História Eu Nunca Irei Te Amar -(Vkook)-BTS - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Casamento Arranjado, Jeongguk, Jungkook, Jungkook Top, Lemon, Longfic, Namjin, Taehyung, Taehyung Bottom, Taekook, Taetae, Vkook, Yoonmin
Visualizações 1.463
Palavras 1.852
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura😊😊😊

Capítulo 40 - Tudo dando errado


Fanfic / Fanfiction Eu Nunca Irei Te Amar -(Vkook)-BTS - Capítulo 40 - Tudo dando errado

Namjoon on


O doutor me deixou ver o Jungkook, passei pelo corredor e ele abriu a porta do quarto para que eu entrasse, ao entrar encarei o Jungkook e ele parecia mais confuso que eu, me aproximei dele e me sentei ao seu lado.



-Como você está?? -perguntei.


Jeon: não sei... não me lembro de nada. -ditou baixo.


-eu acho que te drogaram. -falo de uma vez, ele me encarou.


Jeon:eu fui drogado?? Como isso aconteceu?? -perguntou sem entender.


-não sei, o Yoongi disse que você estava investigando sobre a morte da sua mãe e sobre os pais de Taehyung, Jungkook eu não te avisei que isso era perigoso?? Porque teve que continuar a fazer isso?? -pergunto com raiva.


Jeon:pêlo Tae...quero que ele seja feliz. -ditou de cabeça baixa.


-depois do que você fez não posso acha que ele ainda consiga. -ele me olhou rapidamente.


Jeon:depois do que eu fiz??? Do que está falando?? Eu o machuquei?? -assenti.


-não fisicamente. -ele suspirou aliviado. -mais as coisas que você disse a ele o machucou muito, Jimin me ligou a pouco tempo dizendo que Jennie ligou pra Hoseok dizendo que Taehyung apareceu na casa dela passando mal. -dito.


Jeon: não era minha intenção dizer sabe se lá oque pra ele....mais não posso ir pedir desculpas, vou dar o divórcio a ele e vou embora. -franzi o cenho, confuso.


-embora?? Está louco Jungkook??!


Jeon:calma Hyung, eu volto....eu lembro que pouco antes do Taehyung entrar no meu escritório eu estava ao telefone com Yoongi e pedi para que ele arrumasse uma passagem pra mim. -explicou.


-e pra onde você vai?? E por qual motivo?? -pergunto impaciente.


Jeon:irei para o Japão. -meu queixo caiu ao ouvir aquilo. -descobri que antes de vim pra Coreia o pai do Taehyung estava lá, então se eu quiser descobrir alguma coisa a única opção é ir para lá. -passei a mão no rosto, respirando fundo.


-você ficará lá por quanto tempo?? -pergunto.


Jeon:ainda não sei, mais vou voltar antes deles dois se casarem. -falou firme. -Hyung, se eu demorar para voltar isso será sinal de que algo de ruim me aconteceu. -o olhei surpreso. -provavelmente vão me seguir até lá, depois do que aconteceu hoje não duvido nada, por isso que vou contratar dois seguranças para mim e um para o Taehyung. -falou.


-você sabe que ele não aceitará isso não é?? Ele pode até desconfiar. 


Jeon:eu sei, é por isso que ele não vai saber, esse segurança vai segui-lo para todos os lugares sem que ele saiba. -explicou. -hyung, não deixe que ninguém saiba disse que aconteceu hoje, uh? Apenas o Yoongi e mais ninguém. O Taehyung não pode saber, ele pode desconfiar. -assenti.


-quando você irá?? -ele suspirou.


Jeon: amanhã. Quero voltar a tempo, darei o divórcio a Taehyung e pretendo voltar antes dele se casar, se algo acontecer a ele me ligue okay?? -balancei a cabeça, concordando.




UMA SEMANA DEPOIS.....


Tudo estava dando certo.... consegui me lembrar para onde estava indo aquele dia quando sai de casa avisando ao Taehyung que quando voltasse iríamos para a casa de praia dele, estava indo ao hospital onde minha mãe faleceu e descobri que nenhum mulher com o nome de Jeon Eunbi morreu nesse hospital, estava a caminho do aeroporto, não pude ir naquele dia porque ainda não tive que resolver algumas coisas. Assim que o carro parou sai do mesmo e peguei minha mala, paguei o motorista e fui em direção a entrada do aeroporto, enquanto caminhava alguém me chamou.



