História Eu odeio minha babá. LISOO - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jisoo, Lisa
Tags Lisoo
Visualizações 276
Palavras 1.955
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fiquei um pouco longo esse cap. Me desculpem, vou reduzir no próximo.

Capítulo 5 - Fazer de você, minha.


Fanfic / Fanfiction Eu odeio minha babá. LISOO - Capítulo 5 - Fazer de você, minha.

 

Pv Jisoo

Eu estava entre o arrependimento e o remorso, não é que eu a via como uma amiga literalmente, apenas não parecia certo, não importava o ângulo que eu enxergava aquilo, não tinha como dar certo. Uma vez que ela não voltou com a bebida, decidi procura-la.

“Zico, viu a Lisa?” – Perguntei. Ele se virou, parecia bêbado.

“Oque? Ah, é você...” – Zico respondeu com uma cara de desprezo...

“Apenas responda se viu ela.” – Respondi. Eu sabia porque ele estava me tratando mal.

“Não vi.” – Ele respondeu e me ignorou, ele com certeza falou com Lisa, ela devia estar mal...

Procurei ela por toda a festa.

“Já sei, vou retirar oque eu disse e ai vamos poder começar de novo.” – Disse para mim mesma. Logo que me virei esbarrei num casal de meninas se pegando.

“Ah, desculpe.” – Falei e olhei para elas. Meus olhos se arregalaram no instante que percebi que uma delas era a Lisa.

“Olha por onde anda.” – A garota respondeu e voltou a beija-la. Enquanto era beijada, Lisa me deu um olhar de canto, logo ela me ignorou.

Minha cabeça começou a doer, comecei a ficar enjoada, com raiva e ansiosa de repente, mas o sentimento que predominava era raiva. Droga! Eu pensei que ela estava triste ou algo do tipo, mas pelo visto ela se recupera rapidinho. Imediatamente afastei as duas.

“Lisa! Eu te procurei a festa toda.” – Respondi zangada.

“Eu me esqueci de levar sua bebida, está brava por isso? Como você é fútil, Jisoo.” – Lisa me respondeu fria. Eu estava me sentindo perdida e confusa e a musica alta não estava ajudando.

“Dá o fora, tá atrapalhando.” – A outra garota respondeu. Eu a ignorei.

“Mas foi você quem me quis aqui, por que está dizendo isso? Você também disse que ia pegar as bebidas e que voltava já.” – Respondi a olhando nos olhos.

“Não precisa de mim para aproveitar a festa, veio só por minha causa por acaso? Pegue a bebida você mesma e sai do meu pé, parece até minha babá.” – Lisa riu tirando uma da minha cara. As palavras dela começaram a soar cruéis.

“...” – Fiquei sem saber oque falar.

“Já mandei dar o fora.” - A outra garota disse.

“Cala a boca.” – Respondi para ela sem lhe dar muita atenção.

“Você é uma pirralha mesmo.” – Respondi seca de volta. “Pensei que estávamos nos entendendo, como você pode ser infantil assim?!” – Gritei completamente irritada.

Lisa parou de ficar indiferente e finalmente se irritou também.

“Nossa relação é de babá e criança, certo? Estou fazendo bem o meu papel sendo infantil. Oque você quer de mim, Jisoo?!” – Ela gritou e se aproximou.

“Que você pare de ser tão babaca e que volte a...” – Por algum motivo freie minha língua.

“Volte a que? Te dar atenção? Ah, tudo bem, já sei de que atenção você precisa.” – Ela respondeu me deixando confusa com sua frase. Arqueei uma das sobrancelhas.

“Sua vez acabou.” – Lisa respondeu para a garota ao lado e se aproximou ainda mais de mim. “Agora é a vez da “Jichu”. – Ela respondeu a centímetros do meu rosto, não acreditei no que ouvi.

Fim do pv Jisoo

 

Pv Lisa

Eu apenas queria quebrar meus laços com a Jisoo para não ter que sentir a dor da rejeição, mas tudo oque eu estava fazendo era a ferindo, pensei que talvez se eu a decepciona-se ambas ficaríamos indiferentes uma a outra, mas as coisas começaram a sair do controle.

“Lisa, retire oque disse.” – Jisoo me respondeu séria, seus olhos começaram a ficar marejados.

“Não quero fazer isso.” – Respondi. Droga, porque eu estava sendo tão babaca?

“Sai de perto de mim então.” – Jisoo ainda estava com os olhos marejados, mesmo assim ainda me olhava nos olhos de um jeito irritada.

