História Eu sou um tritão! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin, Taegi, Taehyung!merman, Taehyung!top, Tentativa De Comedia, Yoongi!bottom, Yoonseok
Visualizações 60
Palavras 1.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu comecei a escrever esse cap ás 03:00 da manhã, no começo, minha escrita tava toda bunitinha mas depois eu caguei com tudo porque eu estava com sono e fiquei com um bloqueio criativo duzinferno. Então me perdoem de uma vez rsrs.
Boa leitura :3 beijinhos.

Capítulo 1 - Prólogo


Era uma praia linda num dia de sol, calma e com poucas pessoas. Em seu redor havia canoas, casas e o mar parecia ‘’multicolor’, devido a uma sombra que o atingia, mas tinha essencialmente as cores verde e azul. O céu estava limpo, com apenas algumas nuvens que mal se viam. Era uma visão de tirar o fôlego, exceto para um pequeno emburrado serzinho, denominado como Min Yoongi que queria apenas sua cama.

Foi obrigado a sair de sua própria casa por sua omma, se já não bastasse tê-lo acordado cedo e para piorar tudo teve que levar como acompanhante seu arrogante meio-irmão Jeon Jungkook. Odiava-o mesmo, não iria negar.

- Yoongi! Sua lesma, ande logo! Eu quero subir naquela rocha. - apontou para a respectiva rocha da qual estava falando. Ata. Yoongi já não gostava da ideia de ir em um lado da praia aonde ninguém perdeu seu tempo de ir e agora era obrigado a escalar uma pedra? Ah não.

- Eu vou ficar bem aqui! Você sobe nela. - retruquou se sentando na areia branca, não tão branca quanto sua pele. - Se você cair daí eu vou rir de você pelo resto de sua vida, então tome cuidado.

Ele riu subindo na rocha escorregadia.

Yoongi estava irritado por vários motivos; o primeiro, obviamente, porque foi obrigado a sair de sua cama em pleno sábado.

O segundo; sua pele estava grudenta para um caramba, antes de sair de casa sua omma passou um pote inteiro de protetor solar em sua pele pálida e sensível ao sol. Ela deve cagar dinheiro, só pode, protetor solar está caro hoje em dia. E mesmo assim sua pele estava ardendo, adiantou nada.

Enquanto Jungkook se aventurava no meio daquele penhasco de rochas Yoongi resolveu andar por aí.

Sentiu uma onda quebrar na areia e cobrir seus pezinhos pálidos assim percebendo o quanto aquela água estava fria. Seu corpo estremeceu todo e sentiu um arrepio gostoso em sua espinha dorsal.

Tacava conchas na água para passar o tempo, desafiando a si mesmo qual iria tão longe, até ver algo se mecher na água, algo grande. Um tubarão? golfinho? Tartaruga? Na superfície?? Não, claro que não.

Yoongi era cagão demais para se aproximar.

- Se for algum engraçadinho é melhor parar agora enquanto estou de bom humor. - ta, poderia ser algum banhista nadando por aquelas bandas e resolveu assustar Yoongi, logo Min Yoongi. havia um tremor na água, seguido por bolhas. - Sério! Jungkook se for você eu nunca mais te empresto meus gibis.

De repente a movimentação parou, Yoongi suspirou toda coragem que ainda lhe restava e se aproximou do local.

- Q-que diabos é i-isso? - sussurrou para si mesmo olhando para um híbrido de peixe á sua frente preso entre algumas grandes e verdes algas e uma rede de Plástico. Sua aparência e seu cheiro é afrodisíaco. Sua pele era pálida mas não mais que a de Yoongi o que destacava seus cabelos ruivos úmidos que mais pareciam um manto de fofura. Parecia uma boneca, sem marcas, sem sardas e, sem sacos nem rugas. Um homem em qualquer aspecto. Yoongi nunca havia visto nada assim no Discovery Channel. Ele estava em estado de choque, a hiperventilar, em um ataque de pânico.

Não. Aquilo não é real. É apenas seu cérebro tentando lhe pregar uma peça.

Se virou rapidamente e tapou sua visão dando a si próprio um belisco bem forte

"Quando eu me virar não haverá nada ali, apenas uma grande quantidade de conchas e o lindo mar azul batendo contra a areia. Apenas isso." pensou.

Se virou, de repente, dois grandes e bonitos olhos verdes penetrantes, colocados acima das maçãs do rosto afiada, direcionados á si.

 concerteza foi o mais alto grito que Yoongi já deu em sua vida inteira e afastando-se da criatura até bater bruscamente suas costas em uma rocha. Ele congelou, seu coração batendo rápido, seu estomago morrendo. 

O outro menino pulou assustado. Os olhos verdes piscaram intensamente. Seus olhos eram brilhantes e vivos e, Yoongi podia ver um milhão de emoções queimando atrás deles.

- Você está louco? Na me assuste desse jeito. - Yoongi ofegou, se lembrando temporariamente que o mar estava muito frio - O que diabos você está fazendo aqui? Que fantasia é essa? -

- Eu vivo aqui - o outro respondeu, um tom aconchegante e acalmo tentando disfarçar suas tremedeiras e seu medo. Estranho. - fantasia…? - ta, foi a única coisa que Yoongi pensou em dizer, aquilo provavelmente não era real.

- Você vive... - Ele parou no meio da sentença à vista de uma cauda de peixes grande, cintilante, verde, acenando para ele na água. Logo atrás do menino. Seus olhos se arregalaram. - Você é um sereio macho??

- Eu sou um tritão! - o ruivo corrigiu com um brilho. Yoongi simplesmente piscava para ele incrédulo. - bem, acredito que esse seja o termo certo que vocês usam aí.

