1. Spirit Fanfics >
  2. Eu te amo tanto(2 guerra mundial) >
  3. O diabo voltou

História Eu te amo tanto(2 guerra mundial) - Capítulo 28


Escrita por:


Capítulo 28 - O diabo voltou


Fanfic / Fanfiction Eu te amo tanto(2 guerra mundial) - Capítulo 28 - O diabo voltou

"Não se afobe, não

Que nada é pra já

O amor não tem pressa

Ele pode esperar em silêncio

Num fundo de armário

Na posta-restante

Milênios, milênios

No ar"

Chico Buarque...

=== dia 30 de janeiro de 1945,Auschwitz(Polônia),horário 10:34 ===

Olho Yulya com as flores nas mãos,chego perto dela e falo,-Imagino você vestida de noiva ficaria linda,falo em seu ouvido,-O-obrigada Nikolay,ela gagueja ao falar,-Ola meu gero,-Ola senhor Aleksander,-Gero?,ouço um homem falar,-Ah sim Boris,esse é o namorado da Yulya,olho para Boris que fica em um semblante triste,-Pelo menos arrumou um homem que presta né?,-Pode ter certeza meu filho,Aleksander fala sorrindo,-Cade os recém casados?,-Devem estar por ai,-Senhor Aleksander!!,Naksim fala gritando,-O que é Naksim!!?,-Nada,-Oi dindo,-Ola minha afilhada linda,Naksim da um longo sorriso,-Senhor Nikolay precisamos de você junto com Aleksander,-Está bem,Aleksander fala saindo com Naksim,-Vou indo meu amor,falo dando um beijo em Yulya e a deixo sozinha com Boris.

Chego na barraca de Aleksey e o vejo com os papéis e mapas,-Ola senhores já sabem quando iremos partir?,-A gente vai partir dia 27 de fevereiro,falo sentando em uma cadeira,-Alguma novidade?,Aleksander fala,-Tivemos que recuar na resistência de Breslavia,e tivemos mais de 585.340 percas,Aleksey fala arrumando os mapas,-Tem alguma estratégia Nikolay?,-Precissamos de bombardeios em Breslavia e tem que ser pesada,-Isso precisamos enfraquecer eles,vamos mandar um espião em Breslavia,-Tem certeza Aleksey?,-Sim temos já um espião e ele é um dos melhores,Aleksey fala confiante,-Já que você está falando,falo com receio.

///Nikolay off,Yulya on////

Os dois sai e me deixa sozinha com Boris,-Desculpa por ter sido arrogante com você,-Não tem problema,-Yulya,-Sim?,-Senti saudades de você,"Ahhhhh eu não,dei graças adeus que tu foi embora",-Digo o mesmo,falo seca,-Vejo que já achou alguém,sinto tristeza em sua voz,"Devo ter ficado louca",-E você ainda não?,-Não achei ninguém ainda,-Já ta na ora de achar alguém pra você,quer eu te ajude?,-Não precissa,e a pessoa que eu queria estar está comprometida,Boris fala olhando para mim,"Será que ele tá falando de mim?,Não devo estar louca",Não se afobe,-Ai já é difícil,mas ela te ama?,-Não,ela parece que me odeia,mas eu tenho esperanças que ela se apaixone por mim,Boris fala triste,-Não fica assim,existe muitas mulheres legais do que essa,-Ela é especial,mas tentarei encontar outra mulher,Boris volta a olhar pra mim,sinto a intensidade em seu olhar,"Ele gosta de mim?,Yulya tu estás ficando louca,"penso confusa e pertubada.

-Boris como vai a sua vida na aeronáutica?,-Está ótima,cada vez eu to subindo,-Fico feliz por ti,falo dando um sorrindo sinico,-E também fico feliz que você tenha conseguido se tornar uma franco atiradora,Boris sorri,-Não foi muito fácil,-Imagino,-Yulya vem cá!!,ouço as meninas me chamar,-Tchau Boris espero te encontar de novo,"Na verdade eu não quero,"-Igualmente,saio de perto dele e vou em direção as meninas,-Yulya vamo tomar banho?,-Vamos,é sempre bom ficar só com mulheres por um tempo,falo saindo com as meninas,-Estou pronta para botar as fofocas em dia,fala uma mulher aleatória,-E como,tenho tanta coisa pra contar,outra mulher aleatória fala. Chegamos no lago e nos despimos,-Yulya alguma novidade?,Katya fala e as outras ficam olhando,-Não,só o meu irmão adotado que tá aqui,-O Boris?,confirmo com a cabeça,-Ele é um dos homens mais bonitos,só ficando atrás do Nikolay,-Menina nem me fala,eu vo tentar chamar atenção dele nem que so for dar uns amassos,-Meu deus essas meninas não aquetam,falo pra Katya,-Nem me fala,viven com o fogo na perseguita,rio da Katya,-O que vocês tão falando,Sônia chega perto,-Que essas mulheres vivem com fogo na perseguita,-Perseguita,Sônia começa a rir,-Da onde tu tira esses nomes?,-Eu tenho uma mente brilhante,Katya se gaba,-To vendo,Sônia fala parando de rir.