“E se eu não quiser fazer isso também?” – Respondi e dei um sorriso confiante, logo levei minhas mãos até a cintura dela e deslizando ate sua bunda lhe dei um apertão.

Ela arregalou os olhos e ficou meio segundo de boca aberta, eu afastei imediatamente as mãos assim que percebi que tinha ido longe demais.

“Desc...” – Abri a boca para pedir desculpas, no entanto fui interrompida quando recebi um tapão no rosto. Levei a mão até minha bochecha que estava ardendo.

A olhei irritada, mas minha expressão mudou quando vi lagrimas no rosto dela, eu fiquei paralisada não sabia como reverter a situação... A merda já tinha sido feita.

“Aqui sua bebida, garota.” – A menina que estava comigo jogou um copo de vodka na cabeça de Jisoo. Todos começaram a rir dela e ela apavorada fugiu.

“Hey! Qual seu problema? Por que fez isso?!” – Repreendi aquela menina que estava comigo. Putz eu nem sabia o nome dela, só tínhamos ficados para mim esquecer da Jisoo e agora ela me apronta uma dessas...

“Jisoo!” – Gritei, mas ela não parou... Foi assim que deu tudo errado essa noite. Comecei a me sentir mal como nunca me senti antes, eu realmente fui tão babaca assim? Oque faço agora?

 

Pv Jisoo

Cheguei em casa e fui tomar um banho, ali debaixo do chuveiro a água disfarçava as lagrimas, depois ainda fiquei um tempo na banheira abraçada as minhas pernas me torturando com os pensamentos de hoje a noite.

“Como eu pensei... Não devia ter ido.” – Falei sozinha, pensei em ligar para Jennie, mas eu não queria incomoda-la.

“Amanhã vou me demitir, ela venceu.” – Suspirei e assim que sai do banho me vesti, coloquei minha camisa favorita que nem servia em mim e fiquei sem calça mesmo, calcei minhas pantufas e fui assistir Hora de Aventura, adorava animação, talvez isso me distrai-se.

‘TOC TOC!’ Havia alguém na porta.

Fui atender e era ela, Lisa. Aff...

“Oi! Podemos conversar?” – Ela estava ofegando, parece que tinha vindo correndo.

“Adeus Lisa, você venceu, eu me demito.” – Respondi e bati a porta na cara dela, me escorei ali por um tempo pensando em como isso tinha acabado mal.

“Hey! Não faz isso, estou preocupada com você.” – Lisa ficou gritando ali da porta. Logo houve um forte trovão.

“Vai embora.” – Gritei de volta.

“Não vou sair daqui até que me de uma chance de consertar as coisas...” – Lisa respondeu. Logo começou a chover.

“...” – A ignorei e fui deitar, tranquei a porta e colocando meus fones de ouvido fui dormir.

03:00h p.m.:

Acordei no meio da madrugada assustada, acabei sonhando com a Lisa. Ainda estava chovendo, então me virei e fiquei olhando para a chuva na janela.

“Será que ela ainda está aqui?” – Falei comigo.

“Impossível, ela já foi embora com certeza.” – Respondi para mim.

Levantei para beber água e uma curiosidade bateu em mim quando passei pela porta, eu sabia que era bobagem, mas fui até a porta e abri, para minha surpresa ela estava ali, ensopada e tremendo.

“LISA! Você ficou louca?! Acorda! Você vai pegar uma pneumonia!” – Rapidamente sacudi a garota, ela estava muito gelada.

“Só mais 5 minutinhos...” – Lisa resmungou. Tive que pegar arrastar ela para o banheiro, eu não aguentava pegar ela no colo... Liguei o chuveiro no morno e enchia a banheira.

“Você está gelada..." – Respondi. O narizinho dela estava vermelho, ela parecia tão fofa mesmo agora.

“Ah my gosh... Aigoo porque você não foi embora?” – Perguntei. Ainda estava irritada com ela, porém a preocupação era maior. Ela entrou na banheira morna de roupa e tudo, fui esquentando a agua aos poucos.

“Se eu tivesse ido,  não estaria conversando com você agora, certo? Valeu a pena.” – Ela abriu um sorriso me olhando com aqueles olhos vidrantes e lindos, me distrai por um segundo e logo bufei.

“Grww Você é uma pestes mesmo... Tome banho direito, vou deixar roupas secas aqui.” – Respondi.

Lisa tirou sua blusa, acabei ficando vermelha como um pimentão, ela era tão sexy. Coloquei as mãos na frente dos olhos.

“Oque está fazendo?!” – Respondi enquanto a olhava entre os vãos dos dedos.

