1. Spirit Fanfics >
  2. Eu tenho uma irmã? (Shikamaru Nara) >
  3. Me lembro de você...

História Eu tenho uma irmã? (Shikamaru Nara) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Contando um pouco do passado da Haru para vocês ❤


(●'◡'●)
(Achei esse ep bem fofinho)


tô certa, dattebayo...

Capítulo 5 - Me lembro de você...


Fanfic / Fanfiction Eu tenho uma irmã? (Shikamaru Nara) - Capítulo 5 - Me lembro de você...

No hospital visão da Haru

 

Acordei e o sol estava nascendo, vi meu irmão dormindo no meu peito e soltei um grande sorriso, fiz um leve carinho nos cabelos do meu irmão e me levantei devagar para não o acordar.

 

Haru- Jutsu demônio das sombras. -Posicionei minha mão e um demônio comum apareceu na sala.

 

Demônio- Do que precisa senhorita?
 

Haru- Por favor deite meu irmão naquela cama, ele deve estar com dor nas costas, me desculpe por te chamar só para isso.

 

Demônio- Sem problemas. -Deitou meu irmão na cama e sumiu.

 

Fui até um espelho que estava no meu quarto e prendi meu cabelo em um coque bagunçado, eu lembrava da promessa que fiz ao meu irmão enquanto dormia fui até ele e dei um beijo em sua testa.

 

Haru- Eu vou cumprir minha promessa maninho, nos nunca mais vamos nos separar. -Fiquei olhando ele que dormia feito anjinho. 

 

 Me sentei no chão encostada na cama e comecei a contar uma história do meu passado e sobre o único amigo que fiz em todos os anos que vivi viajando.

 

Flashback on: Haru 6 anos

 

Eu e o sábio tarado estávamos em Suna para as pesquisas dele, ele me levou em um parquinho onde avia muitas mães que ele poderia observar, eu estava brincando sozinha em um balanço enquanto as crianças jogavam bola e encaravam meus chifres.

Em uma caixinha de areia ali perto vi um garoto de cabelos vermelhos sentado sozinho com um baldinho de areia e um ursinho de pelúcia.

Sai do balanço e fui até ele, algumas crianças me encararam de forma estranha e outras de forma suicida, mas ignorei e fui até o garoto.

 

Haru- Oi, meu nome é Haru, posso brincar com você? -Perguntei de forma animada com um sorriso banguela no rosto. (Tipo o do Konohamaru no clássico)

 

Garoto- Vo-você quer brincar comigo? -Perguntou surpreso e de forma tímida com um rubor no rosto.

 

Haru- Sim, vamos cavar um buraco até acharmos lava! -Disse de forma empolgada me ajoelhando ao seu lado e pegando uma pazinha.

 

Naquela época não conseguia esconder meus rabos e meu chifre no meu corpo então as crianças tinham medo de mim e isso fez com que não tivesse nenhum amigo não importava o lugar que eu estivesse.

 

Haru- Você não tem medo de mim? -O encarei enquanto tirava areia do buraco.

 

Garoto- Não, e você tem medo de mim? -Disse em ar de tristeza.

 

Haru- Por que eu teria? Você me parece bem legal. -Sorri.

 

Garoto- Todos fogem de mim porque eu consigo fazer isso. -Ele constrói um castelo de areia incrível sem mexer um músculo.

 

Haru- Uau que demais, não vejo por que as pessoas tem medo disso, é tão legal. -Falei surpresa.

 

Garoto- Todos tem medo que eu os machuque, você é a primeira que não foge, eu não tenho amigos por isso. -Continuou triste.

 

Haru- Bem eu também não tenho amigos por causa dos meu chifres e rabo, você é o primeiro que não foge de mim também. -Fiquei em silencio por um tempo e depois estiquei minha mão. -Eu posso ser sua amiga. -Soltei um longo sorriso com brilho nos meus olhos.

 

Garoto- Você quer ser amiga de alguém que possui um demônio? -Perguntou timidamente me olhando no fundo dos olhos.

