um moletom vinho e uma bermuda preta. Entrei no banheiro e vesti a roupa. Escovei os dentes e arrumei o cabelo, em um coque deixando algumas mechas soltas. coloquei meu brinco e saí do banheiro.


-Tá todo arrumado assim só pra parecer na internet?-perguntou Saiko
-Não posso nem me arrumar não, doido?
-Tem que se arrumar pra mim.
-Ah, cala a boca - eu disse rindo


Sentei na cadeira com as pernas cruzadas e peguei meu telefone. Coloquei no twitter que iria ter uma live especial no canal junto com o Saiko. Esperei uns 30 minutos e coloquei a live no ar. Em 5 minutos já tinha umas 6000 pessoas xingando a gente pra que começasse logo. A gente também ia jogar um jogo aleátorio só pra não ficar só a gente na live. A gente não quis revelar logo de cara então a gente ficou enrolando por 1h só pra deixar eles curiosos.


-Ycaro.


Ele pausou o jogo. Já tava na hora de falar.


-Que foi?
-Conta aí.
-Por que eu que tenho que contar?!


Olhei no chat e as pessoas já estavam deduzindo que a gente tinha se pegado ou que estavámos namorando. Fiquei mais nervoso ainda.


-Conta logo.
-T-Tá.. é que...A gente tá-
-A gente tá namorando - Saiko interrompeu
-ERA PRA EU CONTAR SAIKO!
-Ué, você enrola demais.


Olhamos pro chat e tinha mais de 100 mil pessoas. Meu deus. A gente contou. A gente contou. Cobri o rosto com vergonha e Saiko ficava rindo, cínico. Como ele podia parecer tã normal numa hora dessas? "EU SABIA QUE ELES ESTAVAM NAMORANDO!" "MEU SHIPP É REAL" "SYCAAAAROOOO" "eu já sabia que eles davam uns pegas KKKKK" a cada comentário eu ficava mais vermelho. Daí chegou uma bendita criatura chamada "MeiaUm" na live e e disse "Agora provem que estão realmente namorando". Droga. Depois disso todos os comentários estavam pedindo isso. Eu recusei, não precisava fazer isso em live precisava?


-Não. A gente não tem que provar nad-


Saiko me interrompeu com um beijo. Um beijo suave. Minha mente dizia pra parar mas meu corpo queria mais. Acabei retribuindo o beijo colocando as mãos no rosto de Saiko. Nos separamos por causa da falta de ar.


-Pronto. Tá aí a prova de vocês - Disse Saiko e encerrando a live.
-...
-...
-Saiko.
-Ahn?
-A GENTE CONTOU SAIKO - Eu berrei e pulei da cadeira. Eu me sentia feliz e com medo ao mesmo tempo. Meu deus eu tinha certeza que já tinham pegado aquela parte da live e compartilhado umas 300 vezes no Twitter, Instagram, Facebook e qualquer outra Rede Social existente. 
E agora?
Qual seria o resultado disso? 
 


Notas Finais


Se achares algum erro de português, me avise por que eu não revisei a fic :>



a "festa" que tem na história vai ser no próximo capítulo UwU




bye '-'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...