História Eu posso te amar ou te odiar? (LeitorXSpringTrap) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Five Nights at Freddy's
Personagens Springtrap
Visualizações 55
Palavras 805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Prólogo


N.Você

 

Eu estava andando pela minha casa sozinha, pois minha avó havia saído para fazer compras, eu ouvi no noticiário que aconteceu outra morte naquele lugar onde meu pai trabalhava que não me recorda o nome agora.POXA NO JORNAL NÃO PASSA NADA DE BOM NÃO? TUDO TRAGÉDIA E MORTE? Bom meu pai morreu a duas semanas atrás... E foi naquele lugar, ele era guarda noturno de lá, eu estou decidida que irei investigar aquele lugar antes do meu aniversário de 17 anos,esse é o meu desenho agora...

Fui para o meu quarto para arrumar minhas coisas para ir para aquela casa de sustos,peguei uma lanterna,alguns lanches,umas roupas de frio para caso ficar frio lá e a antiga roupa de trabalho que meu pai tinha,aproveitei para arrumar meu quarto se não minha avó ficaria uma fera comigo,nessa casa mora eu,meu tio,minha avó e minha prima Alice.Eles são muito gentis comigo desde que meu pai morreu eles me "acudiram" .Ouvi a porta sendo aberta e minha avó falando que estava de volta, meu tio e minha prima gritaram que estava de volta também, sai do meu quarto e abracei eles e eles retribuíram o abraço.

 

-Vó,tio,Alice !! -falei os abraçando.

 

-Oi minha querida. -falou minha avó .

 

-Hey kid !-Falou Alice e meu tio sorrindo.

 

-Minha querida,compramos todas as coisas para você se cuidar aqui em casa, nos perdoe por termos que ir viajar por uns meses hoje, e não podermos comemorar seu aniversário .-Falou minha avó com uma voz meio triste.

 

-Não se preocupe vó eu irei me cuidar.-Falei sorrindo e logo recebi um beijo de minha avó .

 

///////////////////////////////////////////////////////////QUEBRA DE TEMPO////////////////////////////////////////////////////////////////

 

Minha família já havia saído de casa, comi algumas coisas que tinha lá dentro de casa, mas não muito pois não estava com muita fome, sai de casa e tranquei a porta escondi a chave para eu não a perder,sai correndo de casa e fui para a pizzaria, claro eu estava com o uniforme do meu pai, e também eu implorei para os donos do lugar me deixarem explorar lá dentro. Eles deixaram até isso é bom,entrei dentro da velha pizzaria que tinha virado uma casa de horrores e explorei o lugar, olhei no relógio e era meia noite, liguei as luzes de lá para eu poder enxergar direito, ouvi lendas que um animatronic anda sozinho aqui as uma da manhã.

 

Você: Ah...-falei dando um longe suspiro enquanto caminhava pelo lugar.- Que lugar calmo...-sussurrei andando pela "pizzaria".

 

Acabei achando uma sala de jogos lá,entrei na sala de jogos e fiquei explorando o lugar, deu uma da manhã e nada aconteceu,voltei para a minha sala de trabalho e fiquei olhando as cameras, estou achando que isso é tudo mentira...Olhei para frente e vi um formato meio estranho (n/a: Olha gente dessa vez não é "animatronic animatronic" é tipo os zumaninhos vestindo roupas de animatronics e essas coisas) de pessoa,um cara que parecia ter uns 20 a 23 anos na frente daquele vidro, me olhando nos olhos...

Me levantei da cadeira e caminhei até ele, coloquei minha mão onde estava a dele e o olhei nos olhos,ele vestia um roupa de coelho amarela meio rasgada,não o toquei realmente pois o vidro impedia tal ato vindo de mim,ele estava com o rosto calmo e sereno,do nada começou a dar erro na ventilação e isso fez ele mudar de rosto, de calmo ele ficou com uma cara meio psicopata.

 

Você: Mas que mer...-falei correndo para o meu tablet concertei finalmente a ventilação e quando olhei para o vidro ele não estava mais lá.-Onde ele...foi? -Me perguntei olhando para os lados olhei para o relógio e eram quatro e vinte.Ouvi um som estranho e olhei para o lado, vi aquele homem de novo só que fora do vidro. - MAS QUE MERDA!!-gritei assustada arregalando os olhos olhei para a ventilação e entrei nela, fiquei andando pelos tubos de ar tentando não fazer muito som,cheguei finalmente em um lugar, (n/a: vou meio que inventar uma pizzaria aqui estranha :v) acho que era a cozinha,me escondi dentro daqueles armários pequenos fiquei o máximo que podia ficar quieta. -Oque foi isso?-sussurrei .

 

Comecei a ouvir passos na cozinha, fiquei suando frio e olhei meu relógio eram cinco e cinquenta,finalmente conseguirei sair daqui...Pois as portas só abrem seis horas em ponto,ouvi a porta dos armários serem abertas, comecei a entrar em mais desespero, quando finalmente a minha foi aberta pude ver novamente aquele homem me olhando,ele estava com um sorriso psicótico no rosto, ouvi o meu relógio apitar e sem pensar duas vezes o empurrei e sai correndo,ele segurou o meu pulso na hora me puxando para ele comecei a gritar desesperada, novamente  o empurrei e perdi o meu relógio maaas...EU FUGI =3!! 

Abri as portas e as fechei respirando fundo  acabei de me lembrar que esqueci  minha mochila lá...AAAAAAAAAAH FUCK ;-;.

 

continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...