História Eu te odeio, mas você me ama - Imagine Min Yoongi - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 120
Palavras 516
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Nine


(...)

 

– Não se esqueçam de responder as atividades das paginas cinquenta e cinquenta e nove – O professor avisa.

 

Todos saíram da sala. Eu caminhei rápida para fora da escola até que esbarrasse novamente naquele mofetico.  Cheguei em casa  e senti um cheiro maravilhoso de macarrão. Joguei minha mochila no sofá e fui até a cozinha.

 

– Oi queridinha, o macarrão acabou e sobrou apenas essa tigela que já estou comendo – Fala mostrando o bote.

 

– Claro, estou sem fome – Sorri forçado.

 

Saí da cozinha pisando duro. Voltei para o quarto troquei de roupa e liguei para Jennie. Hoje é quinta, então ela não tem curso hoje.

 

– Vamos sair pra comer? Eu sou ficando roxa de fome – Peço assim que ela atende.

 

– Mas eu comecei uma nova dieta, apenas três ovos a cada feição – Conta.

 

– Então leve um pote com ovo para o restaurante, me encontre naquela pizzaria onde íamos quando você não fazia esse curso – Digo e depois desligo.

 

Saí de casa e fui até a pizzaria. Entrei e me sentei em uma mesa no canto. Mandei mensagem para a Jennie se apressar. Ela chega rápido com um pote.

 

– Os ovos estavam cozinhando, eu não ia apressar os coitados – Sussurra mostrando o pote.

 

– Tanto faz. COM LICENÇA – Grito para uma garçonete que não estava fazendo nada.

 

– Sim?

 

– Quero uma de calabresa, outra de cogumelos e outra de... azeitonas pretas com cebola, bastante cebola – A moça anota e depois saí.

 

– Vai comer tudo isso? – Perguntou já abrindo seu pote.

 

– Sim, estou amarrada de fome, e minha madrasta ainda fez macarrão e não guardou nem um tiquinho.

 

– Okey então, sabe aquele gel que comprei na internet? – Pergunta.

 

– Pra aumentar o peito?

 

– Isso mesmo, ele não funciona, meus peitos diminuíram – Mordeu um ovo.

 

– Eu não acredito nesse tipo de coisa.

(...)

A pizza chegou, eu comi bastante, mas ainda sobrou pizza. Mandei embalar.

 

– Tchau, até mais – Acenou se distanciando.

 

Voltei para casa e vi papai comento algum tipo de marisco e minha madrasta o encarando. Deu vontade de vomitar.

 

– Filha sente-se aqui, vamos ter uma conversa em família – Aponta para a cadeira.

 

– Dispenso – Continuo andando em direção ao quarto.

 

– Não estou pedindo, estou mandando, sente-se aqui – Fala sério.

 

Bufo e dou meia volta. Sento-me na cadeira.

 

– A Young Soo me contou que você teve um momento inconveniente com o filho da Sra. Min – Começa. – Você namorava com ele?

 

– Filha da... – Papai me repreende com o olhar. – Não eu vi uma garota passando pela janela ali – Aponto.

 

– Não estou vendo ninguém – Virou a cabeça.

 

– Já passou – Dou uma gargalhada forçada. – Enfim, eu nem o conheço direito.

 

– Mas não foi ele que deu aquele chute na sua barriga, e acabou a cortando? – Ela se mete na conversa.

 

– Quenga – Sussurro.

 

– O que? Então ele é o garoto problema? – Papai pergunta estressado.

 

– Sim, mas eu não acho nada mais justo do que um jantar de paz – Propõem.

 

– Filha da mãe – Sussurro.

 

– O que acha filha? – Ele me encara.

 

– Hã? – Acordo o transe de ódio. – Claro.

 

– No sábado então, pode fazer um enorme banquete para os Min.

 

– Claro querido – Ela sorri e pega na sua mão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...