História Eu preciso de você - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren G!p Lauren G!p
Visualizações 40
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo 5 - Por que?


POV LAWRENCE


    Ela fugiu.... ela saiu sem nem ao menos me dizer o que aconteceu. Eu estou sem entender, não sei o que fazer. Olho pra minha mãe e vejo nela a mesma falta de entedimento do que acobou de acontecer....

- Mãe vai atras dela... manda ela voltar, eu preciso agradecer, preciso falar com ela.

Sem pensar ela corre para porta e some pelos corredores.Eu me viro pra janela observando o céu que fecha para uma tempestade, assim como o meu humor por não por não entender nada o que aconteceu.

Ela estava tão linda... seus olhos ao abrir a porta eram brilhantes e vivos, mas derepente se tornou sem vida, como se algo viesse a tona e tudo morresse nela. Eu preciso saber o que aconteceu. Enquanto estou o céu de Seatle minha mãe entra no quarto com uma carinha triste e sem Camila.

- Filho eu tentei, mas assim que avistei Camila ela já corria peelas ruas e não pude ir atras. Me desculpe.

- Mãe tudo bem. Eu so queria entender o porque de sair assim. Vocês duas possuem algum problema?

- Querido Camila foi minha aluna, mas nunca mostrou intimidade. Ela sempre era fechada quando estavamos no mesmo logal. Mas nunca tivemos nada que pudesse gerar desconforto assim. Alguma coisa aconteceu.

- Mãe eu preciso falar com ela... eu preciso dela....   eu nunca senti isso antes. Só de pensar que ela não quer me ver, meu peito dói, me falta o ar. Como pode isso? Ficamos no mesmo logal por 30 minutos no máximo, em uma situação pesada. E ainda assim parece que eu estive com ela minha vida toda. 

Minha afaga meus cabelos e com os olhos lagrimejados e um sorriso no rosto me diz a coisa mais louca que ja ouvi.

- Já puviu falar em amor a primeira  vista?

- Mãe por Deus... não comece com suas ladainhas sobre amor e contos de fadas . A vida é dura e ninguém ama ninguém.

- Um dia vc entenderá sua mãe e eu espero que Camila seja a respodta para sua dor e seu coração de pedra.

- Eu nunca vou amar ninguém, eu não tenho coração. Eu apenas preciso agradecer. Me sinto em divida por isso, esse sintimento... é gratidão, APENAS gratidão.

Ela consedi com a cabeça e vai conversar com o médico sobre o tempo que ficarei aqui e minha recuperção. Eu sei que não fui sincero com minha mãe. Não é apenas gratidão, é desejo. Eu preciso possuir o corpo dela, eu preciso sentir sua boca eu quero fode-la até peder a noção de tudo. 

Não é amor...

Apenas desejo...

Amor não existe, serve aenas para tornar as pessoas fracas. Eu desejo muito um di amar e ser amado, mas não acho que Lawrence Jauregui seja capaz de amar. Depois de alguem tempo minha mãe com o Dr. Hussey que fez alguns exames.

- Lawrence se sua recuoeração for boa em uma semana podera ir pra casa e iniciar sua fisioterapia. Acho que em um mês  já podera andar. Com algumas dificuldade mas ja andara sem apoio.

- Obrigada doutor. Como esta Ty meu segurança?

- Acabei de dar alta pra ele. Ele esta aguardando na porta pra falar com você. Vou retornar paara minhas visitas. Boa sorte.

Assim que o doutor sai Ty entra e sua cara não é uma das melhores. Entendo que o assunto é grave peço a minha mãe um suco e ela se retira.

- Diga logo Ty.

- O senhor esta bem?

- Sim. Apenas vai demora pra eu voltar as minha coridas. 

Ele abre um sorriso e continua. 

- Estamos investigando o acidentede. Mas tenho certeza que foi atentado.

- Me explique melhor.

- O cruzamento esta vazio quando passei. O carro que nos atingiu estava parado. Assim que atravessei o cruzamneto  ele saiu de onde stava e atigiu apenas a sua porta. Após o acidente ele fugiu. 

- Alguém anotou a placa?

- Não precisou. As câmeras do café filmaram tudo. Já pedi a Wesley para averiguar e imagem do condutor.

- Certo. Me mantem informado. Avise a Alexa que ela tera que assumir a empresa nessa semana que estarei aqui. Mas mande minha secretária cancelar as reuniões importantes, mande Alexa apenas nos assuntos basicos.

- Certo senhor. Estarei aqui fora.

- Ty pode pegar sua licença para se recuperar. Mande ontrou segurança pra ca.

- Ok senhor.

Assim que Ty sai minha mãe aparece. E como se já soubesse o que eu ia pedir, me entrega um papel anotado com um telefone e o nome de Camila junto. Ela me conhece como ninguém. Sem pensar duas vezes mano uma mensagem.


De: Lawrence

Para: Camila

Oi. Sou eu Lawrence. O que aconteceu? Por que você foi embora sem falar comigo? Eu preciso falar com você. Ainda sinto seu gosto em meus lábios e te devo um jantar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...