História Eu Te Conheço? - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Eu Não Me Lembro
Visualizações 7
Palavras 500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpa deixar a fic parada. Sem ideias e também não está tendo muita visualização.

Capítulo 6 - Tentando de novo e de novo


Hisashi acabou dormindo no sofá, e acordou com seu celular tocando.

-Alô??- Ele diz, enquanto olha no identificador e percebe que é Marina.

-Hisa, por que não me disse que Naoko se lembrava? Eu perdi a primeira memória dela!- Marina mantinha uma voz animada e brincalhona.

-O que? Mas Nao não se lembrou de tudo.

-Sim, eu sei. Ela só lembrou de umas poucas coisas antes de...- Marina baixou a voz- Você sabe.

-Hum... o que ela faz agora?

-Ela tá brincando com o meu irmão e o meu cachorrinho. 

-Olha, eu vou sair. Então enrole a Naoko até eu voltar.

-Como assim?

-Sem eu no ap ao lado, Naoko pode precisar de ajuda. Então saia com ela, comprar roupa, maquiagem, sei lá.... Enrole ela que eu te ligo quando chegar. 

Hisashi não esperou resposta e desligou o telefone. Ele saiu andando, até a frente do hospital, e quando as portas se abriram ele já estava correndo e chorando. 

Ele chegou na recepção e perguntou pelo médico responsável por Naoko. Depois de alguns minutos, recebeu um número e teve que se sentar e aguardar. Quando sua senha foi chamada, ele foi correndo para a sala do senhor. Ele chegou lá chorando muito, e o moço o confortou.

-O que foi, rapaz?

-Senhor, traga Naoko de volta, por favor, por favor... 

-Me desculpe, mas isso é impossível...

-Não há um remédio, uma terapia.... algo assim? Ela precisa se lembrar!

-Me desculpe mesmo, jovem... Vocês pareciam muito próximos. 

Hisashi sente uma raiva imensa do homem e pra não fazer besteira ele sai do hospital batendo o pé. Quando ele sai, recebe uma ligação de Marina.

-Alô, Hisashi?

-Oi, Marina.

-Vai voltar quando? Eu já estou á meia hora enrolando ela. 

-Tá, desculpa. Acabei de sair. Só vou passar na loja de lámen comprar o jantar. Pergunta á ela se ela vai querer alguma coisa. 

Marina demora um pouco para falar com Naoko, mas depois volta com a resposta.

-Ela quer uma tigela de lámen pequena. Ah, e se puder, traz um chocolate pro meu irmão e um pudim de leite pra mim. Depois eu te pago, daí.

-Tá, ok. Só confirmando: Duas tigelas de lámen, um chocolate e um pudim?

-Isso.

-OK. Se quiser, leva os dois pra minha casa pra comermos lá. Eu sempre deixo uma chave embaixo do tapete.

-Sabia que isso é perigoso, né? 

-Sim, mas agora está sendo útil. Ah, e Naoko precisa dos óculos.

-Eu emprestei lentes pra ela, não se preocupe.

-Tá bom. Te vejo depois.

E Hisashi desliga.

Ele pega os itens que tinha que pegar, e como combinado vai para a casa dele. Como imaginava, Marina, Naoko e Foru estavam lá.

O menino recebeu Hisashi com um abraço e gritos.

-Hisashiiiii!

-Oi, Furo!

Marina faz cara de brava

-Furo, deixa o Hisa entrar. Olha, você quase fez ele derrubar a tigela!

Hisashi solta uma risada e olha para Naoko. Ela estava olhando para o irmãozinho de Marina com um sorriso triste.

-Oi, Hisa- Ela cumprimentou, olhando para Hisashi de uma forma fofa.


Notas Finais


Alongar na ediçãoooo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...