História Eu não quero te deixar (VKook)-BTS - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Híbrido, Lgbt, Romance, Vkook, Yaoi
Visualizações 113
Palavras 1.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii meus bebês!
Por causa de seus pedidos... Estou de voltaaa!!
A fanfic voltou e voltou com tudo!!
Queria postar antes mas... Minha casa foi assaltada...
Faz dois dias que invadiram aqui e levaram meu notebook com minhas fanfics... ;----;
Eu perdi todas as capas e capítulos que escrevi...

Mas vida que segue... :'3

Bom, desejo a todos um bom capítulo! E espero que gostem! ~^O^~

Capítulo 30 - Acidente!?... Pt2


Fanfic / Fanfiction Eu não quero te deixar (VKook)-BTS - Capítulo 30 - Acidente!?... Pt2


...

Quando entro na garagem observo em volta notando que a mesma estava vazia, oq me deixava mais tranquilo e me da uma sensação precoce de segurança

-Podem vir, o carro não esta aqui...

Falo meio baixinho enquanto os chamava com minha mão balançando

-Tudo bem... Vamos ser rápidos antes que algo ruim aconteça!

Nam fala enquanto segura na mão do Jin o mantendo atrás de seu corpo, concordo com a cabeça enquanto seguia em frente e abria a porta que dava para a sala

Quando finalmente entramos vou de comodo em comodo conferindo se a casa estava vazia, quando finalmente tive a confirmação volto para a sala

-Esta tudo limpo, vamos para meu quarto rápido, não sei quando eles podem voltar!

-Eu me sinto sendo um ladrão invadindo uma casa! (Laillty: Devolve minhas coisas se foi vc Namjoon :'3)

Nam fala tirando um pouco de sarro da situação enquanto nos dirigíamos para meu quarto o mais rápido possível

Quando entramos no comodo meu queixo caiu... Onde caralho estavam minhas coisas!?? O quarto estava totalmente mudado e todos meus pertences sumiram como em um passe de mágica

-Mas... Oq?

Falo chocado

-Tae... Cade suas coisas...?

Nam pergunta muito confuso olhando em volta

-Appa do Tae naum jogou fora... naum é!?

Jin pergunta um tanto ressentido e triste olhando em volta

-Jogar fora... Bom é algo q ele faria... Claramente ele se livrou de tudo para poder usar meu quarto como um comodo para visitas...

Falo irritado olhando em volta e logo me viro para os dois

-Não adianta mais, ele se livrou do que eu tinha... Eu vou precisar passar no shoppings para pelo menos comprar algumas roupas... se vc não se importa de me levar Nam...

-Não tem problema nenhum Tae, vamos resolver isso!

Nam fala confiante e sorri assim como Jin para me reconfortar daquela situação...

De repente ouso o barulho do portão e entro em pânico, oq faremos!??

Corremos para baixo sem plano nenhum em mente mas sabiamos que se esconder lá em cima tiraria nossas chances de fuga

Eu tinha que enfrentar a situação mas pedi para o Nam levar o Jin para um lugar mais seguro que era na cozinha onde tinha a porta dos fundos, mesmo trancada poderia ser uma saída se as coisas acabassem mal...

-Tae!? Tae é você meu filho!?

Ouso a voz familiar de minha omma quando ela se deparou com a porta aberta, ela rapidamente entrou e quando me viu correu em minha direção me dando um abraço apertado

-Omma...? Oq vc...?

Pergunto confuso, minha mãe nunca foi calorosa e muito menos fava muita importância com oq acontecia comigo em si... Então pq...?

-Me desculpe filho... Eu sei que não fui um exemplo de mãe todo esse tempo mas quando eu vi oq seu pai fez com vc eu fiquei desesperada... Eu nunca achei que ele fosse fazer algo assim com vc meu amor...

Ela falava com uma voz de remorso enquanto algumas lágrimas escorriam de seus olhos, tudo que pude fazer era ficar em silêncio e imóvel, eu não podia perdoar ela por todos esses anos defendendo meu pai e omitindo seus maus tratos no Kook e até em mim quando pequeno

-Ei cadê você? Pensei que tinha dito para vc ficar na porra do carro!

Eu senti meu corpo tremer e um calafrio passar pela minha espinha enquanto meu sangue começava a ferver... Ai está... A voz do meu maldito appa...

Ele entra sem nem dar tempo de minha mãe falar nada ou até mesmo raciocinar a situação, quando ele me vê rapidamente ele fecha a cara e vem em nossa direção pegando o braço de minha mãe e a jogando no chão

-Seu bostinha bastarda... Oq faz aqui? Acho que você realmente esta querendo que eu mesmo te mate! Ah, e onde esta aquela sua putinha em forma de gato!? Vou adorar acabar com ele tbm... Aproveito a sua serventia e o utilizo também... Como uma bela vadia ele vai chorar quando estiver partindo ele no meio

Ele fala abrindo um sorriso sinico e deu uma risadinha, eu não podia mais controlar o ódio que estava sentindo naquele momento então em um minuto meu corpo se moveu sozinho oq me fez dar um soco em sua face que o leva para trás um tanto surpreso

-É melhor você ter respeito pelo meu namorado seu desgraçado! Não me importo pelo que sente por mim ou os xingamentos que me da... Mas se falar assim do Jungkook de novo,ameaçar ele ou tocar em um fio de cabelo dele eu mesmo faço vc engolir seus dentes!

-Eu vou te matar seu viadinho de merda!

