História Eu não vou ceder Jikook-incesto - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys (BTS), Incesto, Jikook, Kookmin
Visualizações 79
Palavras 665
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção, Fluffy, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


...

Capítulo 10 - Acampamento zueira pt.2


~ Jão Biscoito ~

-Jimin... -Chamei manhoso.

- O-oque foi?

- Bem... mais cedo você me prometeu algo... e e-eu cumpri.- Por um breve momento ficou tudo quieto.

- E-eu não me lembro de nada- O mesmo se virou ficando deitado de costas pra mim.

- Então deixa eu refrescar sua memória.

Colei meu corpo atrás dele, ergui somente sua cabeça e o beijei. Não é um beijo com nenhuma malícia, foi apenas encostar nossos lábios. Tá... não é o beijo que eu quero mas é melhor do que nada.

-K-k-kookie, o que v-você pensa que t-tá fazendo?- perguntou meio manhoso.

-E-e-eu... me desculpa Jimin, mas foi você que me prometeu.

- Kookie olha pra mim agora- Ele disse um tom autoritário o suficiente para arrepiar os pelos do "Carlos Júnior", ou seja o meu cu.

-J-jimin, me perdoa, f-foi por impulso.

-Olha pra mim AGORA.- Se no meu cú não passava nem sinal de Wi-Fi, agora se alguém enfiar uma JBL ligada lá o bluetooth não conecta. Ergui minha cabeça para olhar para ele e o mesmo avança sobre os meus lábios... WTF?????

-Faz de novo, faz direito.- Ele disse antes de voltar a me beijar. Jimin pediu passagem com a língua e eu cedi (claro, eu não sou idiota), esse sim era o beijo, aquele que até fazia um barulho estalado. 

Após um momento assim sinto Jimin esfregar aquela linda e maravilhosa bunda no meu "Kookie Jr.". Começei a arfar durante o beijo então subi minhas mãos até sua cintura e a apertei com um pouco de força, o que o fez gemer no beijo. 

Logo vou descendo as carícias até as sua lindas e maravilhosas coxas, logo em seguida apertando com força, passo minha mão para aperte interna das coxas de Jimin e aperto mas dessa vez com mais carinho, o que fez ele rebolar com mais intensidade. Jimin colocou uma de suas mãos sobre meu membro mais acordado do que nunca, e passou a masturba-lo por cima de meu shorts de moletom.

Coloquei uma de minhas mãos afoitas em baixo de sua camisa e apretei a carne macia de sua cintura, o ouvindo arfar, subi a mão para seu mamilo e comecei a estimula-lo. Separei minha boca da boca do Jimin apenas para ficar no meio de suas pernas, encaixei a bunda de Jimin em cima de meu membro, coloquei minha cabeça por dentro de sua camisa e dei alguns chupões em seu peitoral e barriga enquanto simulava estocadas lentas e forte na bunda grande de Jimin, escutando o mesmo controlando seus gemidos, comecei a chupar e morder seu mamilo esquerdo enquanto beliscava e aperta seu peito direito.

Comecei a intensificar os movimentos com meu quadril, parei pois comecei a fazer uma trilha de beijos, mordidas e chupões até sua virilha, ali puxei lentamente seu shorts para baixo enquanto observava seu olhar sobre mim, aquele olhar de "quero mais".

Terminei de puxar o shorts e cuaca para baixo, o suficiente para deixar seu pau para fora, e meu Rikudou do céu... é a primeira vez que eu vou dizer isso, mas... QUE PAU FOFO. Ele é rosado e mediano, tão pitico.

Jimin ficou com um pouco de vergonha quando me viu olhando demais, e ficou todo corado. Até nessas horas ele é fofo. Masturbei um pouco seu membro antes de abocanhar, o ouvi gemer um pouco alto, então parei. 

-Faz silêncio bb, não tá só a gente aqui, ok?- Disse carinhosamente e o vi concordar com a cabeça. Continuei a fazer seu boquete, mas dessa vez o ouvindo abafar seus gemidos com o braço, ele estava segurando o que conseguia, quando fiz o primeiro movimento de garganta profunda o sentir se contorcer avisando com seu corpinho que estava próximo de seu orgasmo. Aumentei a velocidade de meus movimentos e indo o mais fundo que conseguia. Logo Jimin gemeu manhoso enquanto gozava em minha garganta, continei o chupando mais um pouco e o limpando para prolongar o prazer...


Notas Finais


Sopa de macaco, sopa, sopa de macaco...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...