1. Spirit Fanfics >
  2. Eu te odeio, mas te amo - Jori >
  3. Não gosto de você

História Eu te odeio, mas te amo - Jori - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii gente!!! Essa é minha primeira fanfic aqui no Spirit. Espero que gostem🥰

Capítulo 1 - Não gosto de você


Fanfic / Fanfiction Eu te odeio, mas te amo - Jori - Capítulo 1 - Não gosto de você

  Tori Pov's 

Era mais um dia normal, eu estava na escola na aula do Sikowits. Eu estava bem entediada, até que o Sikowits fala:

Sikowits: O que acham de passar a noite na minha casa?

Tori: Claro, porque não. 

Cat: Sim! Adoro festas!

Robbie: Eu não tenho planos pra hoje então sim.

Jade: Porque?

Sikowits: Porque vocês merecem um pouco de diversão depois de uma semana cheia de trabalhos.

Jade: Eu vou, mas é só porque eu quero.

André e Beck: Pode ser.

Sikowits: Ótimo, todos na minha casa às 19:00.

Todos nós afirmamos com a cabeça e saímos da sala, eu tinha que me encontrar com a Trina na saída da escola então me despedi de todos.

Tori: Tchau gente.

Beck, André, Robbie e Cat: Tchau Tori.

Tori: Tchau Jade.

Jade: Porque você tá me dando tchau? Não somos amigas. 

Eu reviro os olhos e vou para o carro. Chegando em casa eu preparo um almoço pra mim e pra Trina porque nossos pais estão viajando e vão ficar um mês fora. 

Trina: Como foi a sua aula hoje?

Tori: Normal, e a sua?

Trina: Normal também.

As vezes eu fico me perguntando porque a Jade é tão cruel comigo, então resolvi perguntar pra a Trina. 

Tori: Trina, como a Jade era antes de eu ir para a Hollywood Arts?

Trina: Ela nunca foi muito gentil e amigável com ninguém, mas ela supera na crueldade com você.

Tori: Hum. 

Eu retiro os pratos da mesa, lavo a louça e vou para o meu quarto assistir alguma coisa na televisão até a hora de ir pra casa do Sikowits. 

Eu acabo pegando no sono, e quando acordo já era 18:00, eu levanto rápido da cama e vou tomar banho, quando eu termino escolho uma roupa, arrumo uma bolsa e quando estava pronta já era 18:45. Eu peço uma carona para a Trina e quando chego na casa do Sikowits já estavam Beck e Jade sentados no sofá, eles tinham terminado o namoro faz uns dias e a Jade está meio chata com ele, então ele me olhou meio aliviado quando eu entrei. 

Tori: Oi gente.

Quando eu cumprimento eles eu percebo que a Jade está olhando pra mim, mas não com um olhar de raiva, ela parecia surpresa. Resolvi não falar nada.

Beck: Oi Tori.

Jade: Oi.

Fiquei surpresa quando ela me deu oi, ela nunca me cumprimenta. 

Logo todos chegam, nós ficamos conversando, tocando e cantando umas músicas, rindo das palhaçadas do Sikowits, comendo até que o Sikowits propõe uma coisa que surpreendeu a todos nós. 

Sikowits: Crianças, hora de jogar Verdade ou Desafio.

Robbie: Eu não gosto muito disso.

Jade: Mas você vai jogar Robbie!

Robbie: Fazer o que né?

Tori: Você vai participar Sikowits?

Sikowits: Não, mas vou ser o juíz e dizer as regras. Regra número 1: É obrigatório cumprir os desafios independente de quais forem. Regra número 2: Nunca falar mentiras.

Beck: Tá, vamos começar.

Ele gira a garrafa e cai Robbie para a Jade.

Jade: Toma cuidado com o que você vai falar Robbie.

Robbie: Verdade ou Desafio?

Jade: Verdade.

Robbie: Você está afim de alguém da escola que não seja o Beck?

Jade: Primeiro: Eu terminei com o Beck, então eu não estou afim dele. E segundo, sim.

Quando ela disse sim eu fiquei surpresa, quem será que a Jade tá afim?

Gira a garrafa de novo e cai Tori para Robbie.

Tori: Verdade ou Desafio Robbie?

Robbie: Desafio. 

Tori: Eu te desafio a falar de quem você gosta.

Robbie: Eu gosto da... Eu gosto da C-cat.

Cat: Que fofinho Robbie.

Cat que estava do lado dele dá um selinho nele e ele fica vermelho.

Gira a garrafa e cai Cat para mim.

Cat: Verdade ou Desafio Tori?

Tori: Desafio.

Cat: Te desafio a ficar 7 minutos no armário do Sikowits com a Jade.

Tori: Porque com a Jade?

Cat: Porque a Jade gosta de armários. 

Jade: Não gosto não. Mas eu vou.

Eu fiquei assustada quando ela topou, a Jade me odeia.

Nós entramos no armário. 

Jade Pov's 

Vou falar a verdade do motivo porque eu estou sendo mais legal com a Tori, eu gosto dela. Mais do que como amiga, surpreendente? Sim, e muito. Mas ela não pode saber então eu tenho que continuar agindo como se odiasse ela, o que está sendo quase impossível porque ela tá linda com essa roupa e eu não consigo evitar que tenho uma vontade imensa de sorrir pra ela. 

Quando nós entramos no armário ficamos em silêncio por alguns segundos, até que ela fala.

Tori: Jade?

Jade: Que foi?

Tori: Posso te perguntar uma coisa?

Jade: Pode.

Tori: Porque você é cruel comigo?

Quando ela me perguntou aquilo meu corpo doeu inteiro e eu tive vontade de chorar. Eu não conseguia responder aquela pergunta então só disse:

Jade: Na verdade Tori, eu acho que vai ser melhor se nós ficarmos sem conversar.

Tori: Por favor.

Jade: Não!

Tori: Ok.

Ficamos 5 minutos em silêncio, o silêncio mais constrangedor da minha vida, mas a Tori fala de novo o que me faz ficar mais tensa ainda.

Tori: Jade, eu não sei o que você tem contra mim, mas eu quero consertar. Eu não gosto de brigar com você e viver nesse ódio. 

Eu tive muita vontade de chorar naquele momento. Droga! Eu não tenho nada contra você, eu te amo Tori Vega!

Jade: Tori eu realmente não quero falar.

Tori: Eu realmente não vejo um motivo pra não podermos conversar como pessoas civilizadas. Me dê um motivo pra não termos uma conversa civilizada?

Jade: Simples, eu não gosto de você. 

Eu falei aquilo com a maior dor interna possível, eu só queria sair dali eu não aguentava mais ficar ali. Finalmente o Sikowits abre a porta e nós saímos.

O resto da noite foi muito constrangedor, mas eu consegui lidar com a situação até a hora de ir para a cama.

Eram 3:00 da manhã e todos estavam dormindo, eu escuto alguém levantando. Era a Tori indo até a cozinha, eu resolvo ir atrás dela para ver o que ela ia fazer. Chegando na cozinha...


Continua...


Notas Finais


O que estão achando? Devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...