História Eu te odeio, mais que tudo - Capítulo 8


Escrita por:

Visualizações 69
Palavras 886
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VEJA ISSOI DAQUI!!!! O cap de hoje, não é o Saiko falando pro Ycaro o que aconteceu... Motivo? Eu tenho u!m diário e nele tem essa fic, então já tem alguns capítulo prontos, para recompensar por causa que eu sei auê vocês querem muito essa parte, eu vou postar o próximo as oito da noite, o viu oito! Me desculpa viu, contei errado ;-;

Capítulo 8 - A casa do "anti-social" (não tem Sycaro aqui, desculpa ;-;)


   (Olhe as notas acima, se você esperava Sycaro aqui)

P.O.V Calango

~Será que eu vou ver o rosto dele?~ sim eu estou indo na casa do "anti-social", eu estou quase que chegando na casa dele. Essa rua é a rua das casas mais caras daqui, nossa ele é rico. ~Aqui, é essa~ aperto a campainha demora um pouco e vem um homem velho, nossa ele é o mordomo? Sério esse anti-social é rico! Eu não ;-; que pena né.

-Quem é você? -perguntou, ele parece velho.

-Eu sou o colega do Matheus, vamos fazer um trabalho juntos. -falo.

-Pode entrar, pode me chamar de Isacc. -abre mais a porta, entro na casa ou melhor mansão.

-Que casa bonita. -digo olhando o redor.

-MATHEUS, O SEU COLEGA CHEGOU. -veio um menino, ele tinha cabelos pretos uma aparência emo gótico trevoso, perai! ESSE É O MATHEUS.

-Brigada Alfred. -perai? Alfred, o nome dele não é Isacc.

-Eu já disse que é Isacc. -??? Como assim?

-Não me importo, Alfred vem Thiago. -mais que porra!

-Tô bugado. -digo sussurrando.

-Esse Matheus, me chama de Alfred mais meu nome é Isacc. -eu subo a escada, lá está o Matheus o seu rosto é lindo... Perai o quê eu disse? Ele abre a porta de um quarto, vulgo ser o seu quarto.

-Entra. -entro no quarto, ele é todo preto tem vários desenhos mais esses desenhos parecem serem suicidas. -Olha, eu não tenho muito costume de mostrar o rosto, então se eu me envergonhar um pouco é por causa disso.

-Tá de boas. -dou um sorriso.

Q.D.T (4:17 PM)

-Pronto, terminamos. -falou Matheus.

-Achei que ia demorar mais. -pois é.

-Eu também.. -se levantou, faço o mesmo.

-Que horas são? -ele pega o seu celular, que estava do seu lado.

-4:17 -não é tão tarde.

-Eu acho melhor eu ir pra casa, minha mãe vai ficar preocupada, quase nunca saio de casa. -dei um rriso.

-Não mais do que eu. -saio de seu quarto, ele me segue. -Bom... até a próxima.

-Foi muito bom te conhecer mais, foi um pouquinho mais conheci. -coloco a minha mochilas mas costas.

-Tá bom, aliás me chame de Pk. -fomos até a porta.

-Se é assim me chame de Calango. -não sei o por qquê, mais me lembrei do Alan? Era assim o nome?

-Ah e não se importe com o Alan. -sim, era assim o nome dele.

-Falando de mim? -diz aparecendo do nada.

-Não imagina. -falou em um tom.. Irônico?

-Tá bom... Pklango. -que porra é essa?

-Vai tomar no... -será que ele sabe que eu ainda tô aqui?

-Pklango? Como assim, o que é isso? -pergunto, eu realmente estou confuso

-Não contou? Então eu conto. -deu um sorriso travesso, mais que porra é essa?

-Alan! Não conta! -por quê eu não posso saber.

-Eu vou, é Pk juntando com Calango dá Pklango. Eu shippo vocês dois. -contínuo sem entender.

-Ow, isso é muita informação para uma pessoa só. -pois é, né?

-Tchau Calango. -se despediu.

-Tchau Pk. -ele fechou a porta, ouvi o mesmo gritado: EU VOU TE MATAR!! -eu ri com esse comentário e eu sai dali e fui pra casa.

P.O.V Mike

-Uuh, é um novo brinquedinho? -fala a minha irmã, ela é a mais velha no caso vinte e dois anos.

-Não, não é. Eu vou fazer um trabalho com ele. -por quê eu acho que ela pensou "trabalho na cama, só se for"

-Tá bom, se eu ouvir gemidos... -eu a corto.

-Você não vai ouvir! O Tarik é um nerd, nunca me envolveria com ele, só se quisesse alguma coisa na escola, e eu não quero. -nunca eu quisesse ele, só no sentindo sexual... Olha que bunda linda! (A-Você repara na bunda dos outros? / Mike: Não!! / A-Ahh, só da do Pac então)

-Ok, ok. -a campainha tocou.

-Deve ser Pac. -minha irmã fez uma cara confusa.

-Pac? -perguntou.

-Uhum. -vou até a porta e abro a mesma, vejo o Pac. -Oi pode entrar. -digo e abro mais a porta.

-Oii tudo bem? Eu sou a irmã mais velha do Mike, prazer Juliana mais pode me chamar de Ju. -disse sorrindo.

-O prazer é meu. -ele ficou uum pouco corado

-Você muito fofo. -é, ele é.

-Brigado, então... -diz corando mais.

-AIII QUE COISA FOFA!! -diz abraçando ou melhor apertando.

-Ju para de apertar o garoto. -ela olhou pra mim, depois pro Pac.

-Você tem um apelido a mais? -se for isso auê eu estou pensado...

-Tenho é Pactw, por quê? -não, não, não?!

-MITW. -ela grita, puta que me pariu.

-Mitw? -eu e Pac falamos juntos.

-Mi do Mike e tw do Pactw. -vai tomar no cu.

-Não me diga que... -ela me cortou.

-EU ESTOU SHIPPANDO VOCÊS DOIS, coisinha mais fofinha é esse casalzinho. -ela me pega pelo pescoço e me abraça, junto com o Pac. -Bunitinhos (Malena: Pare de me copiar! / A-Sai daqui, você não pertece a fanfic!)

-Pac, só vamos fazer esse trabalho se não ela esmaga você. -tiro ele dos braços de demônio da minha irmã👸.

-Antes de tudo, você é fujoshi? -que porra é essa?

-Que merda é essa? -disse.

-Enlouquece quando vê um casal gay, no caso quando se torna real. -acho que ela é.

-Não sei o que é isso mais, eu acho que sou. -com toda a certeza.

-Pac vamos fazer esse trabalho logo, deixa essa demônia de lado. -dei um sorriso.

-Demônia é tu, só não te chamo de filho da puta por quê a mãe também é minha. (A-Vocês sabem que paródia é essa?)

-Vai tomar no seu... -o Pac me interrompe.

-VAMOS FAZER O TRABALHO! -não é preciso gritar, ele vai ser o Cellbit 2.0

-Eita é mesmo. -fomos pro meu quarto.


Notas Finais


Podem me xingar, bater, matar.. Desculpa mesmo!!! Eu perdi contas de quais capítulos seriam, tenho certeza que pessoinhas estão bravas e vão comentar alguma coisa, ou não vão comentar, mais relembrando que eu vou postar hoje às oito! Se eu não postar, eu posto 3 capítulos amanhã. Juro de dedinho..

Revisado: Sim, mais avise erros
Por: Luh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...