 

Haru- Todos temos demônios, só não podemos deixá-los nos dominar, e olha para mim eu sou meu próprio demônio. -Ri.

 

Garoto- Eu quero ser seu amigo. -Ele apertou minha mão e o abracei o garoto que se surpreendeu um pouco.

 

Haru- Seremos amigos para sempre. -Disse animada entre o abraço.

 

Garoto- Seu cabelo é muito lindo Haru. -Fala timidamente bagunçando meus cabelos que eram curtos.

 

Haru- Você quer fazer um penteado? -Perguntei fofamente e ele acena que sim com a cabeça.

 

Ele começou a mexer no meu cabelo e fiquei rindo imaginando o que ele faria, no fim ele fez duas chiquinhas.

 

 Haru- Eu amei, deve ter ficado muito fofinho. -Falei enquanto segurava e apertava os rabinhos.

 

Garoto- Ficou muito bonito Haru-chan. -Falou vermelho.

 

Haru--Qual o nome do meu primeiro amigo?

   

Garoto- Meu nome é....

 

Flashback off

 

Eu estava com um sorriso no rosto contando a história ao Naruto que babava no travesseiro, o problema que não me lembrava o nome do garoto, ele foi o primeiro que não fugiu de mim, mas depois que fui embora nunca mais o vi.

 

Enfermeira- Com licença senhorita Haru, temos visitas para você, três lindo irmãos. -Entrou na sala acompanhada por três pessoas. -Senhorita Haru o que faz fora de sua cama?

 

Haru- Nada mais justo do que meu irmãozinho descansar depois de cuidar de mim a noite toda, eu estou bem fica tranquila. -Me levantei e estalei meu pescoço soltando um bocejo. -Quem são eles. -Perguntei gentilmente.

 

Enfermeira- São quem te trouxeram aqui, preciso saber o que te fez desmaiar Haru, você pode me contar?

 

Haru- Há sim claro, bom eu estava correndo enquanto chorava e entrei em um beco, um cara bêbado entrou também e me irritou dando em cima de mim, então me livrei dele se é que você me entende. -Fiz um gesto de cortar o pescoço com o dedão.

 

Temari- Faria o mesmo, sou Temari a garota que você esbarrou. -Se pronunciou uma garota loira.

 

Haru- Bom já deve saber meu nome, sou a Haru. -Apontei para mim mesma.

 

Shizune- Com licença Haru a Hokage está chamando você.

 

Haru- Claro estou indo, deixa só eu acordar meu irmão.

 

Shizune- Tudo bem? -Sua resposta saiu como uma pergunta.

 

Haru- EIIIII NARUTO ACORDA MANINHO A CASA DA SAKURA TA PEGANDO FOGO E O SASUKE ESTÁ INDO SALVAR ELA, ACHO QUE ELES VÃO SE BEIJAR! SE EU FOSSE VOCE NÃO DEIXAVA. -Gritei no ouvido dele.

 

Naruto- Aquele exibido, estou indo Sakura seu her.... -Caiu da cama antes de terminar a frase, todos da sala riram e o ruivinho soltou um sorriso de canto.

 

Haru- Vamos bocó, a senhora Tsunade nos espera.

 

Todos saímos e fiquei conversando com a Temari, não sei de onde, mas já vi o Gaara seu irmão em algum lugar, mas não me lembrava.

Quando caiu a fixa fiquei em choque, como não percebi isso antes, ele era o garotinho do parquinho da história que contei para o Naruto enquanto dormia.

 

Naruto- Maninha tem certeza que está bem?

 

Haru- Eu só precisava descansar não se preocupe tolinho.

 

Depois deles me contarem o que aconteceu logo em seguida do momento que apaguei dei graças ao Deus do lamen por ter matado o cara do beco.

Finalmente chegamos na sala da Hokage, Shikamaru e Sasuke também estavam lá, fui até perto da mesa próxima aos meninos.

 

Tsunade- Bom como vocês sabem o kazekage da vila da areia está aqui, preciso que os três acompanhem até lá, Haru você está na liderança da equipe já que os Jonnins estão ocupados atualmente.

