História Eu o amo! - Neytinho - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 1.323
Palavras 1.325
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SIIIM SOU NOVA NESTE ASSUNTO
Comecei a shippar faz uma semana, desde o jogo do México hehe
Bom sei q para o Brasil a copa acabou. MAAAAAAS eu amo Neytinho e sei q quem ta lendo também!
Vai ter continuação lógico, precisamos de tretas hehe
(Avisos lá embaixo)
(Ps: isso é ficção, se não gosta não precisa ler e sim respeitar! FICÇÃO GNT)

Desculpa ter enrolado, e tmb a qualquer erro.
Boa leitura♥️

Capítulo 1 - Precisamos Conversar!


Fanfic / Fanfiction Eu o amo! - Neytinho - Capítulo 1 - Precisamos Conversar!

Coutinho estava ansioso no seu quarto de hotel, tinha um pressentimento ruim do jogo do outro dia seguinte. A Bélgica estava forte e a tensão que Tite colocava na seleção só piorava.

*Toctoc* Alguém bate na porta do moreno. O mesmo foi atendê-la

- Boa tarde Neymar. - Couti o recebeu, Ney notou o tom trêmulo na voz do melhor amigo.

- Couto! Tá tudo bem? - Perguntou o mais alto preocupado.

- Sim, é que... - Coutinho estava nervoso, precisava mostrar o seu melhor naquele jogo, caso contrário Tite acabaria com sua raça.

- Eu te conheço há anos! Me fala o que você tem! - Neymar disse entrando e sentando na cama.

P.O.V's Phillippe Coutinho

Olhei para o da minha frente e percebi sua preocupação, eu realmente não era daquele jeito. Até Gabriel Jesus ia perceber que estou diferente.

- Aí Ney... Eu estou nervoso com o jogo contra a Bélgica, não dei meu melhor nos outros jogos. - Bufei

- Me abraça! Isso vai passar mano. - Ele levantou e veio na minha direção abrindo os braços. Nunca recusaria um abraço, principalmente dele.

- Obrigado por estar comigo. - Eu me sentia tão bem em seus braços, sentia que nada podia nos separar. Exceto alguém que bateu na porta.

Me assustei e larguei Neymar para abrir a porta, ela Alisson. Queria saber o porquê do meu sumiço.

- Hm, Já sei o porquê. - Riu assanhado e saiu correndinho pelo corredor.

- Mas ué. - Eu ri e entrei, fechando a porta atrás de mim. - Alisson tá loucão de 'dorgas - Eu disse rindo e voltando o olhar a Neymar. Ele me olhava de um jeito estranho, não sei o que senti.

- Sabe Couti, preciso muito contar uma coisa para você. - Ele se aproximou de mim

- Você é meu melhor amigo, conte. - Nós sempre enfatizamos o fato de sermos melhores amigos.

- E-Eu e a Bruna terminamos. - Ele disse e se soltou na minha cama.

- Qua-Quando? - Perguntei confuso

- Faz algumas semanas... Ninguém está sabendo disso. - Me olhou - Só você.

- Ney... - Nossos corpos estavam próximos demais, nossas respirações entraram em um ritmo conjunto. 

- Couti... - Ele sorriu e sentou ao meu lado na cama, eu não queria que ele fosse embora mas ele teve que ir. 

- Volta depois? - Perguntei ansioso.

- Volto sim, aliás. Hoje temos treino, não atrase. - Ele disse sorrindo e fechando a porta do meu quarto.

Eu não sabia muito bem o que sentia, sabia que meu casamento com Aine não estava indo muito bem, mas mesmo assim eu a amo muito. Minha princesinha... Ah minha princesinha.

P.O.V's Neymar

Eu estava indo para o meu quarto pegar minha mochila, ia preparado para o treino.

*TocToc* Alguém bate na minha porta, vou lá abrir.

- Neymar! Você não pode perder esta partida! - Tite entra rápido no meu quarto e eu fico parado na porta

- Por que? - Pergunto confuso

- Vamos ter que ir para casa! Não quero isso. O Hexa vai ter que vir de qualquer jeito.

- Colocar pressão na gente é o que o senhor mais faz né? - Bufei

- Neymar, a gente veio pelo hexa! Temos que lutar. 

- Falou com todos? 

- Não, só com você. Vou falar com o Coutinho também. - Disse se levantando

- Não se atreva! O garoto tá mais nervoso que eu, agora colocar essa pressão nele nem a pau! - Eu disse com um tom nervoso

- Olha, cada um vai jogar do jeito que tem que jogar, mas vocês são os craques. - Tite disse indo embora e batendo minha porta.

Preciso ir falar com ele eu pensei pegando minha mochila. Abri minha porta e vi Gabriel Jesus no fim do corredor, fui correndo para ele.

- Jesus! - O chamei

- Fala Ney!

