História Eu Vampiro, E Amigos - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Amizade, Bissexualidade, Vampiro
Visualizações 4
Palavras 556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, LGBT, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse é um piloto, se gostarem começo a fazer os outros capítulos.

Capítulo 1 - A mordida


Fanfic / Fanfiction Eu Vampiro, E Amigos - Capítulo 1 - A mordida

É... eu sou um vampiro, só meus melhores amigos. Ennie, Luiz e Cásper sabem.
Eles são muito legais, eles tem as mesma idade que eu, 16, menos a Ennie ela tem 15 só um ano mais nova, ela é muito fascinada em signos, a primeira coisa que ela perguntou quando a gente se conheceu foi "Que dia você nasceu!" Que fascinada. Afinal eu sou de de aquário e ela de gêmeos, Luiz de Leão, Cásper de gêmeos também.
Eu acho que você quer saber como eu me tornei um vampiro, então, eu tinha visto muito, muito filme de vampiro, então eu acabei pesquisando como invocar um vampiro, então achei um lá " coloque um pouco de seu sangue num pote no cemitério a meia noite e volte a sua casa com um pouco do seu sangue na cara". Ainda bem que minha cidade é pequena, não tinha ninguém na rua, imagine, você lá na rua com sangue na cara. Acho que eu era muito, muito fascinado em vampiros.
Agora Estou aqui, com muita sede de sangue, Pelo menos ganhei músculos.
- Filho desce o jantar já está pronto.- Minha mãe fala batendo na porta. - Em? - Ela fala de novo.
- Quero não mãe, estou sem fome. - falo
- Tem certeza ?
- Sim !
Eu pego um saco de sangue era O negativo o meu preferido. Acho que não contei tudo de como eu virei um vampiro então irei continuar.
Eu fui andando de boa até minha casa, cheguei lá, não tinha ninguém ainda bem, então tirei aquele pouco de sangue da minha cara. Então fui dormir, eu acordei com um sombra preta na porta do meu quarto ela fala;
- Volte a dormir. - balançando sua mão então, acabei pegando no sono de novo.
Quando acordei tinha marcas de de presas no meu braço, quase gritei de alegria. Fui até o espelho, me deparei com meus olhos totalmente pretos, eu me assustei, então quando eu pisquei o olho, ele desapareceu, Depois de tudo isso me senti enjoado, vomitei um pouco de sangue e tudo que estáva no meu estômago. Meu corpo estava se livrando de tudo que estava dentro se mim, até as fezes(sairam por aonde sempre saia). Enfim, quando saiu tudo eu tentei fazer aqueles olhos pretos, eu achei muito legal aquilo, Fui até o espelho, fiquei horas tentando mas nada funcionava, foi ai que meu estômago começa a roncar.
- Tenho que me alimentar. - Então ando até o sol, já era meio dia. - Será que eu queimo? Ou eu brilho? - então vou até o sol.
Coloco minha mão no sol, e não pega fogo, só fica muito mais quente que antes. Já que está frio vou com roupas grandes. Então foi assim que eu virei vampiro. O mais difícil foi falar para o Luiz, Cásper e a Ennie.
- Eu sou um vampiro! - Estou a muito tempo tentando ver se o Luiz entende.
- Vampiros não existem. - Ele fala colocando a mão no meu ombro.
- Eu não existo? - falo em um tom sarcástico.
- Então prova. - Ele fala.
Então eu tiro as presas para fora.
- Oh meu Jesus do céu. Desculpa não pode falar Jesus, né?
- Não tem nada a ver, pode falar. - Minhas presas ainda estavam para fora.


Notas Finais


Qualquer erro ortográfico me avisem. ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...