Min:Yah! - me virei ao reconhecer a voz e avistei Yoongi e Namjoon. -ia embora sem se despedir?? -os dois se aproximaram. Ri soprado.


-desculpa Hyung, meu vôo ja vai chegar e não deu tempo de me despedir de vocês. -dito.


Nam: Você conseguiu contratar os seguranças?? -assenti.


-um ficará de olho em Taehyung mais por precaução eu quero que vocês também fiquem de olho nele. -os dois assentiram. -os meus seguranças já estão no Japão, pedi para que ele fossem primeiro pra tentarem descobrir algo.


Min: Tome cuidado okay?? -pediu preocupado.


-não se preocupem comigo, eu voltarei. Prometo. -abracei Yoongi e logo em seguida abracei Namjoon.













Taehyung on


Esses dias eu fiquei na casa de Jennie, mais a pedido do meu pai e do pai de Jackson hoje eu teria que ir começar a morar com ele, mesmo não estando casados ainda. A maioria das minhas coisas já estavam na casa dele, estava terminando de tomar banho, sai do box e me enxuguei com a toalha, ao me olhar no espelho não me surpreendeu o fato deu estar parecendo um morto vivo, eu não sai desse quarto nem mesmo para ir comer, Jennie que têm cuidado de mim esses últimos dias, mesmo com toda essa dor que eu estou sentindo no peito....como se algo estivesse me sufocando...eu não vou mais sofrer pêlo Jungkook, eu cansei, cansei de ser bonzinho para as pessoas, se é um monstro que todos querem como amigo, filho, marido... é isso que serei, mudarei com todos, e eu juro....Juro que nunca mais me apaixonarei por alguém novamente e meu maior desejo é nunca mais poder ver ele, o Jungkook. Sai do banheiro e fui em direção a minha mala, peguei uma box e a vesti, procurei por uma roupa e assim que terminei de me vestir arrumei minha mala e sai do quarto, desci as escadas e vi Jennie, a mesma estava sentada no sofá ainda de pijama e assistia um Dorama, sorri fraco ao ver que até os Doramas favoritos dela também eram os meus.



-Jennie. -a chamo e ela vira o pescoço me olhando de cima a baixo. -eu já vou. -a mesma se levantou do sofá.


Jennie:Mais já?? Tem certeza Tae?? Pode ficar mais tempo se você quiser. -nego.


-obrigado mais eu preciso ir. -sorri fraco.


Jennie: então tá, mais me ligue okay?? Podemos sair juntos não é?? -perguntou.


-claro, você pode ir me visitar também. -ela assentiu.


Jennie:se acontecer algo você sabe que pode contar comigo não é?? -assenti. -Você é como um irmão pra mim. -sorri.








[....]


Quando o motorista parou em frente a mansão de Mark saí do carro e peguei minha mala, estava cobrindo todo o meu rosto, usava um óculos escuro, uma máscara preta que cobria minha boca e nariz. Fui até a porta e toquei a campainha, uma mulher baixinha abriu a porta e logo me deu passagem.



???: O senhor Kim chegou. -ditou a mulher que andava na minha frente. Parei no meio da sala avistando Mark e meu pai


Pai: Taehyung, preciso dizer algo a você. -a ajumma pegou minha mala e logo subiu as escadas, me aproximei de meu pai e de Mark, os dois me encaravam sérios demais.


-fale logo. -pedi já impaciente.


Mark:O Jungkook....ele foi embora. -franzi o cenho.


-e qual o problema?? Que ele fique por lá mesmo e não volte mais. -dito sério.


Mark:esse não é o problema. -falou.


Pai:com ele longe vai demorar ainda mais para vocês se divorciarem. -disse o mesmo.


-e oque eu tenho a ver com isso?? Não é problema meu, já estou fazendo muito por você. Quer que eu o mande voltar?? Pois eu nunca farei isso, que ele apodreça lá, eu não me importo. -os dois me olharam surpresos.


Pai:Oque deu em você Taehyung??! -meu pai parecia com raiva, eu ri.


-eu cansei de todos vocês. -falo entredentes. -não estavam reclamando porque eu fingia ser oque não sou?? Porque eu era bonzinho demais?? Então agora todos vocês terão que aturar o verdadeiro Taehyung. -falei frio. Dei as costas ao dois e fui em direção as escadas.