- O Tite falou com você? - Perguntei - E o Coutinho, onde ele está? 

- Calma, o Tite falou comigo... Aliás estou ansioso para o jogo. - Disse coçando o pescoço - E o Couto está no quarto, por que?

- Preciso ir falar com ele. 

- Não se atrase para o treino, pelo visto o professor está puto da cara com você! 

- Eu sei o porquê - Bufei - Vou ir falar com o Coutinho.

- O Tite está lá. - Gabriel me disse assim que eu me virei.

Ignorei e fui em direção ao quarto do moreno, tínhamos nosso último treino em algumas horas. Bati na porta dele, ouvi vozes.

P.O.V's Phillippe Coutinho

Eu estava sentado na minha cama ouvindo o Tite me falar do jogo, a minha ansiedade que já era alta, agora está pior. Não acredito que o Neymar falou para ele vir falar comigo!

- Então Phillippe, como eu disse, Neymar mandou eu vir falar com você. Ele disse que uma dose de ansiedade em você não faria mal. - Ele disse com um sorriso cínico.

- Ele não disse isso! Tenho certeza.

- Como pode ter tanta certeza? Perguntou a ele?

- Não preciso. - Eu disse - Conheço ele o suficiente.

- Mas de qualquer maneira precisamos ganhar este jogo! Estamos entendidos? 

- Claro. - Eu sorri para ele e fui abrir a porta para que o mesmo saísse. - Neymar? - Encontrei ele na minha porta, preparado para bater nela.

- Tchau, eu espero vocês no treino. - Tite disse batendo nas costas de Neymar e na minha

- Entra Ney, o que faz aqui? - Perguntei preocupado ao olhar a expressão dele

- O que o Tite te disse? 

- É... Ele falou que precisamos ganhar, e... - Não sabia se eu omitia o que o grisalho disse de Neymar ou não. 

- E?

- Ele falou que você mandou ele falar comigo. - Abaixei a cabeça

- Eu não acredito. Como ele pode ser assim meu! - Ele balançou a cabeça. - Eu não disse aquilo, eu falei exatamente o oposto

- Sério? Ele disse também que você falou que um pouco a mais de ansiedade não me faria mal.

- É lógico que eu não disse isso, da onde o Tite tirou isso. Falei que era para ele não dizer nada, pois você já estava mal. - Ele veio em minha direção e me abraçou forte, senti saudades daquele abraço.

- Obrigado por me defender. - O abraço ainda mais forte

- Sempre farei isso meu pequeno. - Ele segura meu pescoço e beija minha testa, abri um sorriso enorme e na empolgação selo nossos lábios com um selinho.

- D-Desculpa... - Me afastei rápido.

Neymar estava lá, paralisado com a minha ação.

P.O.V's Neymar Jr

Coutinho realmente me beijou? Ah tudo bem que foi um selinho, mas talvez acarrete outras coisas. Não sei... O que eu faço agora? 

- Co-Coutinho, errr deixa, foi impulso. - A carinha dele se desmanchou, meu coração apertou. O que eu podia fazer? Só falar que está tudo bem? Falar que eu não quero mais do que um selinho? Isso não! Muitos anos de amizade... Parece que eu não o vejo mais como um simples amigo, tem bem mais do que isso.

Estamos sempre juntos, sempre! Sinto um amor incondicional por ele... Será que ele sente o mesmo?

- Coutinho, me responde uma pergunta.

- Manda - Ele disse desapontado

- Você quer mais do que um selinho? - Perguntei sem dúvidas, talvez aquilo fosse bom para desestressar

- Sim - O quarto ficou em silêncio. - Podemos?

- ... - Não digo nada e apenas o beijo, pedindo passagem com minha língua. Aquele beijo... Sinto que foi o melhor que já dei em muito tempo. Nos afastamos quando uma súbita falta de ar surgiu.

- U-Uau... E-Eu nã-não sei como reagir... - Coutinho me olhou sem graça

- Não precisa dizer nada agora, vamos conversar depois do treino. Promete? - Disse erguendo a mão e levantando o dedo mindinho. Sempre fizemos isso, sempre. Desde criança

- Prometo. - Ele entrelaçou nossos mindinhos como uma promessa a ser cumprida.

Beijei a testa dele e saí do quarto junto com o mesmo. No caminho para o saguão, encontramos Alisson e Gabriel conversando. Alisson estava com o braço esticado se apoiando na parede e Jesus na frente dele. Achei estranho mas continuei andando com Couto.


Continua???



Notas Finais


ENTTT GTN, obg por ler.
Queria desde já dizer que eu talvez não atualize com taaanta frequência tipo 1 cap por dia
Mas no mínimo 2 por semana hehe
(Minhas duas semanas de férias vão passar em um piscar de olhos kkkkk mds)
Eu geralmente só escrevo sobre spn, to tentando mudar. Espero conseguir.
Oq acharam??
Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...