História Eu vou ser o Herói Número Um! - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Personagens Originais, Stain, Toshinori Yagi (All Might)
Visualizações 23
Palavras 1.464
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


[O carinha da imagem é o nosso querido Deku, só que adulto q]

Yoo! Eu tava sumido por causa da escola. Tá uma porra. Desculpa.

MAS O QUE IMPORTA É Q TÁ TENDO CAP HJ NÉ!
VAI TER CAP ESSE FIM DE SEMANA INTEIRO SE EU PUDER AKOGJARGUOAHRGUOARH

Capítulo 12 - O começo do fim.


Fanfic / Fanfiction Eu vou ser o Herói Número Um! - Capítulo 12 - O começo do fim.


                                                 =Autor POV ON=
Depois de um tempo que o ataque começou, vários heróis haviam chegado e vários alunos estavam fugindo dali –Exceto alguns, que decidiram lutar— Ryuu estava lutando alguns vilões que estavam ali sem dificuldade alguma, com uma expressão entediada.
-Fala sério, não vai ter ninguém a minha altura aqui? –Ele perguntou a si mesmo enquanto mandava um vilão em forma de lagarto aos ares—Poderia vir pelo menos o Rirutsu ou o Genji!
-Se esqueceu de mim, pirralho! –Um lobo corria na direção do garoto, com uma expressão de fúria—Você e todos que estão aqui irão se ajoelhar perante mim, o poderoso Dos-
O vilão foi interrompido por um tiro de um rifle de precisão, aparentemente vindo do terraço de uma construção ali perto e urrou de dor, parando na frente do garoto de cabelos brancos.
-Huh? —Ryuu olhou para todos os lados, procurando o causador disso, mas logo desistiu, afinal, não poderia perder a chance de acabar com seu oponente de uma vez—Shine.(Morra)
Dito isso, uma aura extremamente forte emanou de seu corpo e todos ali puderam sentir. Após isso concentrou energia em seus punhos e iniciou uma série de socos no lobo, e no final, usufruiu de sua telecinese e levitou dois pedaços do solo, assim, finalizando—Ou apenas tentando finalizar—o lobo.
-Dosu, Dosu..achei que fosse mais forte que isso..—Ryuu se virou para ir atrás de outros vilões, mas foi interrompido por uma risada vindo de trás de si.—Hm?
-Achou que eu iria ser derrotado fácil? –A mesma aura que o garoto sentira a alguns dias atrás emanou do lobo, mas parecia mais maligna do que antes.
-Eu já imaginava que se levantaria..apenas te subestimei como se fosse em um anime. O protagonista se vira para ir embora e quando menos espera: Boom! O vilão se levanta e o ataca. –Ryuu se virou para o lobo com um sorriso convencido, desaparecendo em um flash branco e reaparecendo atrás do lobo, estendendo sua mão direita até o lobo e dizendo apenas uma palavra—Inflame.
Por algum motivo aquilo não fez efeito no lobo, ele ficou lá parado, em chamas, rindo como se fosse um psicopata.
-Eu melhorei minha resistência, garoto. Pode fazer o que quiser. Sempre irei resistir a aquilo não importa o que acont— Dosu foi interrompido por um soco do albino, que o fez voar para longe e quebrar alguns ossos. Ou coisa pior.
-Não se meta com o futuro herói número 1. –Ryuu sussurrou friamente, vendo o lobo se distanciar.
                                                   =Victor POV ON=
Após dar um tiro naquele lobo, eu criei uma espada a partir de minha armadura feita de ferro e em seguida fui até o campo de batalha.
-Tootie. Pega essa pistola. –Entreguei minha Glock para ela, caso ela precisasse usar em algum momento, que assentiu e assim, nos separamos.
Um cara com músculos provavelmente acima do nível humano com uma máscara de luta livre veio até mim já preparado para o combate, com sangue nos olhos. Eu corri até ele e dei um mortal para trás dele, e logo, finquei em suas costas, o que aparentemente não surtiu efeito.
-Garoto...achou que ia funcionar? EU SOU BANN! O VILÃO MAIS FORTE VINDO DOS ESTADOS UNIDOS! –Ele gritou de um jeito insano, enquanto se virava para mim e tentava me socar com suas enormes mãos. Eu apenas desviava com dificuldade, até que decidi paralisar o tempo e criar uma faca a partir de meu traje, fincando a mesma no queixo do homem diversas vezes(Só pra garantir de que ele morreria) e em seguida o tempo voltou ao normal e ele caiu no chão que nem merda, foi divertido de ver.
-Como ousa matar o Bann-Sama!? --Alguém atrás de mim gritou com raiva, enquanto se aproximava—Você vai pagar por isso, seu merda!
Eu me virei para ver o tal seguidor desse Bann. Tinha mais de um. Eram uns 5 caras de regata preta e com máscaras de luta livre, idiotas como ele.
-Vocês..vão lutar ou fazer show de stand-up? Vocês não têm chance contra mim. --Eu dei dois passos para frente, ainda com a faca em mãos.
