História Eu sempre serei sua luz na estrada escura (Kim Taehyung) - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Bts, Cut, Romance, Taehyung
Visualizações 45
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Agora é um capítulo kskkk.
Boa leitura amores.

Capítulo 13 - Sentimentos diferentes


[2013 dia 17 de março]

Min Saeron.

Ótimo eu não estava acreditando, Taehyung naquele momento estava me segurando pelo braço e dizendo para mim que tinha se apaixonado. Eu realmente não estava acreditando naquilo.

Eu não queria contar para ele sobre os meus problemas, não queria ter que dizer que meu pai era um alcoólatra e que eu e minha mãe quase sempre apanhavamos, e eu mais ainda. 

Naquela manhã eu cheguei em casa e meu me esperava sentado no sofá, com um cinto na mão, e minha mãe com o rosto todo inchado obviamente estava chorando de preocupação. Quando ela me viu me olhou com um olhar de alívio, e veio me abraçar, o meu pai também veio na minha direção, mas ele veio para me bater. Minha mãe entrou na frente levando as cintadas no meu lugar. Então meu pai ficou super irritado e jogou minha mãe no chão, vindo com punho fechado em direção ao meu rosto. A única coisa que eu sentir depois foi uma dor e uma ardência. Minha mãe se levantou pegou gelo e me entregou disse que era para eu ir para escola e sair rapidamente de casa. Eu me arrumei assim como ela pediu, quando estava saindo de casa ela me entregou os óculos escuros, e disse para eu  usa-los, assim eu fiz, também não queria chegar na escola com aquele hematoma no olho. Cheguei na escola e dei uma desculpa qualquer como o de costume, depois do intervalo fui ao banheiro, eu não tinha visto como tinha ficado, tirei o óculos e me olhei no espelho, estava horrível. Me assustei ao ouvir a voz do Tae.

Minha vida não podia estar melhor, agora existia duas opções, ou eu contava para ele o que tinha acontecido, ou eu começava um assunto sobre os sentimentos dele por mim. Mas eu me sentir envergonhada demais para aquilo, seria completamente estranho na verdade estava tudo estranho, como uma pessoa que eu odiava a um mês atrás diz que está gostando de mim. Tudo bem que eu tinha uma atração por Kim Taehyung, mas vamos combinar que isso é bem estranho. Então pensei mais cedo ou mais tarde eu ia ter que conversar sobre os dois assuntos, mas naquele instante, eu preferia falar sobre os meus problemas. Eu precisa desabafar com alguém.

–Ok, eu te falo, o que aconteceu. –Eu falei.

–Então me conte. –Ele soltou meu braço e me olhou atentamente.

–Meu pai é um tremendo idiota. –Eu disse com os olhos querendo se encher de água. –Ele é um alcoólatra, ele bate em mim, e em minha mãe quando está bêbado, na verdade até sóbrio ele faz esse tipo de coisa.

–Eu vou resolver esse problema agora. –Ele disse indo em direção a porta do banheiro, mas eu impedir que ele saísse.

–Por favor Tae não faz isso. –Eu disse, então ele voltou. 

–Desde quando isso acontece Saeron ? –Ele perguntou sério.

–Não sei dizer ao certo em que ano isso começou, mas eu sei que foi depois que nossa família perdeu tudo. –Eu disse segurando as lágrimas que queriam cair.      

–Como assim sua família perdeu tudo ? –Ele me perguntou.

–Meu pai tinha uma empresa, nossa empresa era bem famosa, e a nossa família era bem sucedida, até que um dia meu pai fez alguma coisa, a qual eu não entendi na época, pois eu era uma criança. Após isso perdemos exatamente tudo. –Eu falei já chorando feito bebê. –Depois disso as coisas ficaram horríveis para mim e para minha mãe. Meu pai se transformou em outra pessoa, ele fez a merda, só que jogava isso em cima de mim e minha mãe. Até hoje ele desconta isso em nós.

–Min Saeron isso não pode continuar assim. –Tae disse para mim com um olhar de dor ao escutar a minha história. –A gente tem que fazer alguma  coisa, vamos fazer uma denúncia eu te ajudo.

–Não Tae. Realmente não tem necessidade. –Respondi.

–Como assim ? É claro que eu vou fazer algo Saeron, você acha que eu vou ficar de braços cruzados sabendo que essas coisas acontece com você ? –Tae falou indignado com aquilo.

