1. Spirit Fanfics >
  2. Eu não quero >
  3. Eu te quero

História Eu não quero - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Aqui está mais um capítulo vou deixar um "h" aqui obrigada pela paciência

Capítulo 33 - Eu te quero


Fanfic / Fanfiction Eu não quero - Capítulo 33 - Eu te quero

 

Depois de uma semana sem notícias de Key, Tetsuya ficou nervoso e decidiu procurar por ela o que não lhe deu nenhum ou qualquer conforto.

 

-Você quer mais alguma coisa Hayama-kun?:-perguntou Kotonoha preocupado.

 

-Não.:-respondeu sério.

 

-Está me devendo uma coisa Hayama-kun.:-disse o mais velho em tom sorridente.

 

-E o que estou te devendo, Kotonoha-saichou?:-perguntou intrigado.

 

-Me apresentar sua esposa.:-respondeu ainda amistoso.

 

O mais novo ficou parado olhando para a tela do computador.

 

-Assim que eu puder.:-disse concentrado.

 

-Já sei, você pode me apresentar na festa do lançamento do produto x.:-sugeriu sorrindo.

 

Tetsuya continuou trabalhando, mas a sensação de intranquilidade não o deixou e voltou com tudo, mas ela voltou para o estômago e o advogado voltou a se concentrar.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx quebra de tempo e espaço/18:00 Fora do expediente Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Tetsuya pegou o carro no estacionamento do escritório saiu da vaga e antes de sair completamente do local pegou o celular e tentou ligar para Key como na noite anterior queria escutar a voz da esposa por que apesar de tudo o que sabe ela não passa de uma criança e assim como na noite anterior não obteve  resposta.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx quebra de Narrativa Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

O advogado tentou contatar a esposa inúmeras vezes e de diferentes formas até que ficou preocupado a tal ponto que num dia depois do trabalho ele foi até o apartamento dela procurá-la, mas o que encontrou foi um espaço aberto com uma faixa na entrada desconfiou se sentindo inseguro.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx quebra de tempo e espaço/Uma semana depois 17:30 Sexta-feira Mansão Hayama Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

Tetsuya estava terminando de se arrumar para a festa do lançamento do produto x de um cliente importante ele ajeitou a gravata cinza de língua, os cabelos penteados para trás, o rosto tenso não gosta de usar fraque acha apertado e desconfortável, mas a sensação foi além da roupa, sim Key, de novo te deixou inquieto as olheiras não estavam mais lá dormiu menos do que gostaria o trabalho amenizou algumas expressões, no entanto o sentimento de insegurança não sumiu desde que conversou com o chefe na semana anterior.

 

-Aqui está danna-sama.:-disse Souishirou na porta em tom sério.

 

Tetsuya pegou o carro da garagem e o dirigiu até o hotel que será o local da festa de lançamento do produto x, o advogado estacionou o veículo no estacionamento e entrou no salão o garçom passou por ele e lhe serviu uma taça de champanhe ele passou pelas poucas pessoas que estavam chegando como não eram seus conhecidos ele saiu sem cumprimentar ninguém.

 

-Hayama-san é você está parecendo um pinguim.:-comentou a filha do dono do banco T sorrindo. -Aonde está a garota de antes?

 

-Takuma-san não quero conversar agora.:-disse batendo a taça na dela em tom sério.

 

Ele saiu da frente dela e foi para a sacada se inclinou pra frente com a taça na mão esquerda e ficou lá um tempo depois voltou ao salão.

 

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx quebra de tempo/21:00 Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

A festa estava em seu auge, os casais já estavam indo pra pista de dança quando um homem mais velho levou uma jovem parecida com Key para o centro ele achou que sua imaginação lhe pregou peças, mas ao escutar aquela voz teve certeza que é a esposa maquiada e com vestido de grife, mas é ela, atravessou o salão e segurou a mão deles.

 

-Com licença posso dançar com a ojou?:-perguntou em tom educado.

 

-Sim meu jovem, fique a vontade.:-respondeu o mais velho em tom gentil.

 

Key ficou hesitante, mas posou sua mão direita na do marido, mas o olhou séria e ele segurou a mão da esposa com um pouco de força o olhar foi do mesmo tom duro, ela não se encolheu, Tetsuya levou Key para outro lugar e seguiram até o elevador apertando a mão um do outro apesar de tudo ela iria voltar para casa, mas ele está com essa marra, então ela vai responder a mesma altura.

