História Eu te amo de verdade - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Suga
Visualizações 23
Palavras 1.889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não me mate, perdão pela demora, acredito que vocês vão amar esse capitulo.

Capítulo 5 - Festa de Formatura.


Depois de semanas de estudos e da finalização das provas a formatura finalmente chegou, não para s/n que ainda estava no segundo ano indo para o terceiro, mas para Yoongi sim.

Apesar de ter “deixado” de lado sua paixão, ela inda sentia muito pois não o veria mais na escola, mesmo que por coincidência pelos corredores, como passou a acontecer muito depois da despedida dela naquela noite.

Apesar disso, ela estava  muito feliz pela formatura de seus amigos, Jin, Namjoon e Xiumin, estavam super animados com tudo, iriam para a mesma faculdade e até fariam o mesmo curso, administração, o sonho deles era abrir uma empresa de investimentos em tecnologia, eles vinham guardando dinheiro desde muito cedo para isso. Xiumin não fazia parte desse plano, claro, mas também cursaria administração pois era o herdeiro da empresa de seu pai.

S/n estava animada pois via o quanto seus amigos estavam felizes e prometeu ajuda-los em tudo o que fosse preciso para que a festa deles fosse a mais louca de todas. Eles decidiram fechar um clube para comemorar mais uma etapa finalizada da vida deles, s/n os ajudou a decorar o lugar, escolher um bom DJ e tudo mais.

- então, como ficou?

Perguntou a Jin e Namjoon quando terminou de decorar a boate e organizar tudo.

- ficou incrível, você tem um dom.

- não exagere.

- então a que horas você vai vir.

- eu não venho.

- como assim?

- vocês sabem que eu não curto muito esse tipo de festa.

- e nem combina com você. – Yoongi passou por eles e soltou algo para tentar implicar com s/n.

- Yoongi!!! – gritou Namjoon.

- tudo bem oppa, ele tem razão.

- olha, eu sei que você não gosta mas queríamos que você aparecesse e ficasse pelo menos um pouco, depois disso vai ser um pouco mais difícil nos vermos, a faculdade fica no mesmo lugar que a escola mais em prédios distantes. – disse Jin.

- além disso, você tem a nós, Jimin e Xiumin.

- Xiumin oppa vem?

- claro, nossa turma toda foi convidada.

- por favor sim? – Namjoon tentava fazer uma carinho fofa para persuadi- La.

- tudo bem, eu venho.

- s/n, você é a única que cai nessa do Namjoon.

Os três riam.

- vejo vocês mais tarde, até mais.

Deixou um beijo na bochecha deles e saiu.

...

S/n estava em frente ao espelho dando os últimos retoques em sua roupa e maquiagem, ela não estava usando nada muito chamativo, na verdade seu vestido era bem comportado, mas ainda sim ela estava linda.

Naquele dia depois que saiu da boate, recebeu uma ligação de Xiumin perguntando se ela queria ir com ele a festa, claro que ela aceitou, além de Jimin, ele era o segundo amigo mais próximo a ela e como Jimin estava ocupado demais nos últimos tempos tentando conquistar uma garota, eles se “afastaram” um pouco, apenas pararam mais de sair e jogar conversa fora.

...

Assim que chegou no clube, s/n viu todos dançando, rindo, conversando e deixou sua timidez de lado para experimentar essa experiência mais abertamente, ela odiava multidões mas pelos meninos valia a pena ela tentar.

Xiumin a convidou para dançar e ela aceitou, aquela noite estava sendo muito proveitosa, ela não se importava de não saber dançar, ali ninguém se importava com ninguém, não havia fofocas ou garotas apontando o jeito como ela estava vestida ou como ela dançava, ela estava feliz e era tudo o que importava.

Depois de esgotar suas energias dançando com Xiumin, eles decidiram tomar uma bebida.

- prova?

Xiumin ofereceu uma bebida forte a ela, ele sabia que ela era menor de idade mais não fazia mal experimentar uma vez e ele sabia que ela não iria gostar, estava apenas fazendo uma brincadeira.

S/n pegou  copo  provou seu liquido fazendo uma cara de quem chupou limão logo em seguida.

-é ruim né?

- oppa, como consegui beber isso?

- já estou acostumado.

- eu nunca vou me acostumar.

- tudo bem, vem, vamos tomar um sorvete, é bem mais gostoso que isso.

- concordo.

Sorrio para ele e olhou ao redor.

- antes eu preciso ir me despedir do meninos e vou ao banheiro.

- tudo bem, vou te esperar na entrada.

Ela seguiu a procura deles e foi se despedindo de cada um, menos de Yoongi, claro. Foi ao banheiro e quando estava saindo dele encontrou Yoongi encostado na parede do corredor com as mãos no bolso.

- oppa?... esta esperando alguma menina no banheiro?

- estava esperando você?

Ela ficou assustada com o que ele disse e confusa ao mesmo tempo.

- eu sabia que tudo aquilo que você disse sobre gostar de mim era mentira... já esta saindo com outro cara.

- Xiumin oppa é um cara legal, eu gosto muito dele.

- deve gostar mesmo, não parava de dançar e sorrir pra ele igual uma idiota.

- oppa, eu fiz o que você mais queria, te deixei em paz, o que mais você quer de mim?

- bom, eu estive pensando... você passou muito tempo me enchendo o saco, agora é minha vez de retribuir o favor, você não acha?

- eu preciso ir, me deixa passar.

Yoongi tinha bloqueado a passagem dela no corredor estreito.

- precisa ir a onde?... há já sei, depois da festa ele vai te levar na casa dele para ficarem mais a vontade?... eu conheço esse tipo de tática.

