1. Spirit Fanfics >
  2. Eu virei te salvar ((Jeon Jungkook)) >
  3. Dores

História Eu virei te salvar ((Jeon Jungkook)) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem do fundo do meu coração.

Capítulo 1 - Dores


Fanfic / Fanfiction Eu virei te salvar ((Jeon Jungkook)) - Capítulo 1 - Dores

Me enrolei na toalha conferindo minha aparência no espelho, fazia tempo que não tirava um tempo para cuidar de mim, apesar de ficar horas sozinha nessa casa, na maioria do tempo ficava tão estressada que descontava tudo na faculdade. Aproveitei o fato de estar quase me formando para me desligar do mundo com a desculpa de ter que fazer trabalhos.

Enquanto me trocava senti novamente minha cabeça latejar, essa dor já estava se tornando quase rotineira, porém hoje em especial ela estava insuportável, não conseguia nem me manter em pé e tive que me sentar na cama teminando de colocar minha camiseta. 

Sn- que merda é essa?- disse me tentando ir até a cômoda para pegar meu celular

Rapidamente liguei para Jungkook, tinha uma esperança que ele me atendesse, porém depois de chamar algumas vezes caiu na caixa postal. Tentei então ligar para Eunwoo, quem sabe ele me atenderia.

Ligação on

Sn- alô?

Ew- oi pequena

Sn- Eunwoo eu preciso de ajuda

Ew- o que aconteceu? Você tá bem?

Sn- não muito, minha cabeça....

Ew- de novo? Desça vez você não escapa, já passo aí e vamos ao médico

Sn- eu não preciso ir ao médico 

Ew- Sn você já está com essa dor de cabeça a três semanas quase, já passou do tempo de você ver o que é isso

Sn- mas....

Ew- sem “mas”, vai se arrumar e pegar seus documentos que eu já estou indo....., não, só abre a porta que quando eu chegar eu pego tudo 

Sn- eu não te mereço 

Ew- vou desligar agora, já já chego  

Até pensei em mandar uma mensagem para meu marido, mas do que adianta, nesse último mês Jungkook esteve tão distante, ele sai cedo para a empresa e chega tarde, muitas vezes eu nem o vejo, ele só fala a mínimo necessário comigo, não me beija mais, não me abraça, as vezes se quer olha nos meus olhos. Se eu o mandasse uma mensagem ele iria ignorar ou responder de forma seca.

Já me peguei inúmeras vezes pensando se ele ainda me amava, ou se eu não era mais o suficiente, porém sou orgulhosa e insistente o suficiente pra ainda não ter desistido de nós e estou disposta a lutar até minhas forças acabarem pra trazer de volta o Kook que que me apaixonei a seis anos atrás.

Jungkook POV 

Apoiava minha cabeça na minha cadeira enquanto minhas mãos puxavam brutalmente o cabelo da Momo, minha secretária.

Jk- que boquinha gostosa de fuder minha putinha tem- já sentia meu pau na sua garganta, a fazendo engasgar- tá engasgando? É grande né?

Que visão excitante tinha na minha frente, ela peladinha na minha frente com os olhinhos marejados. Puxei seus cabelos com força a fazendo sentar no meu colo.

Jk- deixa eu ver qual buraquinho eu vou fuder hoje- sem aviso nenhum coloquei dois dedinhos no seu cuzinho fazendo a loira gritar de tesão 

Mm- Kookie

Jk- você vai deixar seu chefinho meter no seu cuzinho amor?- ela afirmava com a cabeça, então meti de pau nele, sem dó.

Ela tremia sobre mim, gritava, gemia, chorava. Depois de um tempo chegamos aos nossos orgasmos.

Mm- quando você vai se divorciar da Sn? Tá demorando demais- ela andava pela minha sala recolhendo suas roupas jogadas pelo espaço

Jk- eu já disse que os papéis já estão quase prontos, só falta o cartório enviar para ela 

Mm- tá demorando muito, e eu quero ser logo só sua- ela continuava falando enquanto eu arrumava minha calça- já pensou, Jeon Momo 

Devo confessar que ela me assustou um pouco quando disse isso, em momento algum disse para ela que nos casaríamos, nem sei se realmente queria ter um futuro com ela. 

Jk- já disse para ter paciência 

Mm- não dá amor, você já tá me enrolando a um tempão- ela estava começando a me irritar 

Jk- JÁ DISSE PARA TER PACIÊNCIA 

Mm- não grita comigo Oppa

Apoiei minha cabeça na mão tentando me acalmar, por algum motivo comecei a ficar muito irritado, ela continuava tagarelando sobre nossa vida depois que eu me separasse, ela já tinha feito planos de tudo, iríamos morar juntos, nos casar e ter filhos.

Jk- Chega, eu vou embora 

Mm- vai me deixar aqui mesmo, enquanto eu te falo sobre coisas importantes 

Jk- eu não estou nem prestando atenção no que você tá falando

Mm- OPPA

Jk- não me chama assim, você tá irritante hoje 

A deixei gritando sozinha e sai da sala, fui para meu carro depois de me despedir dos outros funcionários.

Já era tarde, cerca de dez horas, então resolvi ir pra casa direto, só espero que a Sn já estava dormindo para eu não precisar ter que me explicar pra ela também.

Cheguei em casa percebendo que ela estava toda escura, Sn deve ter saído, então fui tomar uma banho e comer algo. Depois aproveitei e fui assistir tv deitado na cama, fazia tempo que não relaxava fora da empresa sozinho.

Quando deu perto de meia noite comecei a estranhar.

Jk- onde ela tá? 

 Tentei ligar para ela algumas vezes, nenhuma teve sucesso. Então comecei a me preocupar seriamente, ela raramente deixa de atender o celular. Mandei algumas mensagens, porém novamente nenhuma ela respondeu.

Jk- Sn cade você?

Liguei então para aquele amigo dela, mesmo não indo com a cara do rapaz, eu queria achá-la.

Ligação on

Jk- alô? Eunwoo?

Ew- olha só quem resolveu aparecer 

Jk- onde tá a Sn?

Ew- tá preocupado com ela?

Jk- cadê ela?

Ew- olha eu só vou te contar por que você é o marido dela, e eu acho que você ama ela, se bem que não tenho mais tanta certeza

Jk- para de enrolar, onde ela tá?

Ew- estamos no hospital 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...