- Você pode falar coreano! - Ele não podia dizer se ele estava concentrando-se nas coisas absolutamente confusas gora, mas ele estava muito assustado para realmente se concentrar em mais qualquer coisa. A necessidade e a dor de suas costas foram temporário em seu espanto.

- Claro que eu posso falar coreano.

- Eu pensei que sereios... - O menino zombou.

- Tritão. Os outros não se importam em aprender o seu idioma. Eles não têm motivos para isso. - disse simples. - Qual o seu nome? - A voz era profunda, calma, estável. Aqueles olhos verdes se fixaram nos seus fazendo com que ele se concentrasse em algo além da dor de suas costas.

- Yoongi - disse o pequeno se estranhando por estar conversando com uma sereia como se fosse a coisa mais normal do mundo. - Min Yoongi.

- Meu nome é Taehyung, Kim Taehyung! Quer fazer um acordo Yoongi? - O pequeno olhou para o tritão sem entender. Acordo? Como assim? - Se você me mostrar o mundo dos humanos eu lhe dou a concha mais bonita desses mares.

- Porque eu iria querer uma concha? E porque você quer conhecer o mundo dos humanos?

- não sei, eu te vi brincando com algumas pensei que gostasse. bem, eu li muito livros sobre vocês e sobre o mundo que vocês vivem, e eu simplismente quis.

- Ata, mas onde você pensava sair assim? Concha eu encontro em todo lugar! aceito dinheiro.

- Eu não sei. O que é dinheiro? - O ruivo perguntou fazendo um biquinho involuntário extremamente fofo. -

- Não é nada, deixa pra lá.

- Você vai me ajudar? Eu quero conhecer o seu mundo, quero que me mostre tudo.

- E como faremos isso?

- Só preciso que me ajude a sair daqui eu fiquei preso enquanto nadava por aqui, culpa dos pescadores bobocas. - Yoongi iria comentar que seu pai era pescador mas preferiu ficar calado. O ruivo olhava intensamente para o pequeno, seu cérebro lento precisava de mais um tempo para compreender o habitual. O menino, por sua vez, apenas o observou de volta. Finalmente, sua ficha caiu ajudando o tritão a sair dos nó presos em sua calda, primeiro hesitou, estava com medo. Já ouvirá varias histórias de sereias que sua mãe contava quando era criança e ouvia as coisas horríveis que elas faziam com os humanos.

 Aproveitando a chance, Taehyung nadou até a borda das rochas para estudar a figura diante dele. Ele não tinha certeza de como o ser humano normalmente cheirava, mas havia um forte cheiro almiscarado sobre esse; algo que Tae nunca havia visto antes. O Tritão sacudiu a cabeça, tirando a água do mar dos cabelos curtos que agora caía.

Yoongi olhou atentamente todos seus movimentos sendo surpreendido ao ver sua grande calda verde ser substituída por grandes pernas.

- Isso é incrível! - Taehyung sorriu fofo ao comentário do outro. - Eu acho que também fiquei curioso para conhecer seu mundo, então vamos fazer assim, eu te mostro meu mundo e você me apresenta o seu, aceito a concha também. - Yoongi não aceitava as coisas assim tão facilmente, era teimoso demais e queria fazer um monte de perguntas, até porque, Taehyung é um estranho/desconhecido. Yoongi se aproximou do meio peixe estendendo sua mão como se quisesse selar o contrato, Taehyung o olhou sem entender. - você tem que segurar em minha mão, estamos selando o acordo. - O tritão balançou a cabeça, e sua expressão indicou a absorção do conteúdo pegando desajeitado a pequena mão de Yoogi.

Yoongi corou violentamente ao perceber que Taehyung estava pelado.

- Você está pelado! - Taehyung não pareceu entender qual era o problema naquilo. - tomara que Jungkook tenha uma roupa para você. - Taehyung ia perguntar quem ou o que era Jungkook mas pareceu se lembrar de outro detalhe.

- Vocês humanos dormem aonde?

- Em casas.

- casa? eu li isso em livros, mas não lembro.

- Nós dormimos em uma cama e moramos em uma casa com nossa família, ou sozinho.

- cama?

- Quando chegarmos em minha casa eu te mostro minha cama. (rsrs não maliciem.)

Taehyung tomou impulso na rocha tentando se levantar mas caiu novamente de bunda na areia fazendo Yoongi rir de sua atrapalhação.

- Não ria! É minha primeira vez com pernas. - bufou emburrado murmurando algo desconhecido para Yoongi. - Eu vou para sua casa?

- você quer dormir na rua por acaso?

- Não! Rua não parece ser um nome muito agradavel. Então, estamos casados?

Yoongi engoliu a própria saliva voltando a olhar Taehyung com os olhos arregalados.

- Como assim casados??

- eu li em livros que quando as pessoas moram no mesmo lugar e tem uma união, ou algo assim, eles estão casados. - Yoongi ficou com vontade de rir mas sua risada dissolveu em sua garganta ele estava surpreendido por conseguir conversar com Taehyung tão tranquilamente, por dois fatos, por ele ser um meio peixe e estar nu em sua frente tentando não olhar pro corpo do outro diretamente, até que sereias são bem grandes, se é que me entendem.

- Diga-se de passagem que somos apenas conhecidos. Venha, vamos tentar achar meu Irmão para ver se ele tem alguma roupa para você usar, se ele perguntar qualquer coisa diga que você é meu amigo de escola e eu invento alguma desculpa sobre sua roupa. Seu sereio macho bobão.

- Eu não sou uma sereia, sou um tritão!!


Notas Finais


Ficou pequeno? Ficou!

É apenas o prólogo então eu prometo para vocês que o próximo capítulo será maior e que minha escrita vai estar toda bunitinha bls ksjdksk

Tem alguns erros ainda, vou revisar quando a preguiça passar.

~ Dashi run run run


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...