1. Spirit Fanfics >
  2. Eu prometo, eu farei melhor. Porque você é amado >
  3. Ele pode ter uma família

História Eu prometo, eu farei melhor. Porque você é amado - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Uns minutinhos atrasada ^^"
Mas cá estamos

Estou muito feliz por estarem gostando! Muito obrigada pelos comentários e favoritos!! <3

Obs: Aracnofóbicos, por favor evitem a parte entre “OH MERDA!” e "Algumas se viram em direção ao trio". Há apenas uma menção à palavra e evitamos repetir ao longo do texto.

Capítulo 3 - Ele pode ter uma família


A semana passa tranquilamente, Wuxian sente-se cada vez mais próximo do sobrinho, ele  está muito satisfeito em contar suas histórias e esclarecer todas as dúvidas de Jin Ling. 

Bem, quase todas as dúvidas. Ele deixou Jin Ling ciente que existe um segredo entre ele e Jiang Cheng que ele não pode contar sem antes falar com o irmão, mas garantiu que isso explicaria algumas das atuais tensões entre eles.

Também contou que existe uma pessoa que é importante para ele. Alguém que teve um grande papel em não permitir que ele perdesse a razão quando todos viraram as costas para ele. Wei Wuxian diz que não sabe como voltar a tê-lo tão próximo como eram e que isso o machuca.

Jin Ling luta com a curiosidade, ele quer saber quem seria essa pessoa se não é Hanguang-jun. Quem mais daria alguma ajuda ao terrível Patriarca de Yiling naquela época? Claro, haviam os Wens, mas o único que restara era Wen Ning e Wuxian tem um bom relacionamento com ele. Então tinha que ser outra pessoa, mas quem seria? 

Jin Ling gostaria de encontrar essa pessoa e fazer ela ser boa com Wuxian de novo, nem que para isso ele tenha que quebrar as suas pernas. Ele também gostaria de saber o segredo de seus tios e que eles resolvessem suas diferenças logo.

Wei Wuxian contou muitas coisas, contou sobre como ele e Lan Wangji derrotaram a tartaruga do massacre, contou sobre as batalhas, como uma vez ele acabou em uma caçada com os olhos vendados e alguém misterioso o roubou seu primeiro beijo, contou sobre suas travessuras como estudante em Recanto das Nuvens, contou sobre suas brigas com Jin Zixuan a quem ele cisma em chamar de ‘pavão estúpido’. Mas suas histórias preferidas foram sobre Pier Lótus e a bagunça que fazia com seus irmãos e em como os três foram felizes juntos.

É impossível negar o quanto Wei Wuxian amava sua Shijie, Jiang Yanli.

Jin Ling torce para que Jiang Cheng não fique com muita raiva mas ele gosta de Wei Wuxian, e gostaria que eles pudessem ser uma família novamente.

Ele é tirado de seus pensamentos quando lhe entregam uma carta de Ouyang Zizhen, após terminar de ler ele vai procurar Wuxian e o encontra falando com um grupo de discípulos mais jovens. 

Ao se aproximar ele ouve alguém desdenhando “E o que você sabe sobre equipes? Nem pertence a uma seita.”

“Desculpe-se com ele agora mesmo” Jin Ling ordena “Ele é mais velho e merece respeito, e ele já foi o principal discípulo de Yunmeng Jiang então sabe o que diz.” Jin Ling está mais furioso do que deveria, isso soa estranho até para ele mesmo.

“Líder da seita”  Os discípulos dizem se curvando.

“Mas ele não..” alguém começa antes de ser interrompido por Jin Ling.

“Além disso, não se esqueçam que ele é meu tio. Punirei qualquer um que destratar ou faltar com educação com a minha família novamente.” 

“Você não precisa fazer isso...” tenta Wuxian.

Jin Ling o ignora “Eu dei uma ordem e estou aguardando.” diz em direção aos discípulos.

“Nos desculpe mestre Wei.” Eles ecoam “Não iremos repetir tal atitude grosseira.” 

