História Eu sempre serei sua luz na estrada escura -Kim Taehyung BTS - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Bts, Cut, Romance, Taehyung
Visualizações 52
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores 👋😃
Boa leitura!

Capítulo 12 - Meus sentimentos.


Fanfic / Fanfiction Eu sempre serei sua luz na estrada escura -Kim Taehyung BTS - Capítulo 12 - Meus sentimentos.


[2013 dia 18 de março]

Kim Taehyung

Acordei as cinco horas da manhã, olhei para cima e tive a visão de Saeron dormindo com a mão sobre meu cabelo. Nesse momento se passou muitos pensamentos na minha mente. Como ela conseguia ser tão linda assim dormindo, ou até mesmo acordada. Ela só era linda. Quando percebi eu estava sorrindo sozinho, então eu a apertei trazendo ela para mais perto de mim, então voltei a fechar os olhos. 

Acordei com um barulho e a luminosidade do sol, quando abrir os olhos vi que era o dono que estava ali.

–Vocês estão passaram a noite aqui ? –O dono perguntou olhando para mim e Saeron que neste momento já estavamos sentados e totalmente desnorteados.

–Sim, prenderam a gente aqui. –Disse Saeron pegando o seu casaco que ela havia deixado em mim durante a noite e se colocando de pé.

–Me desculpem, acho que foi eu. Eu pensei que não tinha ninguém aqui no final da tarde, pensei que já haviam saído. –Ele falou parecendo meio sem graça.

–Tudo bem, acho que valeu a pena ficar preso aqui. –Dei uma olhada meio safada para Saeron para provocar ela.

–Não, não valeu a pena ficar presa aqui. –Ela disse com o rosto completamente corado de vergonha. –Você passou a noite toda doente, então não valeu a pena.

–De qualquer forma me desculpa. –O dono do galpão disse tirando a carteira do bolso. –Vou dar um dinheiro a mais por conta disso.

Depois que saímos do galpão eu sentir a mão de Saeron vindo com tudo sobre as minhas costas. Aquela baixinha tinha a mão pesada, o tapa dela doía para caramba.

–Ai!!! –Eu falei resmungando pelo o tapa. –Não se faz isso com um paciente que passou a noite inteira com febre.

–Na hora de fazer brincadeiras pervertidas você está bem né ? Agora na hora de um tapa está doente. Me poupe Taehyung. –Ela deu uma pausa e me estendeu a mão. –Me dá uma parte desse dinheiro, já que você recebeu a mais.

–Não, não vou dar. Você é minha escrava. Faz o que eu quero.

–Aish. Tchau Taehyung. –Ela disse andando batendo o pé no chão. 

–Espera. –Eu disse correndo e pegando no seu braço fazendo ela bate de uma vez em meio peito. –Eu vou pagar um café da manhã para você.

–Eu tenho que voltar para casa, vou morrer se não estiver lá, sem contar que daqui a algumas horas teremos aula. –Ela falou realmente parecendo preocupada com esse fato.

–Vai Saeron, vamos vai dar tempo, se quiser eu converso com sua mãe e seu pai para dizer o que aconteceu. –Eu falei e ela logo arregalou os olhos. 

–Não, não precisa. –Ela disse. –Deixa que eu falo com eles. Quer saber ? Eu topo ir tomar café com você.

Então depois que ela disse isso nós saímos e fomos tomar café, depois de tomar café com ela a gente foi para casa, eu fui para minha e ela para a dela.

Quando eu cheguei em casa só deu tempo de eu colocar o uniforme e sair correndo. 

Chegando na escola o sinal já havia tocado e todos já tinham ido para a sala, então eu não esperei pela a  Saeron, pensei que ela já havia chegado, e já estaria na sala de aula. Mas ao chegar na sala percebi que ela não estava lá. Me sentei no meu lugar de costume, e fiquei ali me sentindo um pouco triste pelo fato dela ainda não ter chegado.

O professor chegou na sala, e começou a falar sobre a tal excursão. 

Depois de exatos dez minutos a Saeron chegou na sala de aula, tomando a atenção de todos os alunos para ela.

–Min Saeron. Você está dez minutos atrasada. –O professor falou olhando para a mesma que estava em pé na porta. –Para que esses óculos escuros ?

