História Eu Não Te Mereço - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Conflitos, Desconfiança, Narusasu, Naruto, Romance, Sasunaru, Yaoi
Visualizações 134
Palavras 1.462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Luta, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - He's back


Fanfic / Fanfiction Eu Não Te Mereço - Capítulo 2 - He's back

Naruto não se contém, deixa Kiba pra trás que grita um "Até mais" e corre em direção do Sasuke para lhe dar o mais forte abraço, mais para confirmar pra si mesmo que não era um sonho e que ele realmente voltou.

-Ei, desse jeito você vai me matar sufocado - ri e Naruto separa - é bom te ver também.
-Quando você chegou? Por quanto tempo vai ficar? - Naruto fala tão rápido que mal deu pra entender.
-O hokage resolveu suspender as investigações por enquanto e provavelmente voltei permanentemente - responde calmo.
-Por que provavelmente?
-Kakashi disse que iria converser o conselho a deixar eu ficar, muitos não confiam em mim devido aos meus erros do passado - diz triste por lembrar tudo de ruim que já fez.
-Bom, não tem com o que se preocupar - coloca as mãos nos ombros de Sasuke - Kakashi é o hokage, todos confiam nele e em suas palavras.
-Espero que esteja certo - sorri de lado - como estão as coisas por aqui? Mudou muita coisa desde que eu estive aqui.
-Estão bem... até de mais pra falar a verdade - coça a cabeça - Sakura está quase comandando o hospital, Shikamaru está namorando a Temari, a vila está bem ansiosa pois vai ter um grande evento anual pelo fim e vitória da Grande Guerra Ninja...
-O seu aniversário está chegando - Sasuke interrompe.
-Ahm? Você lembra? - diz surpreso.
-Depois de tudo que passamos, claro que lembro - tosse - será que você não quer sair comigo no seu tão aguardado aniversário de 20 anos? - diz envergonhado.
-Que? Sério? - seus olhos brilham de felicidade.
-Sim, agora que estou de volta não vejo motivo para... er... deixa pra lá - o moreno demonstra insegurança.

Naruto o abraça novamente e sente como se fosse a pessoa mais feliz do mundo. Será que agora ele realmente teria o amor de Sasuke?

-Tenho que ir pra casa agora. Você tem lugar pra ficar? - Naruto pergunta preocupado.
-Na verdade não, tenho que procurar uma casa pra comprar, até lá eu procuro um quarto pra alugar.
-Sabe... você pode ficar na minha casa até lá - faz a oferta - afinal, você vai precisar economizar pra comprar a casa né? - tenta convencer.
-Não sei - hesita - não quero lhe causar problemas e nem despesas.
-Que nada, agora que sou jounin estou ganhando bastante, e também não gosto de ficar sozinho - faz cara de cachorro que caiu do caminhão da mudança.
-Então tudo bem, mas se em algum momento você achar que eu for incomodo pode falar que saio na hora. E para de fazer essa cara, idiota.

Naruto pula de alegria e então começam a caminhar em direção a casa do loiro, e ele não parava de tagarelar sobre tudo que aconteceu enquanto ele estava fora, em como todos ficariam felizes em saber que Sasuke tinha voltado pra casa. Naruto não notou mas todos por quem passaram estavam comentando sobre o Uchiha, com "receio" de que algo ruim poderia acontecer de novo, e Sasuke não podia tirar a razão deles pois o que fez é imperdoável. 
-...e agora a vovó Tsunade está viajando pelo mundo curando pessoas que não têm acesso à hospital ou bons médicos - Naruto para em frente à sua porta e vê que Sasuke esta cabisbaixo - o que houve?
-Não é nada não - sorri de lado.

Naruto não acredita porém não o interroga, deve estar tentando se acostumar novamente a sensação de chamar Konoha de lar. Ao adentrarem na casa, Sasuke se depara com a bagunça que é a casa do loiro.

-Você realmente não mudou nada - Sasuke diz rindo.
-Cala a boca idiota, eu só não tenho tempo pra arrumar - tenta se explicar - e pra que arrumar sendo que vou bagunçar de novo?
-Simples, pra evitar que quando alguém entre na sua casa, não tenha a mesma reação que eu - corrige o garoto.
-Bla bla bla, já entendi, papai - zomba do Uchiha.

Naruto cai na gargalhada, mas para quando Sasuke enfia uma meia suja em sua boca.

-Eca - cospe - qual o seu problema? vai ter volta, idiota - ameaça. 
-Se zombar de mim de novo, eu enfio esse lixo em todos os buracos do seu corpo - revida.