-Yulya como vai a sua relação com o senhor Nikolay?,-Vai bem por quê?,-Ouvi dizer que ele passou o rodo em toda moscow,"Deus Nikolay é outro que tem fogo no cu",penso,-Coitada de ti Yulya,-Coitada mesmo,ele não larga do meu pé!!,fico falando quando boio na água,-Sempre dizem que de dia ele vive com a mãe,-Ela era a única passoa que ele amava,por isso a perseguia ela o dia todo,-Deixa eu adivinar agora ele que vai te perseguir?,-Acertou. Depois de falar com as meninas eu saio da água me visto e me despeço delas. Estou caminhando até a minha barraca até ouvir alguém me chamar,-Yulya!!,olho pra trás e vejo Ivan com os dois olhos roxos,-Yulya eu vim te pedir desculpas do beijo,-Não foi nada Ivan,e o que aconteceu com o seu olho?,-Errrr uma longa hustoria,e uma pergunta,uma mulher não perguntou de mim?,-Sim uma mulher perguntou de ti,-Obrigado vou indo,Ivan sai correndo,"O que será que ele apronto?",penso em quanto ando. Olho pro céu que está perfeito hoje,"Quero logo ir pra casa",contínuo caminhando,até eu sentir alguém atrás de mim,olho para trás e vejo ninguém,"To ficando louca já",penso enquanto caminho,-Buuuu,-Ahhhhh,do um soco na pessoa mas erro,-Mas que merda!!,-Calma Yulya,ouço Nikolay falar,-Não ne asusta desse jeito!!!,-Desculpa,e o que tava fazendo?,-Nada demais só caminhando,falo enquanto caminho,-E você?,-Preparativos,reuniões e planejamentos pra a próxima batalha,-Sabe quando vamos partir?,-Dia 27 de fevereiro.

Começamos a falar sobre o dia de hoje até chegar em uma câmera de gás,-Vamos entrar?,-Vamos,falo entrando na câmera de gás,entro e vejo paredes aranhadas e um cheiro horrível,-Meu deus como alguém pods fazer isso com pessoas,falo tampando o meu nariz,- e se eu te disser que não sei?,Nikolay fala saindo imediatamente da Câmara de gás,-Espera por mim,falo saindo também,-Que cheiro horrível é aquele?,pergunto pro Nikolay,-Deve ser cheiro das pessoas mortas junto com o gás,sento em um toco de madeira,-E imaginar que teve pessoas que ficaram ali por horas,olho pra câmera de gás,-E isso foi nem a gota da água,eu me lembro que em no mês de janeiro de 1944 eu fiquei como espião aqui,pude ver de tudo que acontecia com as pessoas aqui,vejo lágrimas escorrem pelo rosto de Nikolay,-Vamos é melhor não ficar aqui,falo pegando a sua mão. Depois de sair da câmara de gás pergunto a Nikolay,-Você já foi espião?,-Sim já fui,eu fui em Stalingrado e Auschwitz,não foi muito prazeroso ser espião e então desisti de ser,-Imagino o quão ruim deve ser espião ainda mais de guerra,-É horrível ver as cosias e não fazer nada,-E então como foi o preparatório das cosias?,desvio o assunto,-Foi cansativo como sempre,eu amo o meu trabalho mas algumas vezes cansa de mais!!,-Eu sou só uma soldada e já cansa imagina ser o general de um exército enorme.

Falo o olhando,-Algumas vezes eu queria ser um mero soldadinho,Nikolay me olha de volta,-Meu pai diz a mesma coisa,-E falando na sua família,tu gosta do Boris?,-Obviu que não,o cara é muito chato não sei quem vai aguentar um homem da quele,-Pelo visto tu odeia ele,mas ele gosta bastante de você,-Isso eu sei,mas mesmo assim não deixa de ser um homem insuportável!! ,-Deus tu odeia ele mesmo hem!!,-E como,não consigo disfarçar a fúria que eu sinto por Boris,-A única coisa boa que ele fez por mim foi me incentivar a entrar pro exercito,-A única coisa boa mesmo,sinto que Nikolay falou de mim,-E você por que entrou no exército,-Primeiro é a mimha admiração e segundo foi pelo meu pai,que antes de se tornar político ele era o general do exército e também minha mãe era uma enfermeira do exército ela é polonesa,e a sua mãe fazia oque?,-Minha mãe é austríaca e judia meu pai coheceu ela na Ucrânia,meu pai já é russo com com bielorrússo,mas a maior parte do sangue dele é russo,meu pai nasceu em Brest na Bielorrússa,e minha mãe no estado de Burgenlad na Áustria,ela veio de refugiada da 1 guerra mundial,na época a Áustria pertencia a Hungria,ela é agora professorra de francês e inglês,ela fala 21 idiomas,e antes ela era só uma viajante por isso ela fala tantos idiomas,-Nossa sua família tem uma história legal,falamos por um tempo sobre as nossas famílias até alguem chamar Nikolay,-Tchau meu amor,Nikolay não consegue me dar um beijo porque o homem começou a arrastar ele,"pobre Nikolay não deixa ele em paz,"Penso em quanto rio...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...