1. Spirit Fanfics >
  2. Eu preciso de você >
  3. "Você é minha"

História Eu preciso de você - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - "Você é minha"


Leitora On

Fui até a cozinha e encontrei a Senhora Magda lá.

- Oi Dona Magda! Tudo bem? - disse com um sorriso amigável, a abraçando.

- Oi Senhora (seu sobrenome), estou bem. - retribuiu o abraço, ela era uma senhora muito fofa.

- Já disse que não precisa dessa formalidade toda, me chame pelo nome, por favor.

- Desculpe senh... s/n. - rimos. - está com um sorriso maravilhoso! Está feliz filha?

- Estou sim... As vezes nem acredito que tudo seja real, parece um sonho. E se for, espero que eu nunca acorde. - disse dando pulinhos.

- Estar apaixonada é realmente uma das melhores fases da vida. Aproveite querida! O Senhor Bieber realmente está mudando por você. Anos trabalhando aqui, e ele nunca ficou com alguém por tanto tempo. Ele deve ama-la muito.

- Fico tão feliz por isso... Eu o amo. - disse dando meu melhor sorriso. - Dona Magda, tire o dia de folga hoje. Vá descansar um pouco!

- Isso tudo é bom humor? - ela disse e gargalhamos. - Está bem s/n, até amanhã querida! - ela disse enquanto saia.

Bom, acho melhor ir dar uma olhada em Justin, a única coisa que eu queria era ficar abracadinha com ele, assistindo algo, comendo besteiras, o mais clichê possível, ri com o meu próprio pensamento.
Entrei no quarto e Justin estava sentado na cama, com as mãos em sua testa, olhando pra baixo. Estranhei.

- Meu amor, você está se sentindo bem? - disse me sentando ao seu lado e acariciando suas costas. Ele me olhou e pude ver seus olhos um pouco inchados e vermelhos, porém sua expressão era de pura raiva. Estremeci. Nunca havia visto Justin naquele estado. - Justin, o que houve? - perguntei preocupada, o puxando para um abraço, mas o mesmo se afastou. Mas que droga está havendo aqui?!

- Até quando pretendia me esconder sobre o que Ryan te disse? - ele alterou a voz. Merda! Como ele soube? - Hein?! E aliás, o que esse puto te disse? - ele me encarava com raiva. - acha que eu não percebi ele te encarando o dia inteiro?

- Justin, eu não fiz nada, não é o que você está pensando. - tentei me explicar antes que ele tirasse conclusões precipitadas. - Eu tinha ido até o quarto que você estava te chamar, e quando voltei ele me puxou e me disse umas coisas... - Justin me interrompeu.

- Que coisas, porra? - ele se levantou e começou a andar em qualquer direção, passando as mãos no rosto, deduzi que ele estava chorando... de raiva.

- Amor, se acalma. - fui até ele e o abracei por trás, envolvendo meus braços ao redor de sua cintura. Ele não teve reação, mas felizmente não se afastou. - Eu te conto, mas antes você precisa se acalmar. - parei em sua frente, olhando em seus olhos que agora estavam voltando ao normal aos poucos. Acariciei sua bochecha e o vi fechar os olhos. - Confia em mim...

- Eu confio. - ele disse com uma voz calma, mas um pouco embargada. - Me diz, por favor. - ele abriu os olhos e me encarou.

Contei a ele o que havia acontecido e vi o mesmo começar a se descontrolar novamente.

- Ele acha que vai ficar por isso mesmo? Ah, mas não vai mesmo! - Justin dizia, enquanto apertava sua própria mão com raiva.

- Meu amor, olhe para mim. - ele parou um segundo e me encarou. Cheguei mais perto. - Eu estou aqui, com você. Eu só quero você, pra sempre. - dei um selinho na fera em minha frente, e aos poucos vi ele se acalmar denovo. - Eu amo você.

Ele não esperou e me puxou pela cintura, me beijando com intensidade. Seus braços me seguravam como se eu fosse escapar, mal sabia ele que isso era o que eu menos queria naquele momento. Eu apenas o queria para mim, comigo. Paramos o beijo para recuperar o fôlego.

- Eu te amo tanto, você não faz nem idéia. - ele sussorou em meu ouvido, dando leves beijos no meu pescoço. - Você é minha. - arrepiei-me ao ouvir aquilo. Era poucas as vezes que eu e Justin discutíamos, mas ele sempre mostrou-se esse seu lado possevivo. - Eu não quero perder você, meu amor.

- Você não vai me perder, meu amor, não se preocupe. - disse o beijando.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...