–Tae, eu vou resolver isso sozinha OK ? –Eu dei um suspiro. –Eu não preciso que você faça algo.

–Eu vou fazer Saeron. –Ele disse bravo.

–Não vai, por favor não faz. Se você fizer eu nunca mais falarei com você. –Eu falei apelando, porque aquele foi o único jeito de segurar ele. –Você pode esquecer da minha existência se fizer isso comigo Tae. –Eu falei chorando.

–Ta, tudo bem. –Ele disse meio excitante. –Eu estou apenas concordando com você porque não quero te perder. Mas fique sabendo de uma coisa Saeron. Se você mesma não resolver isso, e me aparecer machucada, ou algo do tipo, pode ter a certeza que eu vou intervir, e não vou me importar se você continuar ou não falando comigo. Até porque eu prefiro isso do que te ver sofrendo e machucada. Agora vem aqui. –Ele me puxou e me abraçou.

Eu apenas me permitir ficar ali com ele, coloquei minha cabeça sobre seu peito e comecei a chorar bem mais do que já estava chorando.

Depois de uns minutos voltamos para a a sala de aula, a gente nem se deu conta que havia passado muito tempo depois de que havíamos saídos da sala, e ainda para piorar nós dois chegamos juntos na sala de aula na maior cara de pau. Além a bronca do professor eu ainda tive que escutar murmúrios pela a sala de aula. As pessoas nem disfarçavam na hora de fazer alguma piada sem graça.

Quando o sinal de ir embora tocou, eu fiquei meio surpreendida ao ver que todos alunos continuaram ali. Parece que todos estavam animados para a tal "excursão" da qual o professor tinha mencionado, apesar dele dizer com todos as letra que aquilo não era para a nossa diversão. Os meus colegas estavam bem animados com aquele assunto.

–Então Unnie. Você vai para a excursão ? –Lee Bo Na me perguntou.

–Claro que sim. –Eu respondi sem excitar, afinal de contas qualquer coisa era melhor do que ficar em casa. Apesar de eu não querer deixar minha mãe sozinha.

–Então você vai escrava ? –Taehyung disse se metendo no assunto, eu não respondir apenas assentir com a cabeça. –Bom saber, lá terei uma escrava, para pegar lenha por mim, e montar uma barraca para mim. –Esse garoto era meio bipolar.

–Que dia vai ser essa excursão mesmo ? –Eu perguntou para minha amiga, ignorando completamente Kim Taehyung.

–Semana que vem. Vai ser dois dias. –Lee Bo Na falou com um sorriso no rosto. –Ai eu estou tão ansiosa.

–Você vai aprontar alguma coisa por lá não vai ? –Eu conhecia muito bem amiga que tinha.

–Claro que não. 

–Você está aprontando sim. –Eu falei e ela simplesmente saiu correndo. –Ei volta aqui. –Eu sair correndo atrás dela. Mas antes que eu conseguisse passar pela porta Tae puxa para dentro da sala de novo.

–Então você vai mesmo ? –Eu olhei ao redor e vi que que todos haviam saído da sala e que Tae estava muito próximo.

–Sim. Por que ?

–Eu não ia nesse negócio, mas já que você vai eu também vou. –Ele disse chegando mais perto.

–Aish tanto faz. –Eu falei me soltando dele e saindo rapidamente da sala.

Meu coração estava explodindo, eu pensei que nunca sentiria algo pelo Taehyung, não sei se é pelo fato dele saber minha história, ou é pelo fato dele ter se confessado, ou até mesmo por ele ter se mostrado  ser uma pessoa de bom coração depois que eu o conheci. Talvez fosse  por todas essas coisas. A única coisa que sei, é que sinto algo diferente por ele.


Notas Finais


Min Saeron fugiu lindamente do assunto né ? Kskkskssk
Se eu fosse ela teria feito diferente.
O que vcs teriam feito ?
Cometem e me falam sobre o que estão achando, como sempre amo ler o comentários de vocês.
Já disse das outras fic's que faz parte dessa saga né ?
Suga:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/house-of-letters-min-yonngi-13927533
RM
https://www.spiritfanfiction.com/historia/almas-marcadas-rap-monster-bts-10318899
Mas para frente iremos postar as outras.
É isso amores, até a próxima 👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...