1. Spirit Fanfics >
  2. Eu odeio amar você >
  3. Prólogo

História Eu odeio amar você - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Opa galera, voltei :). Bom, aconteceu muita coisa dês do dia que eu deixei de publicar fanfic, mas algumas dessas coisas me fez ter coragem e "criatividade" pra fazer essa fic...
Já adianto que não sei se vou complementar aquelas duas fanfics que falei que iria parar...
Bom, chega de enrolação, e vamos logo pra nova fic :D

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Eu odeio amar você - Capítulo 1 - Prólogo

//POV Narradora//

-Baby, pode vim aqui no meu quarto um pouquinho?- Fala a bailarina estendendo a mão pra sua melhor amiga.

-Claro- Fala pegando a mão de Ballora enquanto andava em direção do quarto da mesma. - Já que chegamos, pode me falar o porquê desse mistério?

-Bom, percebi que você está meio estranha esses dias... Está tudo bem? -Faz expressão de preocupada.

-Eu? Estranha? Relaxa, está tudo bem -Fica um pouco tensa.

- Certeza?

-Sim

-Vamos lá Baby, não minta pra mim

-É-é sério Ballora, você não precisa se preocupar -Fala enquanto olhava com um olhar triste pro canto do quarto

-Mentira! Você mal sai do seu quarto, não está comendo muito, não ficou muito animada pra fazer o show de hoje, e ainda por cima gaguejou e está com um olhar triste... Vai Baby, pode me falar, eu sei que você não está bem -Enquanto Ballora falava, Baby começa a ficar com os olhos lacrimejados.

-O-ok ok, você me pegou! Você me conhece mais do que eu mesma! Mas é verdade, não estou bem -Baby acaba se entregando e começa a cair lágrimas lentamente de seus olhos- É o Yenddo... Ele está estranho comigo, tipo: Ele não me chama mais de baixinha; Ele não vem mais me visitar no meu quarto; Ele só fica no celular; E ainda por cima deixou de fazer as piadinhas pevertidas que ele fazia

-Nossa, MAS QUE FILHO DA PUTA! -Começa a ficar com raiva- Mas você já tirou satisfação dele?

-Não...

-E o que está esperando guria?

-É que... Tenho medo...

-Medo? De que?- A bailarina começa a ficar preocupada e começa a pensar em mil explicações do porque a Baby teria medo.

-De ele se chatear e pensar que sou uma namorada grudenta, ciumenta e possessiva... - Abaixa a cabeça.

-E-ei -Pega de leve no queixo da ruiva em que a mesma levanta o rosto- Olha, eu te admiro muito, principalmente esse seu lado de tentar ajudar as pessoas e se preocupar mais com elas do que com você mesma, mas, é ELE que deve satisfação, e é VOCÊ que tem o direito de ficar chateada... -Dá um abraço na sua melhor amiga- Agora vai lá e pergunta pra ele. Qualquer coisa, estarei aqui no meu quarto, pode falar comigo qualquer hora.

-M-muito obrigada Ballora, seu apoio é muito importante pra mim- Se levanta da cama em que estava sentada, abre a porta e sai do quarto da Ballora-

//POV C.Baby//

*Ela tem razão...* -Abro a porta do quanto do Yenddo e me deparo com o mesmo mexendo no celular e rindo

-Vida? Posso entrar?

-Claro Baby- Se ajeita na cama e desliga o celular.

-P-precisamos conversar - Falar isso foi mais fácil do que imaginei.

-Ok, pode falar docinho

-Bom, você está muito estranho comigo. Você falar muito mal; Deixou de me visitar no meu quarto; Não me chama de "vida", "mor" e "baixinha"; Só fica nesse celular; E nem faz as suas piadas pervertidas

-Então quer dizer que apesar de você ter seu lado fofo, romântico e inocente, você gostava das piadas? -Yenddo fala me provocando

-CALA A BOCA YENDDO! EU SÓ PRECISO DE UMA EXPLICAÇÃO PRA TUDO ISSO! -Me irrito com as chatices dele

-Ok, eu realmente te devo uma explicação, e é o que vou dar agora. Irá vir uma nova animatronic pra fazer shows aqui. Só que eu conheço ela, e como ela estava em dúvidas, e ela já tinha o meu número, eu fiquei conversando com ela sobre o nosso trabalho. Mas é só isso

-Ok. Mas primeiro, de onde você conhece ela? E segundo, quando ela vai vir pra MINHA pizzaria? Porque eu ainda não fui comunicada sobre uma "nova animatronic"- *MEU DEUS, A VONTADE DE PEGAR O CELULAR DELE E VER TODAS AS CONVERSAS É GRANDE*

-Calma MOR, está com ciúmes é? -Yenddo fala me provocando de novo

-T-talvez... MAS AINDA QUERO AS RESPOSTAS DAS PERGUNTAS QUE TE FIZ!

-Eu conheci ela na pizzaria antiga que eu trabalhava, e ela era a minha namorada. MAS CALMA, como disse, ela ERA, então agora ela é minha ex.

-ESPERO QUE ELA REALMENTE SEJA APENAS SUA EX!

-Calma vida, eu só te amo, e não amo mais ninguém -Ele fala e depois tenta me beijar, só que eu esquivo do beijo, deixando ele de orelhas baixas

-Tá, tá. Assim espero! Mas mesmo assim, como só você sabe que ela vai vim, e eu que sou a líder e quase dona desse estabelecimento não fiquei sabendo.

- O seu pai queria fazer uma surpresa pra você, por isso que nem eu e nem ele falou sobre isso

-Ata. Ei, me desculpa se fui ciumenta, é que, eu te amo muito, e não quero te perder... -Dou um beijo naquele urso cinzento

-Eu também te amo muito... - Fala enquanto me deitava na cama.


Notas Finais


Como poderam ver, eu escrevi com um outro estilo, então se ficar ruim, é só falar que eu volto pra aquele estilo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...