–Me desculpa professor. O problema e que hoje eu acordei com conjuntivite, e não estou podendo tirar os óculos. E também estou atrasada por conta disso.

–Tudo bem, vou deixar você entrar. –Ele deu uma pausa. –Mas apenas porque essa e sua primeira vez chegando atrasada.

–Obrigada professor. –Ela foi direto para sua carteira e se sentou.

–Amiga por que está atrasada ? –Perguntou Lee Bo Na para a Saeron. 

–Conjuntivite. –Min Saeron falou.

–Ai amiga, melhoras, e nem pense em tirar esses óculos pode passar para mim também. –Lee Bo Na falou ingênua.

–Que desculpa mas esfarrapada em Saeron . –Eu falei pois já sabia que ela tinha se atrasado por ter passado a noite no galpão comigo.

–Para Taehyung. –Ela disse tirando os livros da mochila.

Depois de horas dentro da sala de aula o sinal do intervalo tocou, fui falar com a Saeron que estava colocando a caneta em sua bolsa de lápis.

–Ei, já pode tirar esses óculos em. –Eu falei me sentando em cima de sua mesa.

–É sério, estou com conjuntivite não posso tirar ele. –Ela disse séria.

–Não tem como você ter pego conjuntivite em tão pouco tempo, nós nos vimos essa manhã e você estava perfeitamente bem. –Eu falei tentando saber a verdade.

–Olha Tae... 

–Unnie, vem logo, vamos perder o intervalo todo. –Lee Bo Na gritou por ela.

–Então tchau Tae, depois a gente se fala. –Ela saiu rapidamente da sala de aula, com certeza ela queria fugir do assunto. 

Eu deixei passar, mas da próxima vez, eu não vou deixar. Eu vou descobrir de qualquer jeito o que se passa com ela, nem que isso me custe a vida. Ela acha que eu acredito nessas desculpas que ela inventa sempre que está com um machucado novo, e ainda tem isso todo dia ela estava com um machucado novo.

Primeiro a mão enfaixada, depois a queimadura e agora isso. Sabe nem mentir. Eu precisava saber quem era a  pessoa que estava machucando a Saeron daquele jeito. 

Sair da sala e fui para o intervalo. Depois que sinal tocou todos os alunos estavam de volta para a sala. Depois de vinte minutos de aula, a Saeron pediu para ir ao banheiro, e é claro que eu pedi para permissão para a professora para sair também. 

Tá, eu já fiz muitas coisas idiotas da minha vida, mas eu acho que a coisa mais idiota que eu eu iria fazer era aquela. Eu entrei no banheiro feminino. Dei de cara com Saeron se olhando no espelho. Sim seu olho estava completamente inchado, mas não era conjuntivite, mas era um hematoma, que eu sei bem o que era, até porque já tive muitos parecidos por viver me metendo em brigas.

–Não adianta dizer que isso é conjuntivite, porque eu não vou acreditar. –Disse da porta do banheiro, fazendo ela se assustar e rapidamente colocar os óculos.

–Você está maluco ? Aqui é o banheiro feminino. –Ela disse tentando desviar de assunto.

–Não tenta mudar de assunto Min Saeron. –Falei indo até ela é tirando seus óculos. –Não vem me dizer que isso não é um soco ?

–Olha Tae, não precisa se importar com meus assuntos, eu mesma cuido deles OK ? –Ela disse se retirando, mas eu não deixei ela sair.

–Me diz como eu não vou me importar com seus assuntos em ? –Eu disse olhando ela no olho. –Eu gosto muito de você para não me importar com seus assuntos. Eu estou apaixonado por você Saeron. Como eu não vou me importar sendo que eu gosto tanto de você que sou capaz de morrer.

Falei de uma vez tudo o que eu estava sentindo, e é claro que ela ficou surpresa e paralisada. E quer saber ? Eu fiquei bem melhor depois de dizer para ela o que estava sentindo.


Notas Finais


Sentimentos brotando do coração do Tae. Isso é possível ? Ainda tem muitas águas para rolar nessa história mesmo faltando 8 capítulos para a fic acabar
Comentem e me contam o que estão achando da história. Como eu disse anteriormente no último capítulo postado, eu amo muito ler os comentários de vcs, isso me inspira a continuar escrevendo.
Bye bye e até a próxima ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...