História Eu vou ser o Herói Número Um! - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Personagens Originais, Stain, Toshinori Yagi (All Might)
Visualizações 20
Palavras 1.427
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


[O dlç da capa é o gintama]

Yo. Vai ter dois cap(ou mais) por madrugada esse final de semana <3

Capítulo 13 - O fim de Desintegrator.


Fanfic / Fanfiction Eu vou ser o Herói Número Um! - Capítulo 13 - O fim de Desintegrator.

                                               =Autor POV On=

Deku havia chegado no campo de batalha, pronto para enfrentar todos os vilões ali. Até que olha para o lado e vê um vilão mascarado de vestes vermelhas se aproximando, batendo palmas.

-Deku. É uma honra tê-lo aqui. –Ele disse a alguns metros de distancia do herói, o analisando de cima para baixo

-Quem é você? –O herói perguntou sério, enquanto fechava os punhos lentamente.

-Não precisa saber, já que vai morrer daqui alguns segundos..ou minutos..se haver lu- --Foi interrompido por uma flecha que foi atirada na direção do herói a frente de Desintegrator, que apenas pegou a flecha com sua mão direita e a jogou no chão—Genji..

Ele murmurou para si mesmo, com uma expressão irritada por baixo da máscara.

-Quem fez isso vai pagar depois..primeiro irei cuidar deste aqui. –Andou até o vilão a sua frente e tentou socar sua face com um soco de direita, porém foi defendido por Desintegrator— Fique sabendo que essa não é minha força e nem minha velocidade verdadeira

Ele disse antes de ser atingido por um soco em seu estomago, abrindo um sorriso fraco em seguida.

-Vamos medir forças, é isso? –Desintegrator deu dois passos para trás e usufruiu de sua telescinese, fazendo Ultraman flutuar e em seguida ser lançado para o outro lado do campo de batalha.

-Nada mal! –Gritou com empolgação, enquanto se levantava e tirava a poeira de seu traje—Minha vez...

Ele surgiu ao lado do ser mascarado e o pegou pela cabeça, a batendo no chão diversas vezes e em seguida, o jogou no chão.

 

                                                   =Ryuu POV ON=

Eu estava voltando para o campo de batalha junto de Anna, até que nós vimos muitas pessoas correndo para o centro da escola (Bom, pelo menos o que sobrou dela). Eu e Anna fomos lá ver o que era, e vimos um herói nomeado de Deku batendo a cara do Disintegrator no chão e em seguida o soltando.

-Ei! Deku! Deixa eu socar um pouco esse merda! –Eu gritei enquanto me aproximava e muitos heróis me olhavam com uma cara de: “Que merda esse pirralho quer?”

-Garoto! Vá para perto dos heróis profissionais! –Ele tentou me alertar, mas não dei ouvidos. Continuei andando, até que Desintegrator se levanta lentamente com parte de sua máscara quebrada.

-Ora ora..veja se não é o Ryuu-Kun! –Pela primeira vez consegui ver o rosto dele. Era um rosto familiar..sinto que já vi uma foto ou algo do tipo..ah! Lembrei! Ele é o irmão do professor Fuzaki!

 

                                                    =Flashback ON=

Eu estava na sala conversando com o professor, já que eu tinha acabado de fazer minhas coisas. Então, ele quis me falar sobre o irmão dele.

-Então..Ryuu..eu já te contei sobre meu irmão? –Ele perguntou, enquanto limpava seu óculos

-Não..eu acho.

-Certo..irei te contar então. Bom..pra começar..o nome dele era Gintama..ele nasceu uns meses depois que eu. Ele sempre foi melhor que eu em tudo. Esportes, garotas, estudos. Tudo.—Ele contava colocando seu óculos de novo—Até que chegou o dia em que ele conseguiu suas individualidades. Ele ficou orgulhoso, encrenqueiro. Tudo de ruim. Suas notas caíram. Ele não conseguiu entrar na U.A..colocou a culpa em mim e me espancava todos os dias..ele virou um monstro. Até que alguns anos depois, ele fez 23 anos..saiu de casa e descobrimos que ele tinha matado 10 pessoas em Kyoto no dia seguinte.

-Então..foi ele que causou aquele assassinato em Kyoto. –Eu me lembrei do assassinato em Kyoto. 10 mortos e 5 feridos por culpa do desgraçado do Desintegrator.

