História Eu sou o ômega do presidente? - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Hunhan, Kaisoo, Kristao, Menção!jikook, Menção!namjin, Xiuchen
Visualizações 485
Palavras 1.351
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amoras.
Era pra esse interlúdio ter sido postado ontem mas é aquela coisa o capítulo não quis enviar de jeito nenhum. Talvez a internet não estivesse cooperando.
No entanto aqui estou eu, fé no pai que o capítulo sai.
Narração na terceira pessoa.
Capítulo pequeno, na verdade todos até agora estam pequenos. Enfim, desculpa amoras.

Eu sempre falo de mais aqui.
Como todos os capítulos até agora eu não revisei, mas foi betado pela a @kaifazendoshownu. Vou criar vergonha na cara algum dia e irei começar a escrever o interlúdio 2 kkkkkkk.

Boa leitura amoras.

Capítulo 6 - 06 - Interlúdio (História não contada)


"O ódio corrói aquele que o porta no coração, até ser destruído por ele."



*************************************



A filha mais velha dos Wang entrava na grande mansão com o rosto vermelho de raiva, mas isso em nada diminuia autoconfiança e prepotência da mulher. A não ser a morena de cabelos curtos no quarto. A beta de nome estrangeiro já estava esperando a outra.

Amber, esse era o nome da morena. Usava calça jeans, camiseta preta e sobretudo de mesma cor. Afinal ainda estavam no inverno, janeiro era um mês tão frio quanto dezembro mas menos rigoroso.

Quando a beta lúpus entrou quarto a dentro fechando a porta com força atrás de se a beta de cabelos curto de nome americano sabia que algo estava errado. Amber já tinha em mente que algo assim  podia acontecer, no fundo queria que tudo houvesse dado errado desde o início. Mas ela nunca iria se opor as vontades de sua amada, por  isso quando a outra puxou agressivamente seus fios custos com agressividade e a beijou com ferocidade sabia que tudo que serviria para ela naquela noite era seu corpo. E ao fim do ósculo teve o corpo jogado contra a parede pela dona da casa.

- O que deu errado meu amor? - disse Amber com as bochechas vermelhas, respiração ofegante e outros sintomas que os excessos  de sua companheira lhe causavam.

- Eu quero entender como aquele pontinho de gente pode amar e odiar ao mesmo tempo. - praguejou irritada mas não menos imperiosa.

- Ele odeia amar o JongIn meu amor. - ironizou a de cabelos curtos abraçando a cintura da outra.

- Não diga isso me deixa irritada. - repreendeu a herdeira Wang fazendo a outra ri e apertar a cintura fina.

- Por que você insiste nisso, você já me tem. - Amber citou beijando a nuca da outra.

- PORQUE O JONGIN É MEU, EU SOU DEVIA SER A PRIMEIRA-DAMA! EU! - berrou Krystal e nesse momento Amber se afastou.

- E o que pretende fazer? - falou a de cabelos curtos.

- A mais de um jeito de se ferir um Kyungsoo... - foi tudo o que ela falou.

Amber suspirou, aquela noite seria longa pois teria que ouvi as terríveis ideias da companheira.





******TimeBroken******





Estavam Baekhyun, Junmyeon, JongDae, LuHan e até mesmo o Primeiro-Dono chinês Zitao, e é claro o dono do quarto onde se encontravam Kyungsoo. Este último surpreso com as coisas que seus amigos contavam.

Começando pelo falante Park Baekhyun, grávido - de um menino que irá se chamar Park Jimin - de 7 meses e meio, casado obviamente como ele dissera com o crush tão almejado Park Chanyeol, ambos pais de um prodígio aspirante a Baekhyun 2.0 Park Taehyung. Os olhinhos do pequeno escandaloso brilharam ao lembrar como tudo começou, brilho este que beirava a loucura. Naquela época este próprio obtinha uma obsessão particular pelo mais alto, este que não lhe dava um espacinho para que entrasse na cachorrinho. ntão o pequeno de mente brilhante teve a melhor ideia de sua vida, se não teria Park por bem teria por mal.

Nessa parte da história do ômega, os amigos riam e Kyung o olhava incrédulo. O mais novo sabia o quanto o melhor amigo era louco mas não imaginou o quanto. Agora sabia. E Baekhyun continuou.

- Então... eu obriguei meu Appa a fazer um contrato com o senhor Park, fiz até carinha de cachorrinho. -  relatou enquanto os amigos riam lembrando do passado, com exceção de Kyung claro.

- Os tios Leeteuk e Kangin são malucos por se juntarem a você nesse complô para ficar com o filho deles, seus Appas Sungmin e Kyunhyun são ainda mais malucos por permitir isso. Loucos. - comentou rindo JongDae.

- O que tem de mal? Eu só me ofereci como sendo o pretendente a esposo perfeito. - deu por fim a uma parte da sua história de amor.

No minuto seguinte a voz do Panda - Tao - se fez ser ouvida, era sua vez de relatar a própria história.

