História Eu odeio te amar - Jortini Leonetta - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Jorge Blanco, Martina Stoessel, Violetta
Tags Jortini, Leon, Leonetta, Violetta
Visualizações 76
Palavras 1.390
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Capítulo 18


Fanfic / Fanfiction Eu odeio te amar - Jortini Leonetta - Capítulo 18 - Capítulo 18


Povs Narrador


- Aonde pensam que vão? - apareceu Pepe - Vão fugir com meu filho?


- Pepe, por favor. - pediu Martina - Você está em um hospital, respeite.


- Vou acompanhar vocês. - disse Pepe - Quero ficar próximo ao meu pequeno.


- O exame de DNA já foi feito. - dizia Jorge segurando Theo, que estava na cadeirinha - Logo sai e vou comprovar que ele é meu filho.


- E você vai ficar com meu filho até o exame sair? - riu Pepe - O exame demora 1 mês ou até mais.


- Pepe, quando sair te avisamos. - dizia Fran enquanto ajudava Martina - Até mais.


- Eu não vou ficar de braços cruzados. - dizia Pepe - Se esse resultado der negativo, e mostrar que o filho não é desse tal de Jorge ai, você e essa criança se mudam comigo para Espanha. 


- Então vai ficar esperando. - disse Martina - Até logo Pepe.


Jorge, Fran e Tini foram diretamente para a casa de Jorge.
Jorge deixou avisado na portaria proibindo Pepe Barroso de entrar em sua casa.
Chegando lá, encontrou Alejandro, Mariana e Rosa.


- Até que fim! - dizia Rosa ajudando Jorge com Theo - Estava ansiosa para ver esse bebezinho lindo.


- Até que fim. - riu Fran enquanto pegava as coisas do carro 


Jorge colocou Theo em um berço que havia comprado para deixar na sala.


- Enfim, em casa. - disse Jorge se jogando no sofá 


- Rosa vai ficar aqui com vocês. - dizia Mariana - Ela é experiente com crianças, cuidou do Fran e da Martina quando crianças.


- Vai me ajudar muito. - disse Martina - Vou precisar Rosinha.


- Se vocês quiserem ficar lá em casa. - dizia Alejandro - Olhamos todos nós.


- Pai, eles vão ficar bem. - disse Fran - Relaxa.


- Ele é tão lindo. - dizia Rosa olhando Theo - Imagina quando crescer..


- Ele é lindo mesmo. - Jorge se levantou para olhar Theo - Se parece comigo, não parece?


- Já vi suas fotos quando era pequeno. - disse Rosa - Ele lembra muito você.


- E o Pepe dizendo que é filho dele. - disse Jorge soltando uma risada - Ele é a minha cara.


- Não liga para ele. - disse Mariana - Esqueça isso.


- Venham tomar café que preparei. - dizia Rosa - Comam algo.


Logo foram tomar café...


- Postem alguma fotinho dele nas redes sociais. - disse Mariana - Recebi milhares de mensagens a pedido.


- Eu vou postar. - disse Martina - Mas não hoje, estou tão cansada.


- Eu tirei umas e já mandei para minha família. - disse Jorge - Acho que mês que vem vão vir para cá, meu irmão está louco para ver o Theo.


- O Daniel deve estar enorme. - comentou Alejandro - Lembro dele tão pequeninho.


- Conseguiu entrar na universidade. - disse Jorge - Vai ser médico.


- Que coisa boa! - disse Rosa - Estou feliz por ele.


A manhã foi tranquila, ficaram conversando sobre tudo. Já de tarde, Cande, Ruggero e Mechi vieram até a casa de Jorge..


- Surpresa! - apareceu Cande com alguns balões nas mãos - Cade o Theo?


- Só vim para ver o Theo, hen! - dizia Ruggero enquanto entrava


- Eu também só vim para ver o Theozinho. - dizia Mechi


Todos os cumprimentaram, e logo os 3 foram ver Theo.


- Jorge, ele é você todinho quando criança. - disse Mechi - Ele é tão fofo, meu deus.


- Que criança fofa! - disse Cande - Já quero um filho.


- Meu amor, vamos com calma. - riu Rugg - Um pouco mais pra frente, quem sabe..


- Filha, eu e seu pai vamos buscar pizzas para vocês. - dizia Mariana - Voltamos daqui a pouco.


- Ok.


Alejandro e Mariana saíram...


- Ruggero e Cande antes que fiquem com raiva de mim, vocês serão padrinhos do meu próximo filho. - disse Martina e todos estranharam 


- Como assim? - perguntou Cande sem entender - Já está esperando outro?