“Tirando a roupa, ué. Você que mandou.” – Ela riu da minha reação e piscou, ela era muito ousada tsc... Revirei os olhos e sai dali.

Fim do pv Jisoo.

 

Pv Lisa

Quando finalmente sai do banho e me troquei, procurei por ela, não estava na cozinha, nem na sala e nem no banheiro, então fui para seu quarto. Lá estava ela sentada na cama, na hora as coxas dela me chamaram atenção, ela estava sem calça e só com uma blusa grande que a servia de vestidinho, mas me contive. “Pare com esses pensamentos Lisa, você não está aqui para isso”, foi minha repreensão mental.

“Jisoo, me perdoa... Eu realmente não queria fazer aquilo, eu sinto muito e...” – Corri ate ela e me sentei na cama do seu lado.

“Idiota! Como pode ser tão egoísta? Oque aconteceria com você se eu não acorda-se essa hora?!” – Ela me interrompeu me abraçando apertado, o perfume dela era tão gostoso, demorei um pouco para retribuir, fiquei confusa.

“Isso quer dizer que me perdoa?” – A olhei nos olhos quando ela se afastou.

“Olha... Ainda estou irritada com você.” – Jisoo respondeu honestamente.

O silencio reinou por um tempo.

“Pelo menos pode secar meu cabelo?” – Sorri de canto e lhe estendi a toalha em minhas mãos.

“...” – Jisoo cedeu e começou a secar meus cabelos, eu não conseguia parar de fita-la, sei que poderia ser desconfortável, mas era impossível.

“Isso te lembra alguma coisa?” – Jisoo perguntou, ela sentou em meu colo de frente para mim, meu coração começou a acelerar, um clima anormal começou a se formar ali, ela retribuiu meu olhar e ainda continuou secando meus cabelos.

“Uhum, você não vai me bater como daquela vez?” – Respondi brincando e abracei sua cintura. ‘Frio na barriga maldito me deixe em paz’, disse para mim mesma.

“Já fiz isso hoje.” – Ela riu e passou a mão em minha bochecha. “Você ainda está gelada...” – Ela sussurrou se aproximando, o olhar que ela me deu naquela hora foi tão quente.

“Você não.” – Respondi enquanto apertava seu corpo contra o meu. Aproximei nossos lábios, podia sentir sua respiração quente, ela roçou seus lábios nos meus e fechou os olhos.

Logo ela me empurrou me fazendo deitar na cama, como ela estava em cima de mim, apenas se inclinou e mordeu meu pescoço, meu queixo e quando fomos nos beijar, um trovão fez um estrondo e acabou a energia.

“Kyaaaaah! LISA!” – Jisoo gritou apavorada.

“Jichu, calma... Estou aqui.” – A abracei e ela se aconchegou em meus braços. Ficamos quietas, mas mentalmente eu amaldiçoava aquele trovão maldito...Droga.

“Dorme aqui...” – Jisoo pediu baixo.

“Huh?!” – Fiquei surpresa, era sério?

“Se você não quiser, tudo bem.” – Ela respondeu fazendo um biquinho fofo.

“Durmo!” – Gritei empolgada e mordi a bochecha dela.

Fim do pv Lisa.

 

Pv Jisoo.

Sorri agradecida e logo nos arrumamos para dormir, eu me virei apenas para deixar meu celular no criado mudo e quando fiz isso ela me abraçou por tras, arregalei meus olhos e senti um calor de repente.

“Lisa nós...” – Eu ia esclarecer as coisas para elas. Na verdade eu não sabia oque queria, ela me deixava confusa.

“É só um abraço de conchinha, Jichu. Não seja chata.” – Lisa respondeu enquanto me puxava para sí, meu coração batia loucamente, ela se aproximou e eu podia sentir sua respiração em minha nuca me causando arrepios de cima a baixo.

“T-Tudo bem, mas eu não sou chata.” – Respondi e a olhei sobre meu ombro, ela estava de olhos fechados. Nossa eu não conseguia em concentrar, oque era aquilo? Estava dormindo de conchinha com uma pessoa pela primeira vez na vida, e era tão aconchegante.

Ela mordeu a pontinha de minha orelha, contive meu grito e me encolhi rindo.

“Melosa!” – Briguei, eu estava agindo de um jeito estranho.

“Hey Lisa, oque você acha de...” – A olhei sobre o ombro de novo e ela já estava dormindo.

“Boa noite.” Sussurrei.

Por algum motivo não consegui dormir.

 


Notas Finais


Seus comentários são mt importantes! Se gostou comenta aí!
Pronto! A partir daqui já posso conduzir melhor o romance das duas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...