“Oh, claro, claro. Se precisarem de alguma coisa é só me procurar.” Wei Wuxian sorri nervoso.

Eles concordam com a cabeça.

“Ótimo” Jin Ling vira-se para Wuxian “Vamos.”

Enquanto caminham de volta ao salão principal ele continua “Recebi uma carta de Zizhen, ele está me chamando para uma caçada essa noite, você gostaria de ir?”

“Eu adoraria, mas meu núcleo dourado ainda está muito fraco e temo que eu te atrasaria se partisse com Maçazinha.” Wuxian parece chateado com isso.

“Vai ser aqui perto, na fronteira com Gusu. Você pode voar comigo se não quiser andar o dia inteiro.”

“Você tem certeza?”

“Não faça eu me arrepender da oferta!”

“Oh céus, eu vou ser carregado no colo pelo meu jovem sobrinho. O que será de minha querida terrível reputação depois disso? Ninguém mais irá me temer!” Wei Wuxian chora jogando-se no sobrinho.

“Você é mesmo um idiota!” Jin Ling o empurra de volta “Você devia agradecer se perdesse sua maldita reputação.”

“Se eu perder minha reputação, o que eu vou ter?” Wuxian diz erguendo uma sobrancelha.

“Você terá sua família!”

“Oh certo, isso seria realmente muito bom.”

“Sim, seria. Agora vá arrumar suas coisas, partiremos em breve.”
 

*****

 

Lan Jingyi apertou os olhos para tentar ver quem estava chegando com Jin Ling em sua espada.

“Mestre Wei!!” Lan Sizhui exclamou “Jin Rulan! Você não disse que Mestre Wei viria também!”

Sizhui não via seu Wei-gege desde antes de sua viagem com Wen Ning e estava muito feliz em reencontrá-lo aqui.

Quando Jin Ling se aproximou do chão e ambos desceram da espada, Sizhui não hesitou em se jogar nos braços de Wei Wuxian.

“A-yuan! É tão bom ver você de novo.” Disse Wuxian apertando o garoto.

Todos olharam enquanto Wei Wuxian se afastava um pouco de Sizhui, para poder olhar para ele e colocar uma mecha de cabelo atrás de sua orelha.

Jingyi estava sorrindo para a felicidade de seu amigo. “Jin Ling” ele cumprimentou. 

Sizhui corou um pouco enquanto fazia uma reverência ao amigo, que agora era um líder de seita. “Líder da seita Jin.”

“Você não precisa ser tão formal comigo Sizhui, eu já falei que você pode continuar me chamando pelo meu nome de nascimento, somos amigos há muito tempo.” disse Jin Ling com uma pontada de ciúmes da proximidade do garoto com o seu tio.

“Onde está Zizhen?” Jin Ling pergunta e então nota que agora é Jingyi que está agarrado a Wei Wuxian. Outra pontada de ciúmes.

“Estou aqui, estou aqui” ele se aproxima correndo e acenando “Jingyi largue meu tio imediatamente! Eu o reivindiquei primeiro! Saiba seu lugar como o segundo.” e então se joga em Wei Wuxian.

Wuxian ri abertamente “Não briguem minhas crianças, têm tio para todos.”

“Saiam daí! Ele é MEU tio primeiro.”Jin Ling bufa irritado. “Na verdade eu sou o único sobrinho dele.”

“Mas você nem gostava dele até pouco tempo atrás.” Zizhen choraminga em sua defensiva.

“Cale a boca! As coisas mudam você sabia? E eu não preciso gostar dele para ele ser meu tio, ele simplesmente é!” Jin Ling tem vontade de chorar mas então se lembra que ele tem algo para provocar os amigos “Vejam eu ganhei até um presente” diz orgulhosamente mostrando sua pulseira de proteção.

“Isso é tão injusto, sou eu que gosto dele a mais tempo! Porquê você que ganha o primeiro presente?” reclama Zizhen.

“Porque eu sou o sobrinho legítimo!” responde Jin Ling dando de ombros.