- Não, claro que não. - riu Tini - É porque o Fran vai ser padrinho do Theo, e gostaria que a Mechi fosse madrinha.


- É sério? - Mechi abriu um sorriso - De verdade?


- De verdade. - respondeu Jorge - Você aceita?


- É claro que eu aceito. - disse Mechi feliz - Sim, claro, óbvio.


- Eu vou cobrar mais um filho seu. - dizia Cande - Eu também quero ser madrinha.


- Eu prometo que você vai ser madrinha do meu próximo filho. - disse Martina 


- Só precisa achar o namorado ou marido primeiro. - dizia Ruggero - Eu vou querer ser padrinho também.


- É claro que não precisa. - dizia Mechi - Ela e o Jorge vão se casar.


- Vão? - perguntou Fran


- É sério? - perguntou Cande


- Não. - respondeu Martina - Eu e Jorge somos apenas amigos, que agora tem algo em comum.


- Eles ainda vão se casar, me ouçam. - disse Mechi - Vão ter mais filhos e vão ser muito felizes ainda.


- Não viaja. - dizia Tini sem graça 


- Eu também acho. - disse Jorge rindo e Martina o encarou - É zoeira.


Eles ficaram conversando até Theo começar a chorar..


- Deixa que eu o pego. - disse Jorge para Martina - Fica sentada ai.


Rosa ajudou Jorge a pegar Theo, e sentou no sofá..


- Por que ele não para de chorar? - perguntou Jorge ainda o segurando 


- Deve estar com fome. - disse Rosa 


- Deixa eu dar mamá para ele. - dizia Martina - Jorge, pega a fraldinha dele lá no quarto por favor?


- Pego. - respondeu dando Theo para Tini 


Jorge logo pegou e Martina deu de mamar, que logo o bebê parou de chorar.


- Acostuma amiga. - dizia Cande 


- Tenho que me acostumar com tudo agora. - disse Martina - Minha vida mudou de vez.


Alguns minutos depois, Alejandro e Mariana voltam com pizzas e todos comem.. 
Já era de noite, Cande, Mechi e Ruggero foram embora. Logo depois Alejandro, Mariana e Fran também..


- Meu amorzinho, eu já vou indo. - dizia Rosa enquanto pegava suas coisas - Você quer que eu fique?


- Não Rosinha. - respondeu Martina - Eu e Jorge nos viramos aqui.


- Amanhã de manhã estarei aqui. - dizia Rosa - Deixo o café preparado para quando levantarem.


- Tá bom.


- Você quer que eu te deixe em casa? - perguntou Jorge 


- Meu marido já está na portaria me esperando. - respondeu Rosa - Obrigada.


Rosa logo se foi...


- Dormiremos juntos no mesmo quarto? - perguntou Jorge - Como faremos?


- Eu durmo no quarto com o Theo. - respondeu - Aquele caminha da para...


- Nada disso. - disse Jorge - Dorme na cama de casal do meu quarto, é melhor para você.


- Quero ficar perto do meu filho. - disse Martina - Se eu escutar chorar..


- Eu levanto. - disse Jorge


- Deveríamos ter colocado um berço lá no seu quarto. - dizia Martina - E ai nós dormíamos juntos na mesma cama, mas sem gracinha nenhuma.


- Eu levo esse berço lá para cima. - disse Jorge - Eu desmonto rapidinho e monto lá, e já desço para buscar vocês dois.


- Ah, se não for te incomodar..


- Claro que não vai. - disse - Você pode pedir o que quiser para mim, estarei disponível.


- Nossa, que homem prestativo. - riu Martina


Jorge logo desmontou o berço e montou ao lado de sua cama.


- Tudo pronto. - respondeu Jorge 


- Leva ele que eu vou subindo devagar. - dizia Martina - Eu levo as coisas dele.


- Vai subindo na minha frente. - disse Jorge enquanto pegava Theo - E deixa as coisas que eu levo.


Martina logo subiu enquanto Jorge subia atrás. Os dois decidiram dormir na mesma cama para ficar perto de Theo, mas sem gracinha alguma.
Ambos foram dormir de madrugada porque Theo não dormia de jeito nenhum. Assim que Theo dormiu, os dois capotaram. 
Na manhã seguinte, Jorge acorda mas não se levantou ao perceber Martina deitada em seu peito. Logo Martina desperta e percebe... 





 


Notas Finais


O que vocês gostariam que acontecesse nos próximo capítulos???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...