História Eu só faço merda, mano - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Jimin, Jin, Jungkook, Min Yoongi, Namjoon, Romance, Suga, Taehyung, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 539
Palavras 825
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Sanduíche


Ouço um barulho como se alguém estivesse tentando segurar o riso, e abro os olhos logo encontrando um loiro ainda parado na minha frente mostrando seu sorriso gengival.

Que, inclusive, quero dar uma pausa pra falar que o sorriso dele é bonito, só isso.

Desculpem-me, mas obras de artes devem ser apreciadas.

Provavelmente meu rosto esteja um completo tomate por causa do que ele acabou de fazer comigo, ou talvez porque o rosto dele tá muito próximo a ponto de eu continuar a sentir a respiração dele se misturar com a minha.

-Viu ? - Ele sorriu de canto, vitorioso.

-Vi o quê ? Seu idiota. - Falei impaciente e logo saí da frente dele pra quebrar aquele contato visual que me intimidava.

-Você reagiu da mesma forma daquele dia, só que a diferença é que dessa vez eu vi. - Reviro meus olhos novamente e ando até a cozinha pra comer alguma coisa.

-Dá pra sair da minha casa, Yoongi ?!

-Não, estou entediado mesmo. Acho que vou ficar e encher seu saco. - Vi ele se acomodar em meu precioso sofá e me olhar brincalhão.

Folgado.

E que tipo de comportamento é esse ? Min Yoongi tirando sarro de mim ? Nunca vi esse seu lado, afinal, ele sempre foi fechado comigo.

-Eu não mereço tal tortura. - Falei debochado.

-Merece sim, quantas vezes você foi na minha casa pra ficar de bobeira com os meninos e eu não falei nada ? - Continuei calado enquanto o olhava de sobrancelha arqueada. - Exatamente, várias.

-Aish, vá a merda. - Comecei a fazer um sanduíche pra mim em cima do balcão que separava a cozinha da sala.

-Já estou nela com você. - Segundos depois ele levantou a cabeça do sofá e me olhou. - Também quero um.

-Faça. - Sorri falso e andei com o sanduíche até o sofá, joguei suas pernas pra fora do imóvel o fazendo bufar e sentar-se devidamente. Peguei o controle e pus em um programa qualquer que passava na TV livre.

-Me dá um pedaço. - Ele falou olhando pro meu lanche quando eu o levava até a boca.

-Pare de ser preguiçoso e vá fazer o seu ! - Falei impaciente.

Quando fui dar minha primeira mordida, o idiota puxa meu sanduíche da minha mão. Comecei a me esticar pra pegar o lanche da mão dele que se esforçava em botar lá em cima pra que eu não alcance.

Esse cara tá realmente me irritando.

-Me dá meu sanduíche, Yoongi ! - Me estiquei novamente pra pegar, tentativa falha.

-Só um pedaço, seu egoísta !

-Qual é ! - Pulei do sofá e com um sorriso de uma breve vitória se abriu em meu rosto, peguei o sanduíche.

Porém nós dois caímos do sofá, caí em cima dele enquanto o mesmo tentava recuperar o ar pelo impacto com o chão.

-Você e seu sanduíche idiota... ! - Seu tom foi irritado e logo senti seus braços ao redor de minha cintura me dando um abraço de urso.

Minha gente, eu estou começando a me desesperar porque a falta de ar, sabe... TÁ GRANDE.

Comecei a me debater pra que ele me soltasse, e a única coisa que ele fazia era rir do meu desespero pelo ar. Soltei o sanduíche no chão e comecei a afastar seus braços das minhas costas.

-Estou sem ar ! - Falei com dificuldade.

-Eu te solto se me der o sanduíche !

-Pode ficar ! - Falei logo sendo libertado e respirando aliviado do lado do loiro que ainda ria com aquela situação idiota.

O tal olhou pro lado e viu o lanche no chão, logo parou de rir e fechou a cara.

-Você só me deu porque você deixou cair no chão ! - O vi segurar o sanduíche indignado.

Dei de ombros e tentei me levantar, porém ele me segurou e logo se sentou em cima de mim. Ficamos nos encarando completamente calados, e, por incrível que pareça, pela primeira vez o silêncio ao nosso redor não está desconfortante.

-Você me deve um sanduíche. - Ele disse depois de alguns minutos ainda calados.

-Na verdade, você me deve um sanduíche.

-Vamos ficar nessa ladainha pra sempre ? Saiba que eu não pretendo fazer um sanduíche pra você. - Vi seu cenho levantar e ele sorrir de canto.

-Então sim, ficaremos pra sempre nessa ladainha. - Tentei sair debaixo do loiro, porém era meio que impossível, sabem ? Ele mantinha as duas pernas ao meu redor e seus braços estavam do lado da minha cabeça. E obviamente ele tem mais força que eu, então minhas tentativas foram falhas, de novo. - Sai de cima de mim Yoongi, estou começando a ficar impaciente. - Me contorci e ele negou com a cabeça. Mas que merda, será que baixou uma criança no corpo desse cara ?! - Se eu prometer fazer seu-

-Cala a boca. - Ele me interrompeu...

Antes de me beijar.


Notas Finais


eu sei, eu sei !
prometi que seria maior, né ?
mas eu senti necessidade de deixar vocês curiosos.
desculpa, de novo sdhnjkasdhajdbas
não me matem, por favor
comentem <3
amo vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...