História Eu Vejo Você - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Taeyang
Tags Big Bang, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Namjin, Romance, Taegi, Taeyang, Yaoi
Visualizações 38
Palavras 912
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, obrigada por lerem!!
E pelos favoritos eu fico muito feliz 😊
Vamos ao próximo capítulo
Boa leitura!!

Capítulo 7 - Nem tudo são rosas


Fanfic / Fanfiction Eu Vejo Você - Capítulo 7 - Nem tudo são rosas

"Talvez eu tenha ido longe demais, de qualquer forma este é meu último dia aqui... "

Um silêncio estava pairando por todo a quarto enquanto Jungkook e Jimin sentaram-se um ao lado do outro no sofá, ambos esperando um sermão como os da mocinha dos dorama quando encontrava a sogra megera, mas Namjoon estava apenas intrigado, para ele Jeon Jungkook era hétero e ele não fazia ideia de como fora a vida de seu sobrinho todos esses anos então não podia brigar com ele já no reencontro. 

_Vocês... Estão em algum tipo de relacionamento?_ perguntou o tio.

_NÃO. _respondeu Jeon antes que jimin sequer abrisse a boca. 

_O que estava acontecendo aqui então?_ perguntou Nam arqueano as sobramcelhas 

_Eu também não entendi, Jimin veio do n-nada... _respondeu o mais novo olhando para um canto aleatório. 

_Eu fiquei irritado com essa baranga ai, e quis dar uma lição a ela, sinto muito mais eu odeio quando tentam enganar  as pessoas usando sentimentos. _Disse Jimin com uma voz triste e os olhos tremulos  como se ele estivesse forçando si mesmo a não chorar. 

Alice encarou o menor com ódio, revirou os olhos e se indignou rapidamente com a coragem de Jimin em falar mal de sua atuação maravilhosa. 

_Você só está com ciúmes por que é um gay encubado e sabe que Jungkook jamais seria seu, estava apenas forçando não é mesmo Park. _respondeu a menina com um sorriso maligno. 

_Pelo que estou vendo estamos num triângulo amoroso Jin. _Disse o Kim tentando se manter sério _ Eu vim aqui hoje para rever Jungkook porque achei que ele estivesse solitário neste lugar mas parece que aqui está bem animado. 

Jin sorriu, já não conseguia mais segurar a ironia daquela situação e então deixaram os dois jovens sozinhos permitindo a eles que se resolvessem. 

_Desculpe-me... 

Jimin sabia que havia feito algo precipitado e embora soubesse que não sentia remorso algum engoliu seus sentimentos apenas para si. 

_Não é hora pra isso Park, você sabe o que fez... A vergonha que me fez passar? _ Respondeu o maior,  claramente confuso com tudo aquilo. _Eu não quero te ver nunca mais. 

Aquela pequena frase foi como um tiro no peito do pequeno Park, que segurou firme o impacto tentando se manter bem com aquilo, ele queria muito bater na cara de Jungkook mas, aquilo não era culpa dele e sim sua. 

_Tudo bem. 

Foi tudo o que respondeu depois deixando o clima ainda mais pesado ambos ficaram sem lugar e então Jeon levantou-se e saiu deixando as lágrimas do mais velho cair sem que ele as visse. 

As enfermeiras comentavam sobre o que teria acontecido no quarto para que Jeon jungkook e Park Jimin não olhassem nem para cara um do outro, estava acabando a semana logo ambos estariam em casa e eles sabiam o quão estranho seria sair dali. 

                         🌙

Jungkook arrumava sua bolsa para sair a tarde no domingo e Jimin estava sumido desde a manhã, "onde será que ele foi?" pensou o garoto preocupado. 

Logo a expressão em seu rosto aos ver de longe uma pequena folha de papel com uma caligrafia bonita que estava sobre a mesa posta com um vaso, uma rosa e uma xícara de chá. 

Na carta dizia: 

"Desculpe-me não ter um rosto Alegre para me despedir dessa que poderia ser a semana mais animada de minha vida,  o hospital sempre foi um lugar triste para mim mas um jovem alto e estranho que usava fones mudou isso, talvez essa fosse a motivação para minha saúde estar melhor agora. Eu não me arrependo de ter te beijado Jeon JungKook... Esses 7 dias foram o suficiente para eu me apaixonar por você... 

Provavelmente não lhe verei mais assim como você quer eu vou apenas sumir, mesmo que me encontre por coincidência não chame por mim, não faça com que eu fique pior. 

Adeus Criança

Park Jimin."

Jeon terminou de ler a carta com a mão sobre o peito uma dor absurda lhe veio do nada, seu coração acelerou e em seu rosto sentiu as lágrimas cairem, ele não sabia que sensação horrível era aquela só queria que passasse mas o aperto no peito ficou forte a ponto de ele se ajoelhar e então chorar como nunca antes aquela pequena despedida o fez perceber que já estava apaixonado... E que agora era tarde demais. 

Jin chegou ao quarto para dar ao garoto o endereço da casa de Namjoon mas a cena que presenciou foi algo que lhe fez liberar seu instinto materno com o qual criou seu filho,  abriu os braços e os aconchegou em volta do Jung que já soluçava. 

_O que aconteceu Kookie?, por que está chorando? 

_Ele se foi Jin Hyung.... 

A expressão do garoto mostrava claramente quem havia sido a pessoa que o fez chorar,  e ao ver a carta no chão soube naquele momento que a vida de Jeon seria muito diferente agora. 

                       🌙

Jimin saiu do carro em frente a uma mansão com um chafariz na frente que tinha a figura de um anjo cuspindo água enquanto tocava um violino,  garoto estava cabisbaixo com grandes olheiras e carregava sua bolsa como se fosse algo muito pesado. 

Sua mãe o viu chegar da janela e correu a seu encontro, tentando anima-lo  uma pena ele começar a chorar assim que ela o abraçou nada que um abraço não faça ela pensou enquanto levava sua criança grande para dentro de casa. 


"Eu perdi algo muito valioso para mim e agora serei obrigado a encontrar. "




Notas Finais


Estamos de volta eai esse capítulo foi triste pacas ;-; admito que escorreu uma lágrima enquanto imaginava Jimin e Jeon chorando Tadinhos mds
Mas é isso gente deixem seus comentários e favoritos pra eu saber se estão gostando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...