História Eu sei que é errado,mas é tão bom - Capítulo 24


Escrita por:

Visualizações 44
Palavras 2.483
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


espero que gostem

Capítulo 24 - Parte 2-Capítulo 11


Fanfic / Fanfiction Eu sei que é errado,mas é tão bom - Capítulo 24 - Parte 2-Capítulo 11

Quando tinha por volta dos meus 15 anos entrei para o ensino médio,muita coisa aconteceu uma delas foi meu primeiro amor

Eu conversava com um cara o nome dele era Guilherme,ele tinha uns 17 anos e morava na mesma cidade da Itália que eu,eu tinha uma amiga chamada Cat diria que ela era minha melhor amiga e ela me deu o número dele é falou que agente se daria muito bem pois ela tinha estudado no mesmo colégio que ele,quando ela entrou para o ensino fundamental ele já estava no colégio dela e parece que eles ficaram bem amigos.

A gente conversou por volta de uns 8/9 meses mas nunca dava para nos encontrarmos,ele ia na casa dela mas nunca dava pra mim ir ou quando eu podia ele não podia,nos conversamos todos os dias, não tinha um dia que a gente não se falava tanto por ligação quando por mensagem,eu estava apaixonada.

Uma vez ele pedio o número de uma amiga minha(Mary) e eu dei,eles conversaram e ela ligou pra o Guilherme do celular  se um outro amigo nosso(Maykon) e quem atendeu foi minha amiga Cat,meu amigo não disse nada só desligou,mas a ligação foi retornada pelo número da Cat.

Se você pensou que ela estava na casa dele você é muito bobinha(o)para acreditar,essa foi a desculpa que ela deu mas na verdade ela era o Guilherme,era com ela que eu falava todas as vezes,até hoje me pergunto como cai nessa,pois a forma como ele escrevia era ela,os pontos,as vírgulas tudo!

E eu realmente amava aquele menino que nem se quer era real

Não pense que eu sou boba,pois ela me enganou direitinho ele me mandava áudios e fotos

Hoje eu caí na real porque nunca nos falamos pelo Instagram,o cara era real,ele tinha Instagram e tudo,o engraçado era que ela inventava que o pai dele tinha morrido sendo que quando fui vê o Instagram dele de verdade era possível ver os comentários do meu possível sogro e de sua irmã que tinha morrido a 3 meses atrás, ela confessou que era apaixonada por mim,só que eu não sentia o mesmo.

Nunca mais falei com a Cat,ela me evitou a todo custo,saiu do colégio e tudo eu perdoei ela,mas nunca voltamos a ser amigas.

_________________________________

sentia as mãos de Bella percorrerem pelo meu corpo enquanto beijava Julie,era um beijo eufórico que deixa com gosto de quero mais,logo que separo o beijo Bella e Julie começam a se beijar ,fiquei boquiaberto com àquilo mas logo abocanho os seios de Bella enquanto pasageava a intimidade de Julie,aquele quarto estava prestes a pegar fogo,logo penetro dois de meus dedos na intimidade de mesma, sintia uma mão percorrer meu abdômen e logo descer até meu membro começando a me masturbar,era possível ouvir os grunidos/gemidos delas entre o beijo,é o calor de nossos corpos que se encontravam em uma perfeita sintonia a cada movimento,logo elas se separam e Bella vem até mim logo sentando em meu colo rapidamente se penetrando com meu membro e começava a cavalgar sobre meu colo,dou um beijo nela e Julie fica apenas observando toda aquela cena enquanto massageava seu clitóris e um de seus seios

Cole: Manuel

sentia meu corpo transpirar é minha respiração acelerada a cada uma das estocadas, coloquei minhas mãos na cintura dela ajudando a mesma com os movimentos

Cole: MANUEL ACORDA

logo me levanto rapidamente me despertando daquele sonho olhando para cole sem entender

Cole:vai se atrasar pra primeira aula,eu já fiz o café eu já vou indo...porque tá suado?