“Mas eu sou o mais parecido! O próprio Hanguang-jun disse isso!” se gaba Jingyi.

“De quem você gosta mais?” os três ecoam virando para Wuxian.

Wei Wuxian está aos prantos e com muito esforço consegue responder “Eu amo todos vocês, cada pedacinho.” e sinaliza para um abraço.

Zizhen e Jingyi obedecem sem reclamar. 

Jin Ling revira os olhos mas acaba se juntando a eles.

Sizhui observa sorrindo.

“Bem, bem, é melhor começarmos logo essa caçada antes que vocês me matem, meu coração não aguenta tudo isso não.” Wuxian os aperta e então finalmente solta.

“Ótimo, vamos logo.” diz Jin Ling. Ele e Zizhen começam a andar, apenas alguns segundos de silêncio e então voltam a discutir sobre qual deles tem mais direitos sobre Wei Wuxian.

“Ele é meu duas vezes então! Como Wei Wuxian e como Mo Xuanyu.” Wuxian ouve Jin Ling dizer e não pode segurar o sorriso.

“É melhor não ficarmos muito para trás” ele diz para Sizhui e Jingyi.

“Ou eles vão acabar se matando.” diz Jingyi casualmente. 

“Onde está Wen Ning? Achei que ele sempre andasse com vocês.” Wuxian parece confuso.

“Normalmente sim, mas Mestre Lan exigiu que ele fosse avaliado pelos médicos de Gusu se quisesse continuar me acompanhando.” responde Sizhui.

“Ele concordou, então está preso com Lan Qiren e os médicos por uns dias.” completa Jingyi.

“Pobre Wen Ning.” Lamenta Wei Wuxian. “E como estão as coisas em Gusu? Estão sobrecarregando Lan Zhan de novo? Já tem mais de uma semana desde sua última carta…”

Sizhui o encara e pergunta “Vocês estão bem?”

Wei Wuxian sente a hesitação de Sizhui. “Mestre Wei… me desculpe por perguntar, mas aconteceu alguma coisa?”

Wuxian ergue as sobrancelhas em surpresa “Hm.. Não? O que te faz pensar isso?”

“Oh. Nada em particular, eu apenas fiquei preocupado. Hanguang-jun parecia um pouco…”

“Hanguang-jun ficou extremamente irritado depois de ler sua última carta.” oferece Jingyi.

Wuxian para. Lan Zhan ficou irritado? Não tem como ser por causa da carta, certo? Não havia nada de especial lá.

“Como vocês sabem que foi a carta?”

“Eu estava com ele quando recebeu.” Explica Sizhui. “Ele parecia feliz… antes.” Ele franze a testa ao lembrar. “Não que ele não goste de receber suas cartas! Ele fica muito feliz com elas, mestre Wei! É só… ele estava sorrindo, e viu algo que o deixou de mau humor.”

"E então ele realmente tentou nos matar com a quantidade excessiva de treinamento.” Jingyi bufa.

“JINGYI!” Sizhui o repreende “Não é permitido…” 

Ele é interrompido pelo grito de Zizhen. “Precisamos de ajuda aqui!”

“Vamos logo, tenho um mal pressentimento.” Wuxian diz já correndo em direção ao chamado.

“OH MERDA!” é a primeira coisa que ele diz ao chegar no local.

A situação realmente não é boa, Zizhen e Jin Ling estão encurralados por cerca de umas 20 aranhas gigantes. Graças aos céus não é uma ninhada completa, o que é raro no entanto já que essas ainda não estão em idade suficiente para se afastar do resto do bando.

Algumas se viram em direção ao trio que acabou de chegar e parecem prontas para atacar..

“Sizhui você vai para a direita, Jingyi vá para a esquerda, Jin Ling e Zizhen protejam as costas um do outro e todos vocês precisam ser firmes e precisos em seus golpes.” Wuxian comanda firmemente “Precisamos nos apressar, se o resto da ninhada chegar estaremos em sérios problemas. Tomem muito cuidado, elas são extremamente venenosas, um simples arranhão pode fazê-los agonizar por semanas.”