-Eu me reencontrei com ele a alguns meses atrás..ele estava totalmente diferente..seu cabelo estava na altura de suas costas, parecia um personagem de mangá. E ele..dizia que ia dominar o mundo ou algo do tipo..chegava a ser assustador.—Ele colocou a mão no bolso de sua calça e retirou uma foto—Se algum dia você ver esse cara, o mate sem piedade.

 

                                                        =Flashback OFF=

-Gintama..seu irmão, Fuzaki me falou de você..ele me disse para mata-lo sem piedade..e assim eu o farei. –Eu andei até ele enquanto concentrava energia em meu punho

-Meu nome não é Gintama! É Deus para você! Criatura inferior! –Ele gritava enquanto dava passos para trás.

-Jovem. Não faça isso.—Deku entrou na frente do Desintegrator, que sorriu diabolicamente

-Ultraman..sinceramente..eu te respeito e tal..mas por favor..você tem que me deixar matar esse homem..—Eu murmurei baixo, olhando para o chão.

 

                                                        =Autor POV ON=

Enquanto Deku e Ryuu estavam tendo uma mini discussão, Disintegrator aproveitou o momento e começou a retirar sua luva lentamente. Vendo isso, Victor paralisa o tempo e anda até o vilão ainda com a foice em sua mão.

-Em nome de todas as almas ceifadas por este homem, eu o elimino deste mundo. –O garoto corta sua cabeça sem piedade e logo,  volta para seu lugar, fazendo o tempo voltar ao normal em seguida.

Num piscar de olhos, a cabeça de Gintama/Disintegrator estava rolando no chão. Vendo isso, todos ficam surpresos e alguns até vomitam vendo a cena.

-Mas o que..—O herói número 1 olha para o lado e vê uma cabeça rolando e arregala os olhos, surpreso.—Quem foi que..

Ryuu olha curiosamente para Victor, que estava com seu traje, que apenas acena para o garoto.

                                               =Time Break; Algumas horas depois=

Muitos corpos de vilões vivos e mortos estavam sendo levados, dentre eles estavam os corpos de Rirutsu, Genji, Desintegrator e Akeno. Alguns heróis estavam sendo entrevistados e é claro, Ryuu e os outros iriam ser entrevistados também.

-Quem foi que matou o Desintegrator?—Um repórter perguntou ao Ultraman, que respondeu:

-Eu não sei..foi muito rápido..eu pisquei e só vi uma cabeça rolando e ouvi um corpo caindo duro atrás de mim.

Alguns repórteres entrevistavam Ryuu e os outros que lutaram no campo de batalha na saída do local.

-Poderia nos dizer seu nome, garoto? –Uma repórter perguntou ao garoto de cabelos brancos

-Meu nome é Ryuu. Mas podem me chamar de O Futuro Herói Numero 1! –Ele abriu um sorriso vitorioso, enquanto se retirava do local

 

                                                             =Ryuu POV ON=

Eu estava indo para casa, até que encontro o cara que matou o desintegrator junto de uma garota.

-Ei! –Eu os chamo, correndo para perto deles.—Quem diabos são vocês?

-Hm? Ah, Ryuu..—O garoto se vira pra mim e acena para mim.—Eu sou alguém que você conheceu a uns dias atrás. E claro, que te salvou.

-Uh? Victor? –Eu perguntei confuso.

-É. –Ele retirou o capacete de sua armadura, revelando seu rosto—E aí.

-Seu maldito..você nem me deixou matar o Desintegrator! Eu fiquei triste agora.—Eu fingi uma cara triste, enquanto a garota atrás dele solta uma risada.—Agora eu tenho um pedido para fazer: Lute comigo.

-. . .Tudo bem. –Ele aceitou enquanto tirava o pó de seu traje com as mãos—Escolhe o lugar.

-Vamos lutar em cima desse prédio aqui do lado, sem poderes. Só corpo a corpo.--Eu disse concentrando energia nos meus pés e pulando alto, chegando em cima do prédio, sendo seguido pelos dois.—Uma perguntinha..vocês...são namorados?

Eu perguntou, os deixando levemente vermelhos.

-Não. Não somos. Vamos logo com isso. –Ele disse levemente irritado, enquanto retirava seu traje, ficando com sua camisa preta