-E-Ei. Taito, acho que ele tem razão. –Um homem atrás do irritadinho disse aparentemente com medo, com vontade de recuar.—Nós não temos chance contra ele. Ele acabou com o Bann-Sama!
-Cala a porra da boc— Quando ele ia brigar com o seguidor medroso, eu joguei minha faca na testa dele, o matando na hora
-Se não quiserem ter o mesmo destino, é melhor começarem a se entregar para a policia, ela tá lá fora esperando levarem alguns vilões –Eles estavam prestes a me atacar, mas eu criei uma foice a partir de meu traje, os forçando a concordarem comigo—Vou ter que acompanha-los?
-E-ESTAMOS INDO, SENHOR! –Eles foram até o lado de fora da escola para se entregar a policia
Após essa briga, eu fui procurar mais oponentes, para acabar com isso logo.
                                                        =Anna POV ON=
Eu acordei em uma sala escura. Eu tentei me mexer, mas eu estava amarrada por cordas. Eu me debatia sem parar para tentar me soltar, mas sem sucesso.
-Oh, acordou. Anna-San? –Uma voz familiar ecoou no local e as luzes se acenderam. Eu estava na enfermaria, os médicos estavam no chão, em uma poça de sangue. E a dona da voz familiar era Akeno.—Tudo está indo como planejado..alguns heróis foram mortos..você está aqui presa prestes a ser torturada..e logo logo Ryuu-Kun será meu!
-Escuta aqui sua vadia: Se eu me soltar dessas cordas, você tá fodida. –Eu disse a ela friamente, enquanto tentava me soltar—Eu vou ser salva a qualquer instante, pode apostar. O Ryuu vai me procurar.
-O Ryuu a essa hora já te esqueceu, queridinha. Ele pode estar inconsciente agora, como planejado. Mas como ele é forte, não vai cair ainda. –Ela se aproximava de mim com um sorriso sádico, com um pé de cabra em suas mãos— Agora, vamos para o que interessa.
Antes que ela começasse a me bater com o pé de cabra, a porta foi destruída por alguém.
-Largue. Ela. –Essa voz..o Ryuu..ele veio me salvar!—Eu sabia que você era estranha..mas não a esse ponto..trabalhar para o desintegrator..você é o pior tipo de pessoa, sabia? Se disfarçar entre estudantes, sendo uma vilã...você foi esperta, mas não o bastante.
-Ryuu! –Eu o chamei, mas fui interrompida por Akeno.
-Ryuu-Kun! Que honra tê-lo aqui! –Ela se aproximava dele com um olhar pervertido. Nesse momento, eu queria me soltar e matar essa vadia.—Eu senti tanto a sua falta! Que tal nos divertirmos um pouco, hein?
Ela passou sua mão por seu peitoral, até que ele a pega pelo pescoço e a joga na parede, a deixando inconsciente.
-Me desculpe por isso. Eu não queria ter que bater em uma mulher, se bem que nem bati direito. –Ele dizia enquanto vinha até mim para me soltar—Anna, eu ouvi gritos vindo daqui, então achei que ela tivesse...
-Eu não sou tão fraca assim. –Eu abri um sorriso fraco, já solta das cordas—Então, o que tá acontecendo lá fora?
-Bom, o desintegrator e sua legião de vilões invadiu a escola e está um caos..por favor..não se envolva..fuja..não quero que você se machuque..—Ele segurou meus ombros com ambas mãos, com uma expressão séria— Não é que você seja fraca, mas...eu só não quero te perder..
-Mas- --Eu fui interrompida por um abraço de Ryuu.
-Tudo isso é culpa minha..não quero você se machucando por causa de mim, então, por favor, se af- --Eu me separei de seu abraço e selei nossos lábios. Ficamos nos beijando por um tempo, até que acabou o ar e encerramos.—Tudo bem..eu deixo você lutar, mas com uma condição: Volte viva.
                                                           =??? POV ON=
Eu estava numa reunião da U.A, até que meu celular vibra. Estava tendo um ataque em uma escola perto daqui.
-Senhores. Terei que me retirar, está tendo um ataque em uma escola, se quiserem me acompanhar. –Eu disse aos presentes na sala, com um sorriso amigável
-CALA A PORRA DA BOCA E VAI LOGO DEKU DE MERDA! –Disse meu amigo de infância, Katsuki Bakugo. Ele sempre foi explosivo assim, literalmente.
-C-Certo..—Eu fui até a janela mais próxima na sala e a abri, logo, pulando dela e flutuando em seguida.—Até mais!
                                                  =Desintegrator POV ON=
Meu plano estava quase completo..apesar de muitos aliados terem sido derrotados. Eu estava andando entre os corpos mortos de heróis, com um sorriso por baixo da máscara. Tudo estava bem, até que alguém pousa no centro do local e diz:
-A TODOS QUE ESTÃO LUTANDO PELO BEM! NÃO SE PREOCUPEM! TUDO VAI ACABAR BEM! SABEM POR QUE? –Ele fez uma pausa, sorrindo alegremente—PORQUE EU ESTOU AQUI!
-Deku...—Eu murmurei irritado, enquanto observava o lixo sorridente de longe.
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!

Se gostaram, favoritem e comentem <3 E se não gostou, foda-se tjoagjoarhgura


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...