“Semanas por um arranhão?” chia Jin Ling.

“Resto da ninhada?” Sizhui diz confuso.

“Sim, e o veneno das em fase adulta pode ser fatal. Estas ainda são filhotes e em pouco tempo o resto do ninho estará aqui então se apressem.” Wuxian fala levando Chenqing aos lábios.

“Essas são as filhotes??!” Jingyi diz em choque “Elas têm o tamanho de Fada!”.

Wuxian estremece com a menção do cachorro.

“Eu não quero morrer.” chora Zizhen.

“Ah se eu estivesse com Suibian.” Wuxian lamenta. Ele pode ser muito forte com sua flauta, e era ainda mais quando possuía o Amuleto do Tigre Estígio, mas ele já esteve entre os melhores na arte das espadas e sente falta disso. Seria uma ótima oportunidade de mostrar seu talento para esses pequenos brotos de Lótus.

Se o plano era se livrar das que estavam ali e ir embora, eles não conseguiram cumpri-lo. 

A princípio eles estavam indo bem, mas eles estavam estupidamente perto do ninho, cada vez apareciam mais, e em questão de instantes havia mais do que eles poderiam suportar.

Então todos ouvem o grito desesperado de Wei Wuxian:

 “SIZHUI!!”

O grito é seguido de uma nota aguda de Chenqing. Energia ressentida flui livremente entre eles.

E há sangue espirrando em Sizhui.

Jin Ling, Jingyi e Zizhen imediatamente estão ao lado do amigo. Os quatro veem uma aranha três vezes maior que as anteriores cair diante deles, embaixo dela está Wei Wuxian. 

Há sangue escorrendo de sua boca, uma pata está cravada em seu abdômen, o sangue faz uma poça ao seu redor. 

“NÃOO!” eles gritam horrizados. Seus corpos agem antes de suas mentes, as quatro espadas juntas reduzem a criatura a pedaços.

Os quatro caem de joelhos ao redor de Wei Wuxian, olhos arregalados, parecem lutar com as palavras que não conseguem emitir. 

Wei Wuxian não consegue se mover, tudo dói, sua visão já está ficando turva, calafrios percorrem todo o corpo. Ele cospe sangue e começa a assobiar. A energia ressentida fica muito mais feroz atacando a ninhada.

Uma pausa, cospe mais sangue “Saiam daqui agora” tosse “Eu vou detê-los e preciso que estejam a salvo.”

“Eu não vou a lugar algum sem você!” a voz de Jin Ling é o mais firme que ele consegue apesar de estar chorando “Não ouse se entregar, você não pode me deixar!” ele se levanta e começa a atacar.

“Eu também não sairei daqui sem você!” a voz de Zizhen é trêmula através das lágrimas. E segue o exemplo de Jin Ling levantando-se a atacando.

Jingyi já está em pé também, ele dispara o sinalizador, e atacando diz “Em breve teremos reforços e sairemos todos daqui, até lá estaremos te protegendo. Sem discussão!” ele é realmente firme, mesmo com o choro. 

Wuxian sente isso aquecer seu coração, o faz se lembrar de sua própria juventude. Essas crianças são tão boas, tão boas que conseguem transformar um momento tão crítico como esse em algo que o faz aceitar em paz essa segunda morte. mas então:

“Por favor…” Sizhui soluça “Por favor, não me deixe...” outro soluço “Eu não posso perdê-lo de novo..” ele se debruça trêmulo sobre Wei Wuxian “Por favor papai!” é uma súplica .

“Eu não vou morrer” Wuxian pensa, mas tudo está ficando escuro e os sons abafados “Merda, eu não vou… Eu vou desapontá-los...meu filho, meu sobrinho, meus sobrinhos, Lan Zhan...me perdoem” e tudo silencioso, frio e escuro.


Notas Finais


próximo capítulo em breve ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...