1. Spirit Fanfics >
  2. Eu te amo tanto(2 guerra mundial) >
  3. Sombra

História Eu te amo tanto(2 guerra mundial) - Capítulo 23


Escrita por:


Capítulo 23 - Sombra


Fanfic / Fanfiction Eu te amo tanto(2 guerra mundial) - Capítulo 23 - Sombra

"Você nunca sabe quanto tempo você tem com alguém, então não esqueça de dizer eu te amo enquanto você pode."

Michael Jackson....


=== dia 29 de janeiro de 1945,Auschwitz(Polônia),horário 00:02 ===

Nikolay começa a chupar o meu pescoço,"como Nikolay ta chato",penso enquanto Nikolay baba o meu pescoço todo,"preciso sair dessa situação.",penso olhando em volta,-Que foi Yulya?,-Nada Nikolay,beijo-o depois de falar,começo a pensar no meu plano de fuga até Nikolay me alevantar me atacando na parede,-Ai!,resmungo por causa do impacto,-Você vai gritar muito essa noite,"meu deus precisso sair dessa situação o mais rápido o possível,"penso eufórica.Nikolay começa a tirar a minha camisa,e ia tirar meu sutiã mas eu torço o meu dedo do pé de propósito,-Aiiii meu dedo,caio no chão fazendo o show,-Yulya!!,Nikolay se abaixa tirando o meu coturno e vendo o meu dedo,-Tu só deslocou o osso do dedo,vai doer pra botar no lugar,fala Nikolay encaixando o osso. Tampo a minha para não gritar de dor,"Isso foi por uma boa causa,"-Deu já encaixei,-Vamo dormir,falo saindo do deposito,Yulya teu pai chegou!!,fala Viktor me pegando pela mão,-Viktor espera!!.

Falo gritando,Viktor finge que não ouviu e sai correndo comigo. Entramos no meio de uma multidão,-Yulya teu pai tá logo a frente,Viktor fala me puxando para a frente,-senhor Aleksander,fala Viktor abanando para o meu pai,-Filha que saudade,fala o meu pai me abraçando,e eu o abraço de volta,-Que saudade pai,falo chorando,meu pai me larga,-Pai como tu quebro o braço?,-pergunto olhando o braço quebrado do meu pai,-Eu escorreguei no convés,fala ele mostrando o braço,-Como vai a mãe e o Yuri?,-Eles estão bem,e sua mãe ta grávida,mais ou menos uns 2 meses,-Sério? Eu vou ter um irmão ou irmã,falo abraçando o meu pai de novo,mas so interrompida por alguém,-Olá almirante Aleksander,vejo Nikolay chegar perto do meu pai,-Olá general Nikolay,é um prazer conhecer o braço direito de Stálin,-Eu que digo,fala Nikolay apertando a mão de meu pai,-Senhor Aleksander vem aqui,ouço a voz do meu dindo chamar meu pai,-Tchau agente se vê filha,meu pai fala indo embora,-Então como a gente vai falar pro teu pai que estamos juntos?,não faço a minima ideia,falo dando um longo suspiro,-Será que o teu pai vaj aceitar?,-Não sei,mas se ele descobrir que não só virgem,tu vais morrer,-Nossa,fala ele rindo,-Então quer que eu fale?,pergunto pro Nikolay,e ele só confirma com a cabeça.

-Paii!,grito vendo meu pai e corro até ele,-Painão vai me matar se eu te falar uma coisa?,-Não minha filha pode falar,-Eu perdi minha virgindade com o Nicolay,-Que?!, depois teremos uma conversa séria,fala o meu pai com uma voz ameaçadora,e depois vai embora,vo até Nikolay e ele pergunta,-Eai oque ele te falou?,-Ele vai nós matar,-E agora,-Agora só rezar,-Deus nós proteja,Nikolay fala olhando para o céu,-Yulya vem aqui,ouço a Katyarine gritando do outro lado,-Vo indo Nikolay,-Eo meu beijo?,reviro os olhos e dou um selinho,-Não,selinho é sem graça,-Quer o que então?,-Isso,fala Nikolay pegando a minha cintura e me dando um beijo de língua,"Meu Deus que homem carente,". Nikolay me larga,e começo a andar até Katyarine,-O que tu quer que ey faça,-Como adivinhou?,-Eu tenho os meus segredos,falo me gabando,-Idiota,quero que me ajude com a carga dr armamentos,fala ela mostrando uma carga de armas,-Então vamos por a mão na massa,falo subindo em um veículo.

=== dia 29 de janeiro de 1945,Auschwitz(Polônia),horário 5:28 ===

Entro na minha barraca e me atiro no colchão fino,-Ahhhh que cansaço!,falo gritando no meu travesseiro. Fecho os olhos e começo a rezar até ser interrompida por alguém sentando em cima de mim,-Cansada amor?,ouço Nikolay falar em meu ouvido,eu não respondo o Nikolay até ele começar a passar as suas mãos em meu corpo,-Vai dormir Nikolay,falo com a minha no travesseiro,-Tem certeza Yulya?,-Tenho Nikolay,falo com uma voz de cansaço,-Ahhhh Yulya só um pouquinho,-Nikolay o que que tu quer?,-Sentir você e ouvir os seus gemidos,fala Nikolay me virando para a sua frente,-Vai tomar no cu Nikolay, eu quero dormir,-Mas eu não quero,-Então problema teu,falo saindo de baixo dele e indo para a barraca de Tâni. No caminho eu esbarro com o Viktor,-Desculpa Vikto,-Não foi nada e aonde tu ta indo?,-Para a barraca da Tânia,mas não fala pro Nikolay,-Ta bom pode contar comigo,fala ele indo embora pra direita. Vejo a barraca de Tânia e entro,-Oi Tânia eu vou dormir aqui,Tânia da um ok com o dedo,-Nikolay não te deixa em paz?,-Acertou ele ta muito chato ultimamente,-Ele só quer atenção,-E sexo,ela ri das minhas palavras,-Se tu quer saber um poyco mais de Nikolay pergunte pro Aleksey,fala ela siando,-Bons sonhos.

//// Yulay off,Nikolay on /////

Saio a procura de Yulya e vejo Viktor passar,-Sabe onde tá a Yulya?,-Ta na barraca de Tânia,mas não fala pra ela que eu falei,-Obrigado Viktor,falo correndo até a barraca de Tânia. Entro na barraca de Tânia e vejo Yulya deitada acordada,-Vamo pra tua barraca Yulya,-Não Nikolay,eu quero dormir,fala ela saindo da barraca,-Yulya vem aqui agora!!,falo saindo da barraca e não vejo Yulya.

Começo a procurar ela mas eu me esbarro com Aleksey,-Cade a Yulya?....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...