1. Spirit Fanfics >
  2. Eu não te odeio >
  3. O beijo.

História Eu não te odeio - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


:3:3:3:3:3

Capítulo 7 - O beijo.


Fanfic / Fanfiction Eu não te odeio - Capítulo 7 - O beijo.

[Ink]

Beep
Beep


Bom dia pra quem teve um ótimo encontro! Hehehehe! Eu tô taaao feliz, ocorreu tudo muito bem, eu me diverti muito! Mas infelismente tive que ir embora, uma criadora queria minha ajuda. Mas enfim, estou louco para ver o Error de novo!

Eu desco as escadas como e depois vou pra faculdade. Chegando lá vejo Outer parado na porta.

- Heya! - diz Outer sorrindo

- Oiee, não sabia que você estudava aqui

- Eu faço astrologia.

- Nossa, que inesperado.

- Heheh, o Dream me contou que você tá saindo com o Error heim?

- (DREAM FOFOQUEIRO) é-é... nós começamos a sair...

Dream também chega na faculdade, e nós 3 ficamos conversando. O sinal tocou e o Error não apareceu... Eu fiz algo errado?

_Quebra de Tempo_

Outer deve ter notado que eu estava preocupado no intervalo, assim como o Dream.

- Tá tudo bem, Ink? - diz Outer chamando minha atenção.

- Claro...

- Uhum, Ink você tá olhando para a janela a uns 10 minutos.

- Eu tô só... pensando...

- Seus sentimentos estão negativos, ta tudo bem mesmo? - pergunta Dream olhando pra mim com uma cara de preocupado.

- Eu já falei que eu tô bem! Eu heim...

Eles ficam em silêncio por um tempo, mas depois continuam a conversar, eles me destrairam um pouco e eu também tava falando. Até o sinal tocar e cada um ir pra sua aula.

_Quebra de Tempo_ 
Eu fui pra casa de Error, não queria que nós ficassemos brigados de novo.( Tô sendo muito stalker?)
Eu bato na porta mas ninguém me responde. Eu lentamente abro a porta e vou pro quarto dele. Chegando lá vejo ele deitado, ele tava com o rosto um pouco amarelo.

- Ink? -ele fala olhando pro lado.

- O-oi... - eu lentamente abro a porta. - Você não foi a aula hoje, eu fiquei preocupado... não me assusta assim!

- Desculpa... eu fiquei doente.

- O sorvete?

- O sorvete, o refri, e também aquele cinema frio. Minha sinusite atacou, aí eu fiquei em casa.

- Desculpa.

- Por?

- Foi eu quem deu a idéia do shopping... - não queria que ele ficasse doente.

- ele põe a mão na minha cabeça* tá tudo bem, eu já tomei o remédio e eu tô melhor.

- Okay... - eu abaixo a cabeça.

Ele me olha pensativo.

- o que eu faço pra te alegrar? - ele diz colocando a mão dele no meu queixo e levantando meu rosto para perto ao dele.

Eu não respondi nada, eu só fiquei observando cada detalhe do rosto dele, senti meu rosto esquentar.

- Ele sorri de canto de boca* o gato comeu sua língua? - ele chega mais perto.

- E-eu... v-voce... você ta doente...

- pff hahahahah - ele começa a rir, ELE TAVA FAZENDO ISSO DE PROPÓSITO.

- * cora muito * VOCÊ TAVA ZUANDO?!

- Desculpa Ink... hahahha! Mas eu não resisti

- sem graça.

- eu posso te beijar de verdade agora.

- NÃO! tô bravo contigo!

- Pfff hahahaha! Que fofo.

- Só de raiva eu vou ficar o resto da tarde aqui!

- Droga. Vou ter que ver sua cara feia o resto da tarde.

- ( - . -) me respeita

E assim nós passamoso resto da tarde... rindo, e zoando. Até o Error começar a passar mal de novo.
Ele tava rindo fraco e o rosto dele tava ficando amarelado de novo.

- Error?

- Eu acho que vou deitar... - ele se levanta e vai pro quarto.

Eu vou atrás dele, ele deita na cama e eu pego remédios. Eu dou pra ele e ele continua deitado enquanto eu estava sentado do lado da cama.

- Ink.

- Sim? - eu olhei pra ele meio preocupado com medo de que ele estivesse passando mal de novo.

- Deita comigo...?

- *cora* T-tem certeza...?

- Uhum.

Eu me deito com ele, não sei se era a febre, ou se era eu mesmo mai eu sentia ele quente. Me dava um pouco de vontade de adormecer alí. Mas eu tinha que ir embora daqui a pouco, ele me abraçava contra o peito (?) Dele.

Eu...

Não...

Posso....

Dormir....

_Quebra de Tempo_


EU DORMI COM ELE!! Pq eu sou assim ;-;

Me viro e vejo o relógio, era 5 da manhã.

Ele continuava me abraçando, me sentia seguro alí, como se ele fosse me proteger de tudo que tentasse me machucar.

- Ink...? Ta acordado?

- Sim.

- Eu vou te deixar doente também.

- não faz mal. - eu ergo minha cabeça para olhar nos olhos dele.

Ele sorriu pra mim. E eu deitei um pouco mais para cima para ficar da mesma altura dele. Ele me olhava sonolento, ele dormiu ou tinha acordado agora?

Eu chegava mais perto e mais perto. Conseguia sentir a respiração baforada dele.
Provavelmente eu estaria muito vermelho agora.
Finalmente nossos lábios (?) Se selaram. Era perfeito, devagar, calmo e ao mesmo tempo apaixonante. Ele pediu passagem com a língua, e eu logo cedi. Nós infelizmente nos separamos pela falta de ar. E ficamos nos encarando por uns segundos, que mais pareciam horas.
Ele me abraçou mais forte, e eu devolvi. Nossas pernas se entrelassavam debaixo do edredom, e ficavamos cada vez mais próximos,o escuro do quarto só tornava aquilo mais tentador. Ele estava quase a me beijar de novo quando o celular toca. ( ESTRAGA CLIMA DO CARALHO.)

Eu pego ele e desligo, era Isabella me ligando, e eu não tava nem aí se ela ficassem brava comigo por Não atender.
Nós ficamos envergonhados pelo que tinha acabado de ocorrer. Mas... não poderíamos negar que gostamos daquilo. Eu me deito de novo, morrendo de vergonha e nós apenas nos ignorando por alguns momentos.
Error dormiu de novo, acho que os remédios deixavam ele com sono. Já eu fiquei até as 7 da manhã deitado pensando naquele beijo.


Obs: A Isabella ligou para o Ink aquela hora pq ela madruga com ele direto e ela ta acostumada a falar com ele á essas horas mesmo.

 



To be continued...

 

 

 


Notas Finais


Isabella é um personagem autoral meu.

Beijinhos
~Snow ( * 3 *) ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...