1. Spirit Fanfics >
  2. Eu te proibo de se apaixonar. >
  3. Hoje vc é minha...

História Eu te proibo de se apaixonar. - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Hoje S/n quero te amar até você se convencer que eu sou o homem da sua vida....

Capítulo 21 - Hoje vc é minha...


Fanfic / Fanfiction Eu te proibo de se apaixonar. - Capítulo 21 - Hoje vc é minha...

Chegamos em um prédio bem bonito e requintado. Olhei pra ele sem entender, ele apenas sorriu, cínico ao estacionar seu carro na garagem.

Jm- Aqui será minha casa por pelo menos um ano, quero te convencer a ficar comigo, te convenver que eu te amo e vc também me ama

S/n - Por favor Jimin, achei que ja haviamos resolvido isso.

Jm- Eu tambem achei, até reencontrar você, sentir sua boca, seu corpo. Seu cheiro, você me enlouquece S/n.

Ele põe a mão em sua coxa e a aperta, fazendo S/n arfar, mesmo sem querer, ele se aproxima e beija seu pescoço.

S/n - Pára Jimin, nós não podemos, diz sem vontade de parar. 

Suas mãos percorrem sua cintura chegando em seus seios, os quais ele aperta, aumentando ainda mais o tesão entre eles.

Pára Jimin, ela suplica quase entregue.

Jm- Só vou parar depois que eu fazer tudo o que quero com você. Vamos subir. Ele diz em tom de ordem.

S/n está tão enfeitiçada que não consegue dizer ou fazer nada além de obedecê-lo. Ao entrarem no elevador, Jimin a agarra, encostando- a na parede.

Jm- Ah S/n, minha S/n, você não imagina a saudade que eu estava. Ele diz gemendo entre seus lábios. Só não te fodo aqui, porque não quero dar espetáculo aos porteiros lá embaixo. A porta se abre e ele a leva até seu apartamento. Uma cobertura linda, e que vista.

Ele a leva a sacada. Mostra sua vista privilegiada e os dois contemplam juntos, ele a abraça por trás e ela sente um arrepio percorrer seu corpo. Ele começa a deslizar sua mão pelo seu corpo, pega suas coxas e vai lentamente suspendendo sua saia, ela agarra sua mão.

S/n - Aqui não, por favor.

Jm- vamos para meu quarto.

Eles entram no quarto dele aos beijos, suas mãos não deixavam de percorrer seu corpo. Então a hora que ele tanto sonhou chegou. Ele a deita em sua cama, tira sua camisa, deixando seu peito à mostra, ah aquele peito que S/ n conhecia tão bem. Onde ela se perdera a algum tempo atrás. Ele tira seus saltos, percorre suas pernas e coxas com a ponta dos dedos, fazendo-a suplicar-lhe apenas com o olhar, para que ele continuasse, ele levanta sua saia, põe sua calcinha para o lado e enfia dois dedos nela. Fazendo com que a mesma solte um gemido abafado, ele a masturba, sem pressa, mas com vontade, quer ver S/n gemendo pra ele e nele, assim como ela gemia em Seoul. Onde a lembrança de seus gemidos o atormentaram todos esses meses, fazendo com que ele a quisesse mais e mais.

S/n - Ah Jimin, ahhhh, que saudade eu estava de você, não consegui deixar de pensar em você sabia? dizia entre beijos, embolando suas linguas.

Então ela começa a morder seu queixo, lamber seu pescoço, segurando alguns fios de sua nuca. Ele abre sua blusa, botão por botão, fazendo a impaciência brotar naquela mulher que estava enlouquecida com a espera. Ela finalmente tira a blusa, seu soutien, e ele contempla seus seios, admirando-os cheio de tesão. Ele a olha nos olhos, e inicia sua brincadeira com eles. Lembe seu colo, sua extensão e chega no biquinho, dando leves mordiscadas, sem tirar os olhos dos olhos dela. Aquele homem era pura luxúria agora. Deixava S/n enlouquecida sem muito trabalho ou demora. Então ele pára. Levanta-se, tira sua calça, sua cueca e senta na cama.