 

-Espere aqui, tenho que conversar com você.:-disse irritado com ela.

 

Ele saiu com pressa e em alguns minutos voltou apertou o botão do elevador e chegaram num andar mais calmo seguiram por um corredor vazio, no entanto bem iluminado eles entraram num quarto foi aí que ele soltou a mão dela.

 

-O que está fazendo?:-perguntou irritada massageando a mão.

 

-Eu é que pergunto, o que você estava fazendo? E onde estava fazendo? E com quem?:-perguntou calmo a segurando pelos ombros.

 

-Não quero falar sobre isso agora e não com você quero é ir embora.:-respondeu olhando para o lado neutra.

 

-Eu não deixo você ir, eu não quero que vá.:-disse firme e sério segurando a mão direita dela. -Key eu te quero.

 

-Não faça isso Tetsuya-san não desse jeito por que eu também te quero aliás eu te amo.:-disse ela o olhando nos olhos em tom suave.

 

-Então, é mais um motivo para não ir fique e me explique tudo ou deixa que eu te abrace.:-pediu no mesmo tom.

 

Key fechou os olhos e respirou fundo para controlar os nervos que pulsam como um martelo, mas isso foi por água abaixo quando sentiu a mão de Tetsuya em sua bochecha abriu os olhos e viu aquele semblante sério ele se aproximou e a beijou um gesto calmo e sem jeito deslizou a mão direita pelo pescoço dela e desceu até sua cintura aproximou os corpos de modo a ser sentidos através de todo aquele tecido ela sentiu aquele enjôo de novo, mas dessa vez não tão forte por isso deixou seu marido a conduzir, Tetsuya tirou a gravata, o blazer e abriu parte da camisa Key ficou extasiada, ele posou as mãos em seus ombros e abaixou a parte de cima do vestido azul sem cerimônias passou as mãos para os seios dela sem nada agora, Key apertou as unhas no ombro da camisa dele e segurou a voz ele pegou o rosto dela com a mão direita e em sussurro se aproximou suave. 

 

-Não se esconda eu quero escutar cada palavra sua voz seu rosto quero saber tudo aqui e agora.:-pediu em tom gentil. 

 

Key ficou surpresa olhando o rosto sereno do marido Tetsuya aproximou-se dela e lhe beijou com calma a menina não sabia o que estava fazendo e se deixou levar pelo movimento dos dedos lábios e experiência dele que deslizou mais ainda o vestido e o restante de suas roupas Key sentiu a pele tremer e seu estômago novamente se revirar ela se afastou e desabou os braços no colchão permitindo o contato que ele queria, quando recebeu a permissão Tetsuya beijou os lábios da esposa que retribuiu com malícia e volúpia deslizou as mãos para os seios dela os apertou na base e beslicou os mamilos ao mesmo tempo que lambia a sua língua e mordeu de leve a ponta roçou os dentes sob o queixo e foi deslizando a língua até o pescoço traçando uma linha , enquanto Key se perdia em sensações ele levou a boca para os montes e se deliciou a morder, lamber e alternar com eles desceu os lábios até a barriga dela e mordeu de leve a carne macia do umbigo Key sentiu o deslizar de sua calcinha em suas coxas ele tocou aquele lugar enfiou o dedo e ela reagiu arqueou suas costas para cima e de novo se perdeu em mais sensações.

 

-Key seja a garota que eu quero.

 

Tetsuya se apoiou sobre suas pernas e a penetrou sentindo algo quente em seu corpo.

 

-Para eu tô... não Tetsuya-san dói muito... Ah

 

-Não me peça para parar agora eu quero isso a muito tempo, eu te amo, te quero a muito tempo.:-declarou ele abaixando o rosto até ela.

 

Key parou e olhou surpresa levantou a mão direita e o beijou tímida ele se aproximou fazendo esforço para não se movimentar desnecessariamente pôs o braço direito nas costas dela e ficou parado esperando a dor passar beijou sua testa, seu olho direito e seus cabelos Key lhe sorriu, desajeitado ele começou a se mover com movimentos de vai e vem se acomodou ela levantou e o empurrou sem se retirar de dentro dela a segurou e a conduziu logo Key tomou o controle e com um beijo logo eles já estavam sendo dominados por seus mais loucos e primitivos desejos...

 

Continua...


Notas Finais


"suspiro" quente me abana. Até logo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...