História Eu te odeio Taehyung. (Vkook) - Capítulo 41


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Makson, Namjin, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 589
Palavras 1.379
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus xuxuzinhos, como estão?
Eu tô postando dois porque eu fiquei 4 dias sem atualizar, me desculpem estar tarde e aproveitem o capítulo.
Boa leitura~

Capítulo 41 - A quem você pertence?


             [Jungkook]

Quando eu digo que quanto mais você quer que algo não chegue, maus rápido ele vem.

Mas eu nunca imaginei que minha primavera chegasse duas semanas antes do esperado.

A tarde inteira eu fiquei fazendo minha mala pra viajar. Meu vôo sai as 8:40 e o do Tae as 9:00.

Eu nem posso acreditar que vamos nos separar amanhã.

Meu telefone começa a tocar me tirando dos meus pensamentos.

- Já acabou?

Só a sua voz já me tranquiliza.

- Sim amor, só falta pegar o passaporte com meu pai.

- Então desce aí que estou de esperando aqui na porta.

Ele desliga o telefone e eu franzo o rosto.

O que ele 'tá aprontando?

Desço as escadas rapidamente passando por Jisoo na sala e abro a porta me deparando com um Taehyung segurando rosas brancas.

Suspiro em surpresa.

- Amor, o que é isso? - eu falo olhando as flores em seus braços.

- Eu comprei pra você.- ele diz sorrindo.

Pego as rosas de suas mãos e lhe dou um beijo.

- Você não era romântico assim, amor.- ouço a voz da minha mãe.

Me separo do Tae e olho para minha mãe que cutuca meu pai com o cutuvelo.

- Trouxe uma pra você também Katn.- Tae diz lhe entregando um buquê de margaridas.

- Aaah eu amo margaridas.- ele diz cheirando as flores.- viu querido, aprenda com esse cavalheiro.

Meu pai revira os olhos e rio deles.

São tão fofos juntos.

- Senhor e senhora Jeon, eu vou tomar seu filho hoje.- Tae diz me puxando para perto.

- Que novidadeee.- minha mãe diz voltando pra casa.

Provavelmente foi colocar as flores na água.

- Vamos amor? - ele diz e aceno com a cabeça.

- Tchau pai.- eu digo já fechando a porta de casa.- Onde vamos?

- Surpresa.- ele diz pegando minha mão.

Ele me leva até a moto estacionada na frente de casa.

- Gostou? - ele diz sorrindo.

Minha boca abre em surpresa.

- Você comprou? - eu falo passando a mão pelo couro da moto.

- Economizei bastante, assim fica mais fácil da gente se ver.- ele diz sorrindo.

- Amor, eu te amo.- eu digo o abraçando.

- Eu sei, agora vamos, tenho outra surpresa.- eu falo vendo ele subir na moto.

Subo e me seguro em sua cintura.

Ele acelera e eu sinto a brisa bater em meu rotos fazendo meus cabelos voarem para trás.

Me seguro mais forte em sua cintura e não demora muito para chegarmos.

- Vem por aqui.- ele diz estacionando a moto.

Ele me leva a uma pequena casa de madeira.

- Oi Tae.- uma senhora aparece na porta.- esse deve ser o Jungkook.

A senhora me olha sorrindo doce.

- Sim é ele.- Tae responde.

- Entrem já está tudo pronto.- ela diz dando espaço para nós entrarmos.

- Vem amor.- Tae me puxa para as escadas da casa que leva a uma varanda.

- É linda.- eu falo vendo um telescópio e uma rede.

- Pensei em passar o dia aqui.- ele diz olhando a vista.

- O dia todo? - eu falo e ele se deita na rede.

- Sim o dia inteirinho.- ele diz e me chama para deitar com ele.- está com fome?

- Um pouco.- eu digo me deitando.

Ele estica um braço pegando a cesta que estava escorada a porta.

Ele a abre revelando pequemos lanches.

- Dona Youna é a melhor.- ele diz me dando um mini sanduíche.

Sorrio pegando e comendo vendo que é maravilhoso.

E ficamos assim a tarde toda. Comemos, jogamos sinuca, só nós dois já que semana passada ficamos o dia todo com nossas famílias.

Agora já estava escurecendo e o Tae já estava me beijando e minha ereção pulsando na cueca.

Sua língua já invade a minha boca sem pudor e sem ligar se alguém vai nos escutar no andar de baixo.

- Amor você está tão gostoso hoje, que eu quero te foder tão forte.- ele diz enquanto beija meu pescoço.

- Fode então.- eu falo e ele me olha nos olhos e tira minha cueca.

Eu já estava sem blusa e ele tinha acabado de tomar banho.

Estamos nus agora. Completamente entregues um ao outro.

Sua língua começa a percorrer meu corpo e para no meu mamilo direito se saboreando alí enquanto suas mãos descem para minhas nádegas e as apertam fortemente.

Ele me pega no colo me fazendo entrelaçar as pernas em sua cintura.

Taehyung me empurra com força e minhas costas se chocam com a parede do quarto.