- esta insinuando que ele é igual a você?

- eu sou homem e todo homem sempre quer a mesma coisa.

- peça desculpas, Xiumin oppa não é igual a você, ele é uma pessoa muito melhor do que você... ele jamais faria algo assim comigo, ele me respeita.

Ele se aproximou de s/n e sussurrou no ouvido dela.

- não sei como ele consegui olhar para você com essa roupa e esse corpo de criança e te desejar.

Os olhos de s/n ficaram marejados, ela tinha uma mistura de magoa e raiva. Sem perder tempo ela empurrou ele e acertou seu rosto com um tapa.

- você é um monstro... eu queria ter conhecido ele antes de você, eu deveria ter me apaixonado por ele antes de ter gostado de um ser abominável como você... ele é muito mais homem que você.

Por raiva ele segurou o braço dela com certa força.

- eu tenho certeza de que sou mais homem do que ele.

E beijou ela a força, s/n se debatia tentando empurrar ele mas o mais velho era mais forte que ela. Quando já não tinha mais o que fazer ela pensou rápido e mordeu o lábio inferior dele tirando sangue. Isso o fez se afastar tocando no sangue que escorria de sua boca.

- nunca mais chega perto de mim assim... eu realmente gostava de você mas isso não significa que eu vou deixar você fazer o que quiser comigo.

Ela limpou a boca e saiu andando rápido daquele lugar.

Ao chegar na entrada onde se encontrou com Xiumin, ele percebeu que ela parecia agitada.

- aconteceu alguma coisa?

- não eu... oppa, vamos embora, não quero ficar mais tempo aqui, esse lugar, a musica, o cheiro de bebida já esta me fazendo mal.

- tudo bem, vamos.

Xiumin viu que ela parecia muito nervosa e não quis mais insistir no assunto então levaria ela para se destrair.

O que deu certo, depois que saíram daquele lugar e foram tomar sorvete, passaram o resto da noite conversando sobre muitas coisas, um assunto foi puxando o outro e assim a noite foi passando.

Em uma de suas conversas eles falaram sobre coisas de quando eram crianças e então Xiumin quis mostrar a ela suas fotos de infância, ela aceitou ir para a casa dele e quando chegaram La havia um aviso de seus pais lhe dizendo que passariam a noite fora.

Apesar de estar sozinha com o homem em uma casa desconhecida, s/n não se sentiu assustada, ela confiava em no mais velho, sabia que ele não faria nada que ela não quisesse fazer.

Depois de mais horas e horas de conversa, ela acabou adormecendo no sofá da sala dele, Xiumin não queria que ela ficasse desconfortável então a carregou e a levou para o quarto dele, a colocou na cama e a cobriu, depois pegou um travesseiro e seguiu para o andar de baixo indo dormir no sofá.

Xiumin estava mais do que satisfeito com sua noite, por aceitar ir até a casa dele, ele sabia que s/n confiava nele e aquilo o fez acreditar que ele estava no caminho certo para o coração dela.

...

YOONGI

A festa estava realmente uma loucura, todos estavamos nos divertindo muito, até que de repente, depois de pegar uma das minhas varias ficantes, retornei para onde as pessoas dançavam e vi s/n no meio da pista dançando com Xiumin, eu não podia acreditar que ela estava na boate, vestida daquele jeito dançando.

Eu sabia que tudo era mentira, um dia diz que me ama e no outro esta se esfregando com outro cara.

Eu só não entendo  porque uma raiva parece ter se apossar do meu corpo vendo aqueles dois juntos, ela sorrindo pra ele igual uma qualquer.

Fiquei observando eles durante um bom tempo, depois foram até o bar e ele deu uma bebida que parecia ser forte pra ela. Eu já sabia qual era a jogada dele.

Depois que ela saiu de perto dele eu a segui, vi que ela se despedia dos meninos e depois seguiu para o banheiro e fiquei aguardando no corredor.

Ela pareceu ter ficado assustada quando eu disse que estava esperando por ela.

Quando ela afirmou que ele era “legal”, que ela “gostava dele” foi como se um fogo tomasse todo meu corpo, eu só pensava em quebrar a cara daquele cara.

E quando ela disse que “queria ter conhecido ele antes de mim”, que “ela deveria ter se apaixonado por ele antes de ter gostado de um ser abominável como eu”.. aquilo me subiu a cabeça.

Eu tinha que calar a boca dela de alguma forma. E beija- lá foi a única forma que encontrei para isso, então ataquei ela.

Quando senti o gosto dos lábios dela, foi algo alucinante, parecia uma droga, eu queria mais e mais, mas ela tentava fugir de mim e então me mordeu, eu fiquei completamente assustado com a atitude dela naquela hora então a deixei sair, mais logo em seguida a segui, fui correndo até ela, nossa conversa ainda não tinha acabado para mim.

Assim que cheguei no meio da boate vi quando ela saiu com Xiumin. Não pude fazer mais nada.

Ela foi embora com ele e eu não pude ir atrás dela.

A raiva que eu sinto de mim mesmo é algo que eu nunca imaginei sentir, depois de tanto tempo querendo que aquela garota me deixasse em paz e quando ela finalmente me deixou eu me senti incomodado, parece que eu me acostumei, sem perceber, a ter ela ao meu redor, o pior de tudo foi ver ela sorrindo pra ele como ela sorria pra mim.

Aquilo foi como uma traição em um relacionamento unilateral da parte dela.

Mais isso não vai ficar assim, ela vai me pagar por isso, eu não vou deixar ela em paz.

S/n vai pagar por essa traição.

 


Notas Finais


Yoongi é doido só pode. rsrs, até a próxima.

bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...