História Eu vou deixar você ir embora mas - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


oi gente é minha primeira história do skz espero que gostem!

Capítulo 1 - Prólogo;


Nosso caso começou como muitos outros, embora não sejamos como eles, em uma festa de aniversário de um amigo em comum. Era o 18° aniversário de Hyunjin e como um bom amigo, fui prestigiar o festão. E você, como um bom namorado do primo dele, compareceu também.

Ah Felix, não tente se fazer se santo, sei que não tirou os olhos de mim desde que pisou naquela casa ao lado de Changbin. Lee Felix e Seo Changbin, o casal mais fofo e invejado da faculdade; descobri isso posteriormente. Fiquei sentado na bancada bebendo durante um longo período, tendo em vista de que prefiro locais mais calmos e com muito menos pessoas do que havia alí.

— Oi, posso me sentar ao seu lado? O meu namorado foi ao banheiro e me disse para esperá-lo aqui. — Recordo-me bem que suas primeiras palavras para mim foram essas, seguidas de um sorriso tímido falsificado.

— Pode. — Tentei transparecer certa indiferença, afinal, você era só mais um cara bonito com um namorado. Um puta cara bonito. — Aliás, você é coreano? Você tem um sotaque forte na voz.

— Pois é, eu não sou coreano. Sou australiano, me mudei pra Coréia fazem dois anos. — Respondeu sorrindo. Mas que sorriso bonito da porra. — Sou Felix, Lee Felix.

— Sério? Eu também sou australiano, sou Christopher, mas pode me chamar de Chan. — Respondi um tanto surpreso, afinal não haviam estrangeiros em meu limitado círculo social.

— Posso te chamar de Chris? — Agora o sorriso foi diferente, o sorriso de quem está flertando. Merda. Talvez tenha sido aqui que me rendi a você.

— Pode me chamar do que tiver vontade.

Nossa pequeno diálogo foi interrompido por uma voz por trás de Felix.

— Vejo que já conheceu Bang Chan, meu sunbae da faculdade. — Disse Changbin animado. Fazia música assim como Chris e já até tinha feito algumas canções com ele e Jisung, outro colega de curso.

Sim meu amor! Acredita que ele é australiano também? Que mundo pequeno. — Respondeu Felix e eu apenas sorri pequeno.

— E eu nunca encontrei a Beyoncé! — Fiz uma referência a Friends e na hora o Lee fez uma expressão de felicidade.

— Meu Deus! O Lilix adora essa série, não é amor? — O mais novo assentiu com fervor. Changbin segurou em suas mãos. — Chan hyung, posso deixar o Felix aqui com você? O Minho me pediu para ir ver algo lá no som, talvez uma música da Camila Cabello.

— Claro que sim, hoobae! Ele está em ótimas mãos. — Assegurei e Felix sorriu, dizendo ao outro pra ver o que Minho queria. Quando Changbin saiu depositou um selinho em seus lábios e disse que o amava. Coitado, mal sabia que ele mal virava as costas e o namorado já se esfregava em outro.

— Engraçado, não havia visto você na festa do Hyunjin ano passado. — Disse Felix, bebericando um pouco da bebida em meu copo que eu já não estava tocando há um tempo.

— Eu saí cedo, fiquei enjoado. Amo Hyunjin, mas festas e muitas pessoas me dão um pouco de agonia. — Proferi com sinceridade, sentindo um leve choque percorrer meu corpo quando as pequenas mãos do Lee tocaram minha coxa.

— Mesmo? Você têm cara de que fica farreando até o dia amanhecer.

— As aparências enganam, Felix. A sua aparência engana? — Soltei.

— Não sei. Por que não vê por si mesmo? — Ele realmente tinha dito isso? Flertado comigo tão descaradamente.

Não quis esperar mais tempo e levei-o até um dos banheiros enromes que a casa do Hwang tinha e o prensei contra a porta.

— Qual a sua, hein Lee? Você têm namorado, não era pra estar fazendo isso. — Me aproximei de seu pescoço e senti seu cheiro adocicado, estava perdido.

Ele fez um sinal de silêncio pra que eu calasse a boca e disse em meu ouvido com a voz grossinha: Cala a merda boca e me beija, Chris.

E eu infelizmente, não resisti à você. Nem dessa vez e nem nas próximas.


Notas Finais


bye guys ainda falta + 1


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...