Ele grita e vem em minha direção como um touro segurando a arma que tinha acabado de pegar do balcão, quando vejo a arma reluzir meu corpo trava pela surpresa mas antes mesmo dele chegar até mim ele é chutado e cai no chão em seguida... Olho para o lado e vejo o Namjoon se recuperando do esforço que fez para o parar enquanto minha omma via tudo assustada no canto da sala

-Nam! Tira o Jin daqui não é seguro!

Grito para o Namjoon que atento protege seu noivo ficando na frente dele, Jin se encolhia muito assustado atrás do mesmo

-Então... Vc trouxe um amiguinho... E quem diria, ele tbm tem uma de suas putas particulares...

Ele olha para Jin o analisando e abre um sorriso sádico

-E essa puta esta esperando um filho não é mesmo...!?

Ele comenta rindo oq faz o Namjoon o olhar ainda mais intensamente de ódio

-Eu vou te matar se encostar no Jin e no meu filho, é melhor sair da nossa frente seu maldito!

Namjoon fala muito bravo, nunca tinha o visto naquele ponto, mesmo surpreso com o Nam eu estava concentrado em tirar o Jin dali, ele esta esperando uma criança e toda essa situação já estava o fazendo muito mal...

-Você que resolveu invadir a minha casa com esse merdinha... E eu não vou deixar vocês saírem com vida!

Ele fala abrindo mais um sorriso enquanto aponta a arma em nossa direção

-Ah vc vai sim...

Falo e logo vou rapidamente em sua direção colocando seu braço q segurava a arma para cima e dou um chute em seu estômago que faz ele cair de joelhos, enquanto ele tentava respirar grito

-VAMOS!

Nam segura na mão do Jin e corre o mais rápido que pode mas meu pai chuta suas pernas fazendo ele cair e se afastar do Jin, na mesma hora ele mira a arma para o Jin que estava caído chorando o olhando muito assustado

-Se vocês saírem por essa porta eu vou acabar com q vida desse malditinho...

Ele fala seriamente olhando para nossos rostos, o Nam estava paralisado e quase que implorando para não fazer nada

-Oq foi? Perdeu a coragem por causa desse lixo aqui...? Kkkk Então você que fez essa criança n é mesmo...?

Ele ri olhando para o Nam e aponta a arma em direção a barriga do Jin sorrindo para o mesmo

-Não faça isso! Não machuque eles!

Nam grita desesperadamente enquanto Jin chorava o mais silenciosamente possível cobrindo a boca e se encolhendo tentando proteger seu barriga com a mão

-N-Não... Meu... Meu bebê não...

Jin murmurou baixinho assim como seu choro desesperado enquanto se encolhia ainda mais

-Como vc ousa falar comigo seu bosta? Você me irritou... É seu filho que você quer proteger...? Uma pena que meu dedo esteja cansado...

Ele fala abrindo mais um sorriso enquanto começa a forçar o gatilho, ele ia atirar!

-NÃOOOOOO!!

A voz do Nam sai juntou com o barulho do disparo da arma...

Tudo fica em silêncio...

O zumbido em nossos ouvidos sumiam lentamente recuperando a audição...

Olho para o Jin desesperadamente e logo Nam corre até o mesmo...

Jin estava intacto... Todo o sangue do chão era... Da minha omma...

Ela se jogou na frente do Jin salvando a vida dele e do bebê quando viu que meu pai ia atirar...

Quando meu pai viu oq tinha feito ele ficou em estado de choque, ele simplesmente saiu correndo de casa enquanto eu vou até minha omma a segurando com força

-O-Omma... Por favor viva... Você... Eu te perdoo...

Falava enquanto não podia controlar minhas lágrimas

-Meu bebê... Vá viver sua vida... Não deixe seu pai te machucar mais... Eu te... Amo...

Ela falava com dificuldade enquanto a sentia ficar mais fraca a cada segundo, passou a mão em meus cabelos e deu um sorriso... O primeiro sorriso que vi seu...

-Seja muito feliz... Cuide do Kook... Ele te ama muito... Muito... Mesmo... Estou orgulhosa de você meu anjo... Orgulhosa...

Ela falou enquanto fechava seus olhos dando seu último sopro de vida lentamente em meus braços

-Omma... Omma... Eu te amo... Eu te amo...

Chorava como uma criança a abraçando forte sem conseguir sentir nada além de meu coração apertar fortemente como se uma parte morresse com ela

Ouvia os choros dos dois que se abraçavam fortemente enquanto nam murmurava passando a mão na barriga de jin e beijando sua cabeça q estava encostada em seu peito

-Eu pensei que fosse perder vocês...

-Amor nunca nos perder... Estamos aqui...

Jin respondia baixinho ainda chorando muito

Eu nunca tive o amor q um filho deveria ter de uma mãe... Nem a atenção... Cuidado... Ou carinho... Mas eu pude finalmente ver a dor dela por ter perdido isso, ver oq ela sentia, e compreender...

Eh te perdoo omma... Por tudo...

Espero que agora você esteja em paz...

Eu te amo...

...


                                      Continua ---->>>


Notas Finais


Obgg por lerem mais um capítulo!
Estamos de voltaaa \o/
R.I.P omma Tae :'3
Eu ainda to muito triste com o ocorrido aqui em casa... Mas vamos superar... Tudo que escrevi e oq eu fiz vou tentar refazer aos poucos... (╥_╥)
Bom espero que tenham gostado meus pandinhas de morango! Até mais! ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...