1. Spirit Fanfics >
  2. Eu odeio amar você >
  3. Esperança

História Eu odeio amar você - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Esperança


Fanfic / Fanfiction Eu odeio amar você - Capítulo 12 - Esperança


Eren estava caminhando por uma floresta já bem longe da cidade , abalado por ter perdido seu filho , cansado , ele parou e se sentou em uma pedra. 


- Eu nem tive a chance de conhecê-lo , ou conhecê-la. - retrucou 


Seus olhos fixaram para o céu que estava começando a ficar nublado , ele se levantou e deu uns passos lentos , mas por ironia do destino seus ouvidos foram preenchidos com um choro baixo , ele ficou paralisado olhando para o nada e deu uns passos para a frente e ficou mais alto , seu instinto paterno que eren nunca teve se auto ativou e ele só correu pela direção do som e finalmente chegou perto de uma cabana no meio do nada. 


Eren abriu a porta de madeira e seus olhos rolaram pelo local que estava bagunçado. 


- Tem alguém aí ? - perguntou mas não obteve resposta 


O Jaeger entrou devagar e caminhou lentamente e olhou em volta , viu as duas janelas quebradas , os cômodos revirados, ele passou perto do quarto e algo no canto lhe chamou a atenção , o vento entrou pela janela balançando a cortina que estava rasgada , foi aí que percebeu que era duas pessoas mortas e marcas de sangue no chão de mãos um pouco grandes, assustado ele deu uns passos pra trás mas pisou em algo , assim que pegou se lembrou de algo. 


"Pai qual o nome disso aqui ?"

"Isso se chama fotografia Eren , é quando duas pessoas posam em frente a uma câmera e ela registra no papel."


O choro voltou aos seus ouvidos , eren largou a fotografia e seguiu o som até o outro quarto e viu ali um pequeno e indefeso bebê chorando em seu berço enrolado em uma manta branca , ele parou de chorar assim que viu o rapaz. 


- Então era você - disse calmo chegando seu rosto perto do berço - O que faz aqui sozinho ? 


Eren SEM JEITO pegou o bebê no colo e o olhou , ele era branquinho , os cabelos negros lisos e olhos azuis claros , o pequeno fez carinho com as mãos nos cabelos de Eren que a princípio estavam grandes. 


- Ah você é tão fo– AAAII !!!! 


Sim , ele arrebentou um pouco do couro cabeludo do rapaz , Eren reparou que ele o olhava feliz , ele sorriu. 


- Vou te tirar daqui. 


Eren o enrolou em sua manta branca e saiu dali , mas do lado de fora viu um titã um pouco grande parado o olhando. 



- Você disse que estava se mexendo ? - Mikasa perguntou


- S-sim , parecia um bicho sei lá ! Fiquei com medo porque estava agitado e do nada parou. 


- Hm , estranho demais. - Mika disse e do nada olhou pro nada 


- O que foi? - perguntou olhando pra menina


- Sinto que o Eren precisa de mim. - disse imóvel 


- ele está bem , vamos ficar aqui com o Levi - pediu 



- Meu deus como a mikasa faz falta agora !!!! - falou em dificuldade por estar transformado pela metade , uma mão do seu titã segurando o bebê - A tô sem paciência !! 


Logo surgiu o outro braço e assim pegou o titã e lançou pra longe , eren retirou sua mão de dentro do braço.


- Pronto , vamos pra ca– EIN ??? 


Eren olhou pra cima e viu que o bebê estava caindo do céu junto com o titã , ele fez uma cara de pânico e correu na direção onde ele estava caindo. 


- E-eu te pego bebê !!! - estendeu os braços enquanto caia na grama e o pequeno caiu em cima dele rindo e o titã caiu no meio das árvores


Eren saiu correndo e depois de umas horas finalmente chegou ao castelo e deu graças a Deus , mas por conta do frio o pequeno estava chorando. 


- ah não chore - Eren sem jeito nenhum balançava o pequeno pra lá e pra cá - ah bebê não chore por favorzinho. Aliás eu preciso te dar um nome. Vou lhe chamar de Edward. 


E foi esse nome que fez o bebê parar de chorar e bocejar e se aconchegar nós braços de Eren e dormir. 


- Não se preocupe filho , não vou deixar nenhum mal lhe acontecer - disse beijando a testa do pequeno 




Notas Finais


Tava com dor de cabeça , por isso ficou pequeno


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...