História Eu preciso de você - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren G!p Lauren G!p
Visualizações 31
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 9 - Não vou desistir


             POV LAWRENCE 


Finalmente ela me deixou ficar. Ela aparenta estar em uma briga interna absurda contra o desejo que tem por mim, mas não consigo entender o motivo. 

Ela me leva pro seu quarto que é bem confortável e me pede pra colocar os braços em seu pescoço como apoio pra passar pra cama. Assim que meu nariz aproxima de sua pele posso sentir o cheiro divino dela... cheiro de maçã que me faz lembrar dos tempos bons na casa de meus avós. Sem me conter dou um leve beijo em seu pescoço e posso sentir o arrepio de sua pele em meus lábios. Céus eu poderia fazer isso a minha vida toda... mas antes de qualquer outro pensamento ela se desequilibra e cai comigo ficando por baixo do meu corpo. Nossos olhos se cruzam e eu posso sentir seu desejo assim como o meu pegar fogo. Como minha perna começa a doer me posiciono melhor entre suas pernas para poder desfrutar desse momento, mas é claro que eu me aproveitei dessa situação e passo meu membro já duro em sua virilha e como se possível ele fica mais duro. 

Seus olhos se fecham para tentar vencer essa batalha de desejo eu preciso fazer ela perder. Encosto nosso lábios sentindo sua textura maravilhosa e mordo seu lábio inferior. Como se fosse seu limite seus olhos se abrem e se torna mais escuros e ela me ataca com uma vontade absurda.

Sua boca toma a minha de forma violenta e sua língua me invadi deliciosamente e sem pensar a minha vai ao seu encontro brigando pela posse da boca dela. Minhas mãos se enfiam em seus cabelos de forma possessiva segurando sia cabeça para que não fuja de mim. Precioso meu corpo mais contra o seu e ela solta um gemido de prazer na minha boca. Sem parar o beijo ela coloca suas mãos em meus cabelos e puxa com força me fazendo gemer em sua boca. Uma de suas mãos vai pra minha bunda puxando para fundir ainda mais nossos sexos. Suas pernas pernas envolve no meu quadril e nesse momento eu lembro da minha perna, pois seu movimento de puxar força a minha perna e sem segurar o grito de dor. Ela me solta tão rápido que me deixa um vazio absurdo estando longe de seus lábios.

- Lawrence você está bem. Meu Deus me desculpe, eu te machuquei?

- Minha perna machucada está doendo. Mas se formos para cama e você ficar por cima podemos continuar.

Ela solta uma gargalhada gostosa e olha nos meus olhos.

- Vamos, eu te ajudo a se deitar. Mas nada de coisas pervertidas. Vamos tomar a sopa e nos recuperar de nossos limitações.

Enquanto ela me leva é me coloca na cama posso sentir seu cheiro novamente e deixar meu corpo relaxar com a certeza de que ela também me quer.

Ela vai para a cozinha e eu observo seu quarto para tentar entender um pouco essa mulher que consegue me deixar duro só com o seu olhar. Ela voltou com tigelas de sopa e senta ao meu lado. Comemos sempre trocando olhares e sorrisos. Como se eu ela fôssemos um do outro a vida toda. É nesse momento quer percebo que em anos eu nunca me senti tão bem e confortável com uma pessoa ou local como estou aqui com ela. 

Ela retira nossas tigelas e deita na cama virada pra mim. Eu deito ao seu lado de frente pra ela e fico olhando aqueles olhos castanhos. De repente ela começa a chorar e se lamentar. 

- Me desculpa mas eu não posso. Eu não consigo. Eu quero..... mas não posso.

- Por que você não pode? Me diz uma razão é eu prometo q não te procuro mais. Mas se não tiver motivo algum eu juro que não vou desistir de você. Eu vou lutar por isso que temos até você ser minha.

- Me dê um tempo... me deixa pensar sobre tudo isso. Um dia você saber o motivo, mas não será por mim, você descobrirá com o tempo. 

- Me deixa pelo menos ficar aqui até você dormir. Eu vou embora em seguida, mas não vou te dar tempo algum. O que estiver te perturbando será resolvido por nós dois. Eu acho que não posso te deixar nunca mais... Eu preciso de você.

Ela me olha com ternura, mas sinto no fundo uma dor que q consome. Eu preciso saber pra podermos seguir juntos.

Ela fecha os olhos e adormece como um anjo. Fico observando seu peito se movimentar lentamente em sua respiração e me perco nesse movimento sentindo uma paz absurda. Meus olhos ficam pasados e eu me deixo levar pelo sono. 


Estou em um campo aberto sentado em uma toalha quadriculada. O sol do fim da tarde invade minha pele. Eu posso sentir seu cheiro bem perto. Olho pra trás e lá está ela em seu vestido branco rodado com uma flor em seu cabelo trazendo uma cesta de piquenique. 

- Por que esse sorriso bobo no rosto Sr. Jauregui?

- Eu não posso sorrir para minha amada esposa Sra. Jauregui? 

- Pode Law, mas isso vai te custar caro....

Ela diz com seu olhar pervertido.

- Camz eu acho que posso pagar qualquer valor necessário para poder te olhar é sorrir pelo resto da vida. 

Ela se aproxima de mim e vem ao meu ouvido...

- Quem disse que o pagamento é em dinheiro? Você sabe como gosto de ser paga.


Acordo com uma luz no meu rosto e meu celular vibrando em meu bolso.

- Fala Ty.

- Senhor está tudo bem? 

- Sim está, porque está me ligando? 

- Senhor são 07:00 e o senhor não voltou, sua mãe lá me ligou 6 vezes. 

Merda... eu dormir demais... ESPERA.... eu dormir... EU FINALMENTE DORMIR. 

Sem acordar Camila me arrasto até a cadeira é mando uma mensagem pra Ty subir pra me ajudar a sair. Olho mais uma vez para Camila tentando entender meu sonho.

Vou para porta para esperar Ty. Assim que entro no carro mando uma mensagem para ela.


De: Lawrence

Para: Camila

Bom dia! Tive que ir para o hospital, minha mãe está enlouquecendo já. Obrigado pela melhor noite da minha vida. Seu Lawrence. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...