Eu não me importo com mais nada, não tenho nada a perder, se eu morresse agora eu não me importaria, eu não quero mais saber de nada, do Jungkook, dos meus amigos, dos meus pais, de ninguém, eu sei que esse sentimento ainda continua aqui, dentro de mim, eu ainda o amo....mais eu não quero e não vou aceitar isso, irei esquecer o Jungkook. Não vou demonstrar nenhum tipo de sentimento a ninguém, se eu ainda vou sofrer?? Sempre, mesmo não querendo eu sempre irei...porque por mais que algo ou alguém tente me fazer feliz eu sempre serei uma pessoa infeliz, então a única coisa que possa fazer é aceitar isso.














Jungkook on


4 SEMANAS DEPOIS....


Vai fazer um mês que estou aqui e até agora não descobri absolutamente nada, não posso continuar demorando para descobrir algo, tenho que voltar antes do Taehyung se casar, não posso e nem quero vê-lo casado com outro, espero que ele esteja bem, não tem um dia em que eu não pense nele. Eu realmente espero que ele não esteja sofrendo muito. A uma semana atrás eu estava indo a um bar e por coincidência eu encontrei Rosé, ela estava, como sempre, aos beijos com um homem bêbado, a aparência dele mostrava que o mesmo era um empresário, eu não fui até ela e de qualquer jeito ela não me viu.



Yixing: senhor?? -um dos meus seguranças me chamou e eu o encarei. -descobrimos algo. -me levantei do sofá ficando de frente para ele. -a antiga mansão do senhor Kim, o senhor vai lá?? -assenti.


-pegue meu carro e chame o Jong-dae, irei trocar de roupa. - ele assentiu e logo saiu.



Fui para o meu quarto e troquei de roupa rapidamente e logo sai, fui em direção a porta e sai de casa, Yixing e Jong-dae já me esperavam no carro, entrei no mesmo e Yixing logo deu partida. Demorou um pouco para chegarmos, a casa ficava muito longe, era bem afastada da cidade, ao redor havia muito mato, ela era a única casa que existia por awui, parecia aquelas de filmes de terror.



-ele estava morando aqui?? -pergunto e os dois assentem.


Yixing:se ele estava querendo se esconder de alguém, estava conseguindo. -ditou. Saímos do carro e fomos em direção a porta. -acho que ninguém mora mais aqui. -falou tentando olhar para dentro da casa.



Toquei a campainha duas ou três vezes mais ninguém veio abrir a porta.



- abram. -mandei e os dois arrombaram a porta. 



Avisei ao dois para que procurassem por algo de importante, subi as escadas e avistei dois corredores, bem que o pai do Taehyung disse que o verdadeiro pai dele é muito rico, entrei no corredor da direita avistando 4 portas, abri a primeira e vi que era um banheiro, a fechei e abri a segunda, era uma sala de jogos?? Olhei em volta vendo que não havia nada de importante para eu ver, fechei a mesma e fui em direção a outra porta ao abri-la vi que era um quarto, entrei e vasculhei tudo, abri as gavetas das cômodas e as portas do guarda-roupa, um caderno caiu de dentro do guarda-roupa e eu me agachei para pegá-lo.



-Oque é isso?? -quando abri o mesmo percebi que era um diário e havia um nome no mesmo. -Kim Hyo-yeon. -li o nome da mulher. 



Abri o diário passando algumas páginas, parei numa onde havia uma foto de uma família, uma mulher, um homem e duas crianças, uma menina e um menino. Provavelmente era os pais de Taehyung, ele e Jennie.



Jong-dae:Senhor. -olhei na direção da porta encarando Jong-dae e Yixing.


-que foi?? -ele me olhavam meio sérios.


Yixing: descobrimos algo. -ditou.


-Oque?? -pergunto.


Jong-dae:Kim Hyo-yeon, mãe do Taehyung.... está morta. -arregalei os olhos.


-co-como??? 



Não! Isso não pode está a acontecendo.



Yixing:a mataram....para se vingar do pai do Taehyung, quando ela morreu ele pôs os filhos para a adoção.


-Merda! -resmunguei irritado.


Notas Finais


Gostaram?? Devo continuar ?? Comentem🤗🤗❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...