História Eu odeio te amar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Error Sans, Frisk, Grillby, Ink Sans, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Asrielxfrisk, Sansxchara
Visualizações 77
Palavras 583
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Mais um dia com a psicopata


O esqueleto preguisoso, conhecido como Sans, está fazendo o que ele mais gosta, que é dormir, mas seu irmão Papyrus odeia quando ele age assim, ou seja, ele odeia isso quase o tempo todo, pois é isso que o Sans só sabe fazer, então Papyrus vai acordar o seu irmão dorminhoco:

Papyrus: SANS, ACORDA!!!

Sans não move nem um osso, parece que está até morto, mas é apenas um sono muito pesado, e isso irrita muito o Papyrus, mas ele sempre tem um jeito de acordar seu irmão:

Papyrus: SANS, SE VOCÊ NÃO LEVANTAR, VOCÊ FICA SEM KETCHUP POR UMA SEMANA!!!

Quando Papyrus fala isso, Sans da um pulo do sofá como se o mundo estivesse acabando:

Sans: OK, eu acordei, que saco - Sans ficou muito chateado com Papyrus por ter acorda-lo.

Papyrus: SANS, HOJE TEREMOS VISITAS EM CASA, ENTÃO TRATE DE ARRUMAR SUAS COISAS!!!

Sans: Ok, mas quem virá na nossa casa?

Papyrus: TODA A FAMILIA DREEMUUR, FRISK, ASRIEL, TORIEL, ASGORE E CHARA!!!

Quando Sans escuta o nome de Chara, ele quase surta, por odiar ela no fundo de sua alma:

Sans: O QUE?! AQUELA GENOCIDA DESGRAÇADA?! NEM FUDENDO QUE ELA ENTRA AQUI!!

Papyrus: MAS TODA FAMILIA DREEMUUR VIRÁ, ENTÃO ELA VAI ENTRAR SIM!!! VAI TOMAR UM BANHO!!!

Sans puto da vida, se teleporta pro banheiro pra tomar banho.

Enquanto isso no mesmo horario, na casa dos Dreemuur:

Chara está brincando com sua faca favorita, aquela faca que ela usou nós genocidios passados, por um determinado momento, ela olha para os seus braços, que estavam cheios de cortes que ela mesmo vez, cada corte representa um genocidio, um por um momento ela se lembra dos genocidios que ela fez, que lhe deixou com uma vontade enorme de chorar, por se arrepender de tudo que ela fez, mas Frisk e Asriel entram no quarto, e Chara enchuga as lagrimas muito rapido sem eles perceberem, ela fala com raiva:

Chara: O que é que vocês querem?

Asriel: A gente queria te avisar que nos vamos para casa do Sans e do Papyrus.

Isso já deixou Chara meio puta:

Chara: O QUE?! EU NÃO VOU PRA CASA DAQUELE SACO DE OSSOS!!

Frisk: Mas Chara, a gente precisa que você vá, pois toda familia irá.

Chara: Tô pouco me fudendo se toda familia vai!!

Frisk: VOCÊ VAI!!

Chara: OK, sua mandona, só não te chamo de filha do puta porque a mãe também é minha.

Asriel: Pois vai se arrumar, pois daqui a pouco a gente já vai.

Chara muito estressada, vai pro banheiro se arrumar.

Depois de muito tempo, toda familia Dreemuur chega na casa dos esqueletos, Toriel antes de tocar a campainha, ela manda todos se comportarem, então ela toca, e quem atande é o Gaster, sim, o W. D. Gaster.

Gaster: Ah, olha familia Dreemuur.

Toriel: Ola Gaster, eu não sabia que estava aqui.

Gaster: Eu cheguei faz um tempo, por favor, entrem.

Todos entram, Chara entrou saindo aquele liquido preto da boca e dos olhos, sujando a chão, e o Sans já olha pra ela com o olho ativo, Frisk vai até Sans na maior inocência do mundo:

Frisk: Ola Sans!!

Sans: Heya pivete - ele não tira os olhos de Chara.

E Frisk nota isso, isso entristece ela, ela gosta demais do Sans, mas tem medo de contar a ele, Papyrus vai em direção a eles:

Papyrus: OLA FAMILIA DREEMUUR, EU GRANDE PAPYRUS, VIM RECEPCIPCIONA-LOS!!!

Chara: Que gentileza a sua, agora pode ir embora!

Isso deixa a Toriel muito depcionada e deixa o Papyrus muito triste.

Papyrus: OK!!!

Sans muito puto com ela, responde:

Sans: Sua genocida nojenta, você vai agora pedir desculpas para meu irmão!!

Chara: Ui que medo, e o que você vai fazer?!

Sans: Você vai descobrir!!

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...