 

Nós três- Hai senhora.

 

Naruto- Vovó minha irmã acabou de sair do hospital e está sendo seguida, isso não é uma boa ideia.

 

Haru- Cala a boca Naruto, se alguém vier eu meto o pau. -Meus chifres e rabo saem e senti o pessoal da vila da areia se assustarem por causa dá minha mudança rápida de aparência. -Além de que não estou sozinha, não confia em seus amigos? -Olhei ele indignada com sua falta de confiança.

 

Tsunade- Podem ir, Haru quando voltar tenho uma surpresa para você.

 

Haru- Hai. -Sai da sala acompanhada pelos outros. -Bom gente, vamos todos para casa nos prepararmos, já que os ninjas da vila da areia são três cada um vai com um, podemos nos encontras na ponte?

 

Sasuke- Tanto faz. -Disse de forma simples.

 

Shikamaru- Por mim pode ser. -Disse também simplista.

 

Haru- Então vamos, eu vou com a Temari, Sasuke você pode ir com o Gaara e Shikamaru com o Kankuro, tudo bem por vocês? -Perguntei para o pessoal da areia.

 

Temari- Desde que eu não fique com esse covarde tudo bem. -Apontou para Shikamaru.

 

Shikamaru- Puf, mulheres tão complicadas. -Retrucou e eu e Temari demos um soco em sua cabeça. -Agressivas.

 

Sai junto da Temari e ficamos conversando, chegamos na casa da Tsunade e me arrumei.

Fomos até a ponte e os meninos já estavam lá, seguimos viagem em pleno silencio.

Fiquei encarando as nuvens no caminho e pensando na minha infância, era minha primeira missão e eu já era a líder, me preocupei um pouco pois não queria falhar na frente de todos.

Mais uma vez senti a presença de alguém então invoquei um demônio localizador.

 

Temari- Mas que... -A cortei fazendo sinal de silencio com o dedo.

 

Haru- Localize quem está nos observando e me diga quem são. -Falei baixo, mas em bom tom para o demônio entender. -Ele sumiu e em segundos voltou.

 

Localizador- São dois membros da Akatsuki pelo que vi senhora, eles estão um pouco longes não conseguem ver vocês, mas estão tentando se aproximar sem serem notados.

 

Haru- Entendo, pode ir e obrigada. -Ele sumiu. -Então eles não desistiram isso não é nada bom.

 

Shikamaru- Estamos em apuros?

 

Haru- Por enquanto não, mas precisamos ser cautelosos e cuidadosos para não nos encontrarem.

 

Sasuke- Vamos acabar logo com isso? -Ficou em modo ataque.

 

Haru- Lutar agora não é bom, temos aqui um orgulhoso um covarde e uma demônio, eu poderia mata-los com o toque mas seria apenas um deles e depois eu seria um fardo, o pessoal da vila da areia pode nos ajudar mas estamos aqui para protegê-los então eles tem que fazer o mínimo esforço possível.

 

Sasuke- Idiota, não é por que você é a líder que manda. -Me encarou com a cara de paisagem de sempre.

 

Haru- Seu merda, estamos aqui para protegê-los e se necessário lutar, mas caso não, não vamos comprar briga atoa.

 

Gaara- Não se preocupe Haru, se eles chegarem até nós também vamos lutar. -Apontou para seus irmãos.

 

Haru- Depois de dez anos nos reencontramos em meu primeiro amigo. -Dei um sorriso de orelha a orelha.

 

Gaara- Você se lembra? -Me olhou surpreso.

 

Haru- Nunca me esqueci nem esqueceria do meu primeiro amigo, agora vamos temos de ir ao mais longe possível antes que eles nos alcancem. -Voltamos a andar.

 

Enquanto andávamos Gaara se aproximou de mim, mas ficamos em um silencio eterno, quando ele o quebrou.

 

Gaara- Eu não te reconheci naquele dia que estávamos jogando verdade ou desfio.

 

Haru- Eu também não, você mudou bastante exceto o cabelo e as olheiras. -Ri.