Manuel: faculdade...que bela droga,eu,eu tava sonhando que...que era um corredor

Cole: Bizarro,eu já vou indo

Fala ele pegando sua mochila colocando nas costas saindo do quarto

_________________________________

7 meses tinha se passado,por fim consegui convencer Manuel a ir para a universidade de nova York,eu já estou no último ano do ensino médio e estou cuidando do Rafael todos os dias,na verdade a gente se dá muito bem

Me sentei no sofá com uma tigela de pipocas,liguei a tv e peguei um punhado de pipoca logo comendo um pouco da mesma

Joe:a gente precisa conversar

Fala ele se sentando no outro sofá me olhando com um papel na mão,abaixei o volume da tv e olhei para o mesmo

Bella:o que foi,tá tudo bem?

Joe:a gente tem que conversar sobre o Manuel e uma outra coisa

Senti meu coração acelera e ao mesmo tempo parar,minhas mãos soavam frio era como se a temperatura tivesse caído,fiquei me perguntando por meros segundos como ele tinha descobridor sobre mim e Manuel

Bella:o que?

Falei com uma voz trêmula tentando não manter contato visual com meu pai

Joe:Bella isso já faz uns dias que eu fiquei sabendo,eu não sei o que fazer

Eu queria fuigi dali naquele momento,já era ele descobriu tudo

Fiquei cada e logo ele prossegui

Joe: mês passado quando eu fui no hospital eles me entregaram um contato

Meu coração aliviou soltei um breve suspiro em silêncio para que o mesmo não percebesse,ele me entrega o contato e logo começo a ler

Bella:como assim eles querem desligar os aparelhos?ela vai morrer ?

Joe: provavelmente sim,eu não sei o que fazer,ela tá sofrendo lá eu acho que seria egoísta da minha parte dizer que para não desligarem,mas eu não consigo assinar isso,ela é minha mulher

Ele fala e seus olhos ficaram marejados,logo em levantei de onde estava e fui até o sofá que ele estava,segurei na sua mão soltando um breve suspiro vendo uma lágrimas solitária rolar em seu rosto

Bella:eu não sei o que dizer,mas independente de tudo eu vou te apoiar nessa decisão,você sabe o que é melhor!sempre soube

Joe:como eu vou contrar isso pro Manuel?eu não posso simplesmente chegar e falar "então eu vou desligar os aparelhos que mantém sua mãe viva,até o próximo feriado"

nós dois soltamos um riso fraco,e inacreditável nosso sendo de humor

Bella:acho melhor falar nesse final de semana quando ele vier é mais sensato,ou a gente poderia ligar agora assim ele não tem como matar a gente

Falei rindo fraco tirando um fio de cabelo que estava sobre meu olho

Bella:eu acho que seria egoísmo mesmo,ela tá daquele jeito a meses pai, é triste mas ela merece descansar.

Joe:mas somos egoístas Bella,e ela estando entre nós e uma forma de continuarmos juntos,eu não sei se essa é a melhor opção

Bella:eu só tenho 17 tá,eu não sei nem pra qual faculdade eu vou,que dirá se eu mantenho ou não minha madrasta viva,mas eu sei que a decisão que tomarmos vai está certa

Joe:desculpa tá fazendo você passar por tudo isso,era pra você vir e ter apenas a responsabilidade dos seus estudos

Bella: não pai,eu gosto tá,eu disse que gostaria de vir pra cá e vou ficar!

Joe: você é idêntica a sua mãe,eu te amo tanto querida

Senti o mesmo colocar alguns dos fios do meu cabelo atrás da orelha que aviam caído novamente sobre meu rosto,logo dou um sorriso fraco abrindo meus braços logo abraçando o mesmo

Bella:eu te amo,muito mesmo

Manuel viria no final de semana,no caso amanhã é meu pai vai falar pra ele tudo o que se passa,eles vão pro hospital e de lá ele vai contar tudo em enquanto tomarão um café,bom isso é o plano dele,mas a melhor parte é que Cole virar juntos, não tenho tantas novidades quando a mim e Cole,eu gosto dele mas não queremos um relacionamento sério agora

________________________________

Bella: não sei,tá acontecendo tanta coisa

Cole:sei como é, vocês não estão tendo a melhor fase da vida 

Soltei um breve suspiro e ficamos em silêncio por alguns minutos,olhei para ele e o mesmo já estava me olhando dei um sorriso fraco e logo o mesmo coloca sua mão sobre a lateral do meu pescoço e se aproxima colando nossos lábios iniciando um beijo,retribui o mesmo na mesma intensidade,o beijo foi fincando cada vez mas intenso e logo fui para o colo do mesmo com uma perna em cada lado,sinto ele deslizar suas mãos pelas minhas costas logo descendo as mesma até a minha bunda apertando a mesma,parei o beijo e logo olhei para o mesmo e ele me olha nos olhos

Cole:tem certeza disso?