-Tá bom então, amanhã eu arrumo - fala e se vira indo em direção ao banheiro - eu vou tomar banho, quer pedir algo pra comer?
-Pode ser.
-Certo, tem um telefone na cozinha e o
número do Ichiraku está na agenda, pode pedir o que quiser - fecha a porta.
-Telefone? Sasuke diz baixo.

Meia hora se passa e Naruto sai do banho, caminha em direção à cozinha e vê Sasuke quebrando a cabeça com algo:

-Eai? Pediu? - pergunta.
-Ér... não... como que funciona esse tal telefone? 
-Você nunca viu ou usou um telefone? - Naruto ri.
-Na floresta não tem telefone - Sasuke responde querendo acabar com a graça.
-Tá bom esquentadinho - responde revirando os olhos - você aperta esses botões, coloca no ouvido e espera a pessoa do outro lado atender e então é só falar.
-Que pratico - Sasuke diz admirado.

Naruto faz o pedido e arruma a cozinha enquanto Sasuke está no banho, no qual não demora muito.

-Naruto, pode me emprestar uma roupa pra dormir? - Sasuke aparece somente com uma toalha amarrada na cintura, o que faz Naruto delirar por dentro. 
-Posso, pega lá no meu armário - fala o mais natural possível pra não demonstrar o nervosismo que está sentindo.

Sasuke entra no quarto e Naruto suspira. -tenho que me controlar, já fiz coisas de mais hoje - Naruto pensa sobre a situação com o Kiba mais cedo, agora lhe batendo um pouco de arrependimento. A campainha toca e Naruto vai até seu quarto pegar o dinheiro e quando entra vê o Sasuke de costas... NU... que quando nota a presença do loiro da um grito de susto.

-Desculpa... desculpa... só vim pegar o dinheiro pra pagar a comida -Naruto fica todo vermelho ao adentrar o quarto correndo e pegar sua carteira - desculpa.

Naruto abre a porta tremendo, o entregador pergunta se ele estava bem e o loiro confirma, pega a comida, paga, agradece e fecha a porta.
Okay, ele precisava tirar essa cena da cabeça. Foi pra cozinha e arrumou o que faltava, sentou-se na mesa e em seguida Sasuke apareceu se juntando a ele. Começam a se servir, o jantar segue silencioso até Sasuke perguntar:
-Você tem treinado? - quebra o gelo.
-Sim - começa a suar de nervosismo com o que havia feito com o Kiba - e você? 
-Sim, tô controlando bem meu olho esquerdo, inclusive tenho uma surpresa pra você - diz e come o lamen.
-Surpresa? O que seria? - Naruto pergunta inquieto.
-É surpresa, idiota. - Sasuke diz e admira Naruto bugado pensando em várias possibilidades.

Ambos terminam suas refeições e seguem para o quarto de Naruto e começam a conversar sobre coisas aleatórias. 
Naruto estava contando sobre uma missão que fez na vila da areia com a ajuda de Gaara e novamente vê Sasuke cabisbaixo:

-Sasuke o que você tem? - pergunta

silêncio...

-Você sabe que pode me contar - tenta novamente obter uma resposta.
-E se não for uma boa ideia eu ficar em Konoha? - desabafa.
-Por que está pensando isso? Aqui é a sua casa, onde mais iria ficar? - conforta-o 
-Ninguém confia em mim, provavelmente acham que vou surtar e me virar contra vocês de novo. Eu me arrependo de ter sido tão burro no passado, de ter sido manipulado, de ter tentado te ferir inúmeras vezes, eu me arrependo por não ter entendido antes o que Itachi teve que fazer, por ter odiado ele por tanto tempo - lágrimas brotam em seus olhos - eu me odeio, e entendo porquê todos na vila também me odeiam.
-Ei - Sasuke olha nos olhos de Naruto - eu não te odeio, e não se preocupe com o que os outros acham, eu te ajudarei a mudar o que eles acham de você, todos vão voltar a confiar em você, eu farei o possível pra isso acontecer. Te dou a minha palavra - lhe mostra um sorriso grande e largo.

Sasuke abraça Naruto e deixa sair às lágrimas que ele guardou por tanto tempo, odiava se mostrar tão vulnerável, mas ele sentia que com o loiro poderia, o mesmo que não via a muito tempo e que estava morrendo de saudades, o mesmo que ele não queria mais ficar longe. E não iria. 
Os dois se deitam, abraçados, com Naruto fazendo cafuné para tentar acalma-lo, até ambos adormecerem com o calor e conforto que um causava no outro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...