- Aaah, Tae.- eu arfo para trás sentindo a parede gelada contra minhas costas.

Tae me prensa mais ainda na parede me fazendo arrepiar enquanto beija meu pescoço deixando marcas para todo lado.

- Aah, não me enrole, hmm.- eu digo gemendo e me contorcendo enquanto sinto seu membro já desperto me cutucar.

- Então me diga.- ele diz me roubando um selinho.- você quer que eu te foda?

Me arrepio com sua voz grossa e roubo um beijo de seus lábios.

- Sim, bem forte.- eu sussurro em seu ouvido.

A única coisa que ouço antes de sentir ele me penetrar e o barulho do lubrificante abrindo.

- Hmmm.- eu mordo os lábios mexendo o quadril para que ele penetre tudo.

- Vai Tae, mais fundo.- eu falo e ele preciona mais minhas costas.

Ele se encaixa por completo em mim me fazendo revirar os olhos.

- Aaa-aah se m-mexe.- eu digo gemendo pelo prazer.

- Rebola pra mim, vai.- Ele diz e eu começo a rebolar nele.

- Aa-aah.- eu gemo sentindo minha próstata ser atingida.

Meu corpo já começa a suar.

Seu membro se mexe dentro de mim com força e velocidade me deixando ainda mais próximo do ápice.

Abraço seu corpo me deslocando da parede e suas mãos vão para a minha bunda ajudar com os movimentos.

- Hmmmm.- eu mordo os lábios e o beijo ferozmente já o adentrando com minha língua faminta.

Ele me joga na cama com força e pega o cinto de sua calça.

- Empina pra mim, baby.- ele diz e eu já posso sentir a adrenalina tomar meu corpo de excitação.

Pego um travesseiro para abafar o som e logo vem uma cintada na bunda.

- Hmmm.- eu reviro os olhos abafando o gemido.

As ondas de eletricidade passam pelo meu corpo de uma vez me fazendo esquentar rapidamente.

Ele me dá outras duas cintadas e me faz arrepiar completamente.

Ele penetra novamente em mim e meu corpo treme de excitação.

- Aa-aah, m-mais.- Tiro o travesseiro da boca me aliviando.

- Já que você quer.- ele diz aumentando a velocidade.

Minha próstata é acertada e me faz gritar.

- Aaaa..

Ele tampa minha boca com a mão e me puxa para trás fazendo minhas costas colarem em seu peito.

Ele começa a estocar mais forte e o barulho do seu quadril se chocando com minha bunda é excitante.

- E-eu v-vou..

- Ainda não, amor.- ele diz mordendo minha orelha e parando os movimentos.

Sinto minhas pernas fraquejarem.

- Me diz Jeon Jungkook.- ele rosna em meu ouvido voltando a se movimentar devagar me fazendo dar espasmos.- a quem você pertence?

- A você.- eu digo arfando.

- Diz o nome.- ele diz e acerta minha próstata.

- Hmmm K-kim T-taehyung.- eu digo gemendo.

- Isso, ninguém pode te satisfazer como eu.- ele diz me fazendo revirar os olhos em prazer.- Sou quem faço você ir a loucura.

Ele começa a estocar mais rápido.

- Aa-aah aaa-aah.- eu não consigo conter o gemidos.

- E só comigo que você geme assim, sabe por que? - ele diz atacando meu pescoço.- porque eu fui feito pra você.

- Aaaaaah.- ele acerta novamente fazendo minhas pernas vacilarem.

- Agora goza, goza pra mim.- ele diz me jogando na cama novamente.

Ele me vira e agarra meu quadril começando a estocar violentamente minha entrada enquanto arranha minhas coxas.

- Hmmmm, TaeTae.- eu falo começando a me masturbar.

Ele começa a acertar somente meu ponto.

- Isso, vai, assim aa-aah.- eu aumento a masturbação.- Aaaa-aaah, hmmm.

Eu gozo sujando todo meu abdômen, mesmo já gozando ele ainda continua a movimentar me fazendo dar espasmos pelo orgasmo recente.

Dou uma pequena rebolada vendo ele revirar os olhos.

- Aaaah.- ele goza dentro de mim e logo começa a lamber o gozo na minha barriga.

A cena me faz abrir a boca que ele logo beija.

Eu vou sentir saudades de tudo. Do sexo. Dos cafunés. Dos banhos. Vou sentir falta dele por inteiro.

Ele se retira de dentro de mim e se deita ao meu lado.

- Quer olhar as estrelas? - ele diz me olhando e fazendo cafuné.

- Aham.- eu digo manhoso.

- Vem cá.- ele diz e me pega no colo.

Ele me leva até a varanda.

- Mesmo separados ainda estaremos dormindo debaixo do mesmo céu.- ele diz e me dá um selinho.

Mesmo separados ainda sim estaremos juntos.


Notas Finais


E aí gostaram?
Eu espero que sim, comentem aí o que acharam..
EU AMO VOCÊS ❤
Até o próximo ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...