 Jm- vem cá um pouquinho, dar um oi a alguém que está morrendo de saudades de você .

Ela olha seu membro, do jeitinho que ela lembrava, grande, grosso e de cabecinha rosada. Ela começa beijando a cabecinha. Ouve seu gemido, o que a estímula a seguir em frente, lambe sua extensão.

Jm- Ah, isso, assim. Hummm

Lambe suas bolas, e finalmente o abocanha, chupando-o com intensidade. Como se em apenas uma chupada quisesse fazê--lo gozar. Ela o vê segurar o lençol com força, gemendo alto. Continua a chupa-lo, deixando que o mesmo chegasse até o fundo de sua garganta. Para deixá-lo mais louco, ela começa a se estimular, ainda de roupa mesmo. 

Jm- Ah minha safadinha, está querendo tanto quanto eu nao é? Ele fala a olhando nos olhos, mordendo os lábios, querendo segurar o máxmo possivel o tesão por ela, mas já não aguentando mais, ele goza, enchendo sua boca com seu leite, o qual ela engole tudo, sem deixar estragar uma gota. Ele a levanta, tira sua roupae a deita na cama, lambendo seu corpo e dando beijos molhados, deixando marcas de saliva onde passava. Ele passa seus dedos na sua intimidade que está completamente enxarcada, depois tira-os e põe na boca, sentindo assim o gosto do seu mel.      

Jm- Delícia....

Ele então abaixa-se, abre suas pernas e comeca a beijar sua virilha, deixando a mulher louca.

S/n - Porra Jimin, me fode logo hummm?

Jm- Calma meu amor, ainda não, quero matar todas as minhas vontades.

 Ele então começa a lamber ora seus grandes labios ora sua virilha. E quando ela menos espera, ele abocanha seu clitóris, dando leves mordidinhas, fazendo - a gritar de tesão. 

S/n - aah seu pervertido, isso é tortura demais, mas ele nao dá ouvidos e continua, lambendo e mordendo. Quando vê seu climax chegando, ele enfia seus dois dedos nela e começa a estocá-la com força. Ela geme alto e goza feito louca em sua boca e seus dedos.

Antes que ela possa dizer algo, ele deita sobre ela e a beija, para que não tenha tempo de perder o fogo, sem pedir licença, enfia seu membro nela e começa a estocá-la num ritmo acelerado.

S/n - Ah Jimin, ah Jimin. É tudo o que ela consegue dizer.

Jm- ta gostando gostosa? hummm, ele fala próximo a seu ouvido, seus corpos suados, os dois ofegantes e excitados pelo barulho que o choque entre seus corpos fazem. Ele levanta e a levanta em seguida, sentando no chão e colocando- a sua frente. Lambe mais um pouco sua intimidade e pede que ela sente sobre ele. Ela obedece e começa a cavalgar em seu membro.

Jm- isso, rebola nele vai.

Ela rebola e ele se excita cada vez mais.

Jm- Ah S/n, não aguento mais. Vou go..

Antes que ele terminasse, ela sente um jato quente dentro de si começar a escorrer por suas pernas. Ela goza em seguida, excitada pela sensação que ele lhe causou.

Jm- Ah meu amor, que saudades. Como sempre você estava gostosa enquanto dava pra mim.

S/n o beija satisfeita, mas logo a satisfação dá lugar a preocupação. Você não deveria ter gozado dentro Jimin, não estou tomando pilula porque ainda estou amamentando, e não usamos proteção.

Jm- Calma amor, não vai acontecer nada ta bom? Mas iria amar ter um filho seu

Ela que ainda está sobre ele, lavanta-se rápido, indo para o banheiro tomar um banho. Analisando o que acabara de fazer, mais uma vez traiu Stevie, mas uma vez se triau por um desejo que não consegue retrair.

Ele chega em seguida, abraçando-a por trás, assustando-a.

Jm-  Calma amor, estarei com você em todo momento, você engravidando ou não. Eu te amo S/n e tenho certeza disso, agora.mais que nunca. Não fuja de novo, por favor.



Notas Finais


E agora? O que S/n fará?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...