História Meu Anjo Idiota - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Romance
Visualizações 2
Palavras 363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fantasia, Magia, Misticismo

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - "1"


Pov.Aylla

Eu estava assistindo invocação do mal junto com a Silver, eu não via nada de mais na quele filme, mais como A Silver e medrosa ela se assustava fácil.

- Deixa de ser besta,e só um filme não e real.- Falo.

- Para você não mais para mim e muito.- Diz e eu reviro os olhos.

- Vamos sair?,aqui esta chato e minha fome ta grande.

- OK,deixa só eu pegar meu celular,eu deixei ele no seu quarto.- Ela fala e sobe as escadas.

Depois de alguns minutos ela volta com o celular na mão.

- Vamos?.- Pergunto, não aguentava mais espera,meu estômago estava vazio.

- Sim.- Ela fala e saimos de casa.

Chegando no McDonald eu peço uma porção de batata frita e um refrigerante,já Silver um hambúrguer, uma porção de batata frita ( GRANDE ) e um refrigerante.

- Que gulosa.- Falo rindo.

- Isso e um petisco para mim.- Ela fala.

- Sei não viu, Tu ta fazendo feitiçaria para emagrecer, por que minha filha, tu e um palito,não tem condição de você comer um bocado de besteiras e fica magra desse jeito.- Falo e ela rir,acabo rindo junto por que sua risada era bem engraçada.

Depois de comemos, fomos para uma pracinha, e ficamos vendo as estrelas.

- Nossa que lindo.- ela fala olhando pra cima.

Vários cometas passaram alí, um m atrás do outro. era muito lindo.

(…)

- Aylla eu já vou.- Ela fala.

- Quer que eu te leve?,esta escuro não e seguro você andar sozinha por ai.- Falo.

- Que nada,você sabe que eu fiz algumas aulas caráter, ninguém se meteria comigo.tem e que se preocupar com você.- diz,e eu olho pro lado.

- A minha rua não e perigosa, comparada a sua.- Falo e ela me olha serio.- Ta vai logo.

- Tchau.- Ela fala e me abraça.

- Tchau.- Falo.

Depois dela ir eu vou em direção a minha casa.

- Nossa que prefeito bom,não coloca nem luz na porra dos postes.- Resmungo.

Chegando a esquina sinto o clima pesar, a rua parecia como um filme de terror,apessa a pouca iluminação dava para ver o que se escondia dela. Ando um pouco pais paro ao chegar em frente a um beco, Meu coração começa a bater rapido,eu estava gelada,não estava acreditando no que via, Não podia ser...


CONTINUA...





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...