É claro que o primeiro-dono chinês fez uma carinha de poucos amigos quando Baekhyun quis se intrometer mas assim que o Park se calou - não por vontade própria - o panda começou a falar.

O ex Huang e agora Wu Zitao, casado com ex Li Jiaheng e atual Wu Yifan presidente da China, moradores da casa violeta junto com seu filho unigênito Wu Namjoon que era um ano mais velho que o filho de Kyungsoo. O panda ressaltou as tendências do filho de quebrar tudo sem querer, no entanto era  seu orgulho. Afirmou que as coisas entre ele e Kris começaram muito antes de se mudarem para a Coréia, nenhum dos dois era classificado ainda e o  mais velho dos dois ainda se chamava Jiaheng. Huang sendo filho de um ômega lúpus da família Lu, e Kris sendo filho do presidente Li  nada impediria dos dois ficar juntos certo? Errado!

Tao lembrava com pesar quando tudo veio à tona, mal  tinham completado 10 anos os  dois melhores amigos desde sempre se  viram sendo separados em  meio ao caos. A família Li na verdade havia usurpado o lugar da Wu, estes últimos sendo a verdadeira família de Kris. E no mesmo instante em  que a vida do melhor amigo e amor ruía Tao era mandado para a Coréia, mais especificamente para a casa dos Byun  amigos de longa data de seus pais. Todas as noite o pobre chinês chorava sem ter notícias do amado, que depois de um bons meses admitiu que era o seu amor, e  passados talvez  11 meses ou 1 ano a dor foi trancada no seu peito.

- Nossa! - foi  tudo o que o dono da casa azul  presidencial conseguiu dizer.

- Mas  isso não é tudo, quando eu o  vi na  escola eu simplesmente surtei. Eu  declarei gerra ao Fan Fan por ter sido abandonado por tanto tempo. - explicou  Tao.

- Eu lembro, pareciam dois selvagens brigando o tempo todo. - complementou  o  Chen.

- Eu precisava ao menos encostar no meu homem, nem que fosse para bater nele. - e assim se calou.

E entre risos para dispersar a tensão. Um silêncio confortável se instalou até Lu Han pedi para falar.

Oh  Luhan. Casado com Oh Sehun, ambos pois de Yoongi que mais parecia filho do Kyung ditou.. Na história deles segundo o loirinho não houve nada de emocionante, eles apenas se amavam.

- Ata! - foi  ouvido saindo ao  mesmo  tempo das bocas de Chen e  Baekhyun.

- Você stalkeou e seguiu o Sehun, Luhan só tem cara de bebêzinho. - disse Tao fazendo o loirinho fazer biquinho emburrado e cruzar os braços. Sinal de maturidade do esposo do primeiro-ministro Oh.

- Estou chocado. - falou Kyungsoo surpreso com o quanto que esqueceu.

- Acho que é a minha vez, silêncio crianças. - comandou Junmyeon como uma verdadeira Omma.

- Você e o Lay tem o SeokJin e são felizes, acabou a história. - se intrometeu Chen fazendo todos rirem menos o Suho.

- Iiiii alguém vai morrer... - sibilou Baekhyun enquanto comia seu terceiro pedaço de torta de morango.

- Só corre JongDae porque eu vou te dá uns tapas até você ficar roxo! - sentenciou o moreno nomeado como o Omma do grupo.

E como um raio o barulhento Dae correu, tentando fugir da fúria de Myeon.

- Ele é marido do primeiro-ministro do meu país. - informou Tao ao dono da casa em meio aos risos.

- Obrigado por me contarem. - o menor agradeceu enquanto suas bochechas ganhavam um tom rosado.

- Somos seus amigos, faríamos tudo por você assim como faríamos uns pelos outros. - afirmou o panda chinês abraçando o amigo.

O momento fofo dos dois foi atrapalhado pelos gritinhos agudos das crianças, que os fez suspirar.

- Namjoon o que você quebrou dessa vez?... - o primeiro-dono chinês saiu do quarto atrás do filho enquanto o amigo coreano de olhos grandes ria.





******TimeBroken******





Dois dias depois...




************************************












Nos  próximos capítulos de "E.S.O.D.P?"



- Parabéns Soo hoje é o nosso dia!

...

- Channie dói, dói muito!

...

- Hunnie me ajuda, faz a dor passar.

...

- Ele entrou no cio!

...

- Como você ousa tocar no primeiro-dono?

...

- Faça amor comigo Nini... 


Notas Finais


Se você chegou até aqui é daquele jeito já tem um lugarzinho no meu coração.

Um alô especial pra Fabiiiiiiiiiiiii, sempre iluminando com seus comentários e me deixando feliz.♥♥♥

PS: Quem for army ai apoiem o BTS nessa semana especial no EUA, dêem amor aos nossos meninos.
PS²: Apoiem o Kyunggie nessa premiação importante pra ele como ator, Exo-L's fighting.

Por último não menos importante, amo vocês, até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...