 

Gaara- Você também mudou, mas continua com os três risquinhos no rosto. -Comentou

 

Haru- É minha marca. -Soltou um sorriso ladino e eu sorri convencida.

 

O resto da viagem foi em silencio, estava anoitecendo e eu estava ficando preocupada se o pessoal estava com sono então decidi parar ali mesmo, pelas minhas contas se voltarmos a andar de manhã chegaríamos em Suna quase no final da tarde do outro dia.

 

Haru-Shikamaru acho melhor pararmos, vocês precisam descansar. -Falei baixinho só para ele ouvir.

 

Shikamaru- Esqueceu que tem dois membros da Akatsuki atrás de nós?

 

Haru- Por isso mesmo que vou ficar de vigia, eu dormi o suficiente no hospital então consigo me manter acordada.

 

Shikamaru- Bom o pessoal me parece cansado, você é a líder então a decisão é sua.

 

Haru- Pessoal vamos parar, está ficando tarde então descansem, eu irei ficar de vigia para caso os homens nos encontrem.

 

Sasuke- Não entendo para que parar, não está tão tarde. -Olhou o céu.

 

Haru- Os outros podem estar cansados e estamos aqui para não só selar a vida deles como a saúde também. -O olhei indiferente falando de forma passiva e calma.

 

Arrumamos os sacos de dormir e eles se deitaram, me sentei em um galho de arvore e fiquei contando as estrelas.

Pulei do galho parando em pé no chão, comecei a andar entre eles olhando cada um, sentei ao lado de Shikamaru e soltei meu cabelo.

 Raramente ficava com ele solto, dês do dia que Gaara fez aquele penteado em mim eu sempre o usei, gostava do meu cabelo daquele jeito.

 

Gaara- Seu cabelo cresceu dês de que nos conhecemos.

 

Haru- Suas olheiras também. -Ri e sai correndo. -Lero, lero o Gaara não me pega. -Ele corre atrás de mim.

 

Me escondo em cima de uma arvore e quando Gaara passa pulo em cima dele dando um enorme abraço.

 

Haru- Que saudade que eu estava disso. -Sorri no meio do abraço. -Por que está acordado agora?

 

Gaara- Problemas para dormir, tenho dês de pequeno.

 

Haru- Hum, vem vamos voltar tenho que cuidar dos outros. -Fomos até onde todos estavam dormindo.

 

Nos sentamos e olhamos os outros, me virei para ele e começamos a conversar, contei o que aconteceu dês de quando nos separamos e ele fez o mesmo só que o passado dele era um pouco pior que o meu.

 

Haru- Gaara nem sei o que te dizer, só sei que está na hora de kazekage dormir. -Ri e deitei ele nas minhas pernas fazendo carinho no seu cabelo.

 

Depois de um tempo ele dormiu e fiquei ali esperando amanhecer.

O tempo passou e finalmente ficou de manhã, acordei cada um deles calmamente e seguimos viagem, paramos em uma lanchonete para comer e mais uma vez voltamos a andar.

Chegamos em Suna e Gaara nos levou a uma hospedaria para passarmos a noite, eu, Sasuke e Shikamaru iriamos dividir um quarto com uma cama de casal e uma de solteiro.

 

Shikamaru- Eu acho que eu devo ficar com a cama de solteiro.

 

Sasuke- Eu quem vou ficar.

 

Shikamaru- Mas eu sou um Chunnin então mereço mais que você.

 

Haru- Aaaa calem a boca, estou cansada não durmo dês de ontem. -Falei me Mexendo no colchão enquanto eles me olhavam com uma gota na cabeça.

 

Sasuke/Shikamaru- SAI DA MINHA CAMA HARU. -Me levantei e fui até os dois.

 

Resumindo o que aconteceu eu estava babando e sonhando que era a imperadora do universo e mandava em todos, enquanto Shikamaru e Sasuke se encaravam mortalmente tentando se manter o mais longe possível com um olho roxo e um galo em cada um.


Notas Finais


E ai o que acharam?

Espero que gostem

Ate o próximo. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...