Dei um sorriso fraco e logo voltei a beijar o mesmo,aquilo foi como um sim e logo vejo ele retirar sua camisa e logo a minha em seguida,ele passava suas mãos suavemente pelo meu corpo,eu me arrepiava quando sentia sua pele em contato com a minha,logo ele começa e beijar a extensão do meu pescoço enquanto passava suas mãos pelos meus seios logo retirando meu sutiã, sorriso malicioso se forma em nossos lábios e logo o mesmo me deita sobre o sofá ficando por cima de mim e logo voltamos a nos beijar,nossos corpos entravam em uma perfeita sintonia como uma peça coreografada,cada toque cada beijo era recíproco

Sentia suas mãos alisando meu corpo tão calmamente,com tanta delicadeza,mas quando me via naquela situação lembrava de Manuel e logo em seguida da noite na festa com Charlie

Me sento no sofá bem rápido fazendo com que o mesmo ficasse afastado de mim alguns centimetros e logo me olha sem entender

Bella: Desculpa,desculpa eu...eu

Sentia meus olhos marejados é minha voz trêmula e logo desvio o olhar para o teto enquanto tentava não manter contato visual com ele tentando terminar minha fase cruzando os braços escondendo meus seios

Cole:ei,tudo bem de verdade tudo bem

Fala ele com uma sutileza surreal,era inacreditável a paciência que ele tinha comigo,ele era tão calmo e não me cobrava nada,logo ele veste sua camisa novamente e vem até mim vagarosamente e passa suas mãos pelos meus cabelos e logo olho para ele sentindo uma lágrimas rolar pelo meu rosto quando pisco,logo ele me abraça,nunca havia chorado na frente de outra pessoa exceto minha mãe,e agora Cole.

Bella:me desculpa,desculpa mas eu não consigo

Cole:olha tudo bem, não quero que se sinta presionada a nada

Bella: é como dizer que você vai passar maionese mas você só tem mostarda

Cole:você precisa de maionese?

Bella:eu preciso de maionese

Falei soltando um riso fraco e ele me acompanha enquanto saíamos no nosso abraço,ele limpa as lágrima que escorriam pelo meu rosto

Cole:numa escala de 1 a 10, sendo 10 o mais idiota que uma pessoa pode parecer, você é definitivamente um 19.

Caímos na gargalhada e logo vesti minha blusa

Cole:eu preciso adimitir uma coisa,eu gosto de você Bella,eu realmente gosto de você

Bella:eu também gosto de você Cole,gosto de estar com você 

Falei segurando sua mão olhando nos seus olhos e um sorriso fraco se forma em meus lábios

Bella:eu não sei porque as pessoas amam aqueles que não são bons pra ela

Cole:eu não sei o que te dizer.a gente não escolhe por quem se apaixona

Ficamos conversando por um tempo e depois que meu pai chegou Cole foi embora,meu pai disse que Manuel tinha saído para desopilar e que logo voltaria,pois ele havia contado tudo, depois meu pai vai para o seu quarto e se tranca lá 

________________________________

Bella:oi

Falo ao ver ele passar pela porta da cozinha e sentada no banco da bancada de frente para mim

Manuel:oi,como tá?

Bella:tô bem,como você tá digo depois da conversa com meu pai

Manuel:como acha que eu estou?esses médicos são loucos,como eles pedem para decidirmos isso? não dá

Bella:eu te entendo, não é fácil mas você tem que se manter firme

Fale segurando sua mão olhando nos seus olhos,meu coração talvez tenha acelerado e logo solto suas mãos passando as mesmas pelo meu rosto para disfarçar

Manuel:como você tá com o Cole?

Bella:normal, não tem nada pra contar

Manuel:tem certeza?eu pensava que gostasse dele

Bella:mas eu gosto, só não tô pronta pra um relacionamento

Manuel:já dormiram juntos?

Bella:como?

Falo me assustando com a sua pergunta sem rodeios,me fazendo de desentendida

Manuel: transar,sexo,fuder fazer amor ou sei lá se tem mais termos para isso

Bella:ah,isso é particular,você é meu irmão

Manuel:eu já te vi pelada

Bella:porque minha vida não pode ser normal?eu sou tão legal

falei soltando um riso fraco e logo o mesmo cai na gargalhada passando uma de suas mãos pelo seu rosto

Manuel: então,como você tá lidando com tudo isso?digo do negócio com a minha mãe

Bella:eu estou tentando,eu estou tentando o tempo todo,mas todos estão contando comigo 

Manuel:sabe que eu não queria que passa-se por isso sozinha

Bella:mas eu não estou sozinha

Ele olha pra mim e sento um aperto no meu coração,lembro de tudo o que a gente viveu e logo dou um breve suspiro após uma longo silêncio que ficou entre nós

Manuel: não queria que "nós" tivéssemos chegado a esse ponto

Bella:eu não gosto de segundas-feiras,mas infelizmente, eventualmente elas aparecem

Manuel:tinha razão,eu não te amo,você não me ama,somos duas pessoas solitárias tentando nos odiar menos

Bella: Manu...

Manuel:talvez não sejamos mais do que isso, é tudo o que sempre fomos

Bella:por favor, não começa com isso

Manuel:eu queria nós,mas eu tento me convencer que não a cada dia que passa,achava que se falasse para você que não te amo as coisas melhorariam

Bella:saiba que não está sem você é uma das coisa mais difícil que já me aconteceu,você tem que encontrar alguém que ame você também

Manuel:eu já encontrei,ela está bem aqui na minha frente.

Bella:por favor,para

Manuel:eu estou quase perdendo minha mãe, não quero perder as duas mulheres mais importantes na minha vida

Bella: não me venha com chantagem emocional

Manuel:mas eu não estou com chantagem emocional,eu só quero você é isso que eu estou tentando dizer

Bella:mas eu não te quero mais!por favor entenda isso

Manuel: não Bella,eu nunca vou entender e não quero entender

Bella:mas eu quero,eu quero te esquecer porque aquilo que nós fizemos foi burrada

Manuel:eu não penso assim

Bella:mas eu sim!somos irmãos

Manuel: não temos o mesmo DNA,se tivermos um filho ele não vai nascer especial como na maioria dos casos entre irmãos ou familiares

Bella:você tá louco

Manuel:só se for por você

Bella:tá delirando!

Manuel:de amor

Bella:chega Manuel,isso tá indo longe de mais

Manuel:longe é onde meu amor vai

Bella:eu tô com o Cole,eu gosto dele,ele me faz bem

Manuel:é isso que você quer?porque eu posso te tratar muito melhor

Bella:tenho certeza que não

Falei saindo da cozinha indo até a porta logo saindo de casa,soltei um suspiro após fechar a porta e comecei a andar pela vizinhança,caminhei até um cinema que tinha próximo de casa e fui até a bilheteria

Shawn: Bella,que surpresa

Bella: não sabia que estava trabalhando aqui

Shawn:só faz algumas semanas,,quantos ingressos?

Bella:apenas um,estou sozinha

Shawn: sério?quer companhia?

Bella:mas você está trabalhar

Shawn:meu turno está prestes a acabar,você tá bem?por que não aparenta

Bella:uma proposta dessa não posso negar,só tô precisando desopilar

Ele me entrega um bilhete do filme retro que passaria hoje "Titanic" era o que tinha escrito,bom isso é mais algumas coisas

Bella: não acredito que o filme hoje é Titanic!

Shawn:é um ótimo filme,porém não gosto tanto

Bella: você chora toda vez que alguém fala de Titanic

Shawn:eles tinha apenas um ao outro!

Bella:eu definitivamente não te aguento

Falei soltando um breve riso quando ia pagar ele falou que era por conta de casa,fiquei esperando por ele alguns minutos e logo ele aparece,compramos várias guloseimas e entramos em uma das salas,sentamos na fileira no topo é assistimos o filme enquanto ironisavamos o roteiro e fazíamos piadas,a verdade é que Shawn era um cinéfilo porém tinha um ótimo senso de humor,pode me chamar de clichê mas um dos meus filmes preferidos é Titanic


Notas Finais


desculpa a demora,de verdade verdadeira eu não tô pensando direito porque tô meio enrolada com algumas coisas

Comentem porque eu não tô afim de quebrar minha cabeça pra bolar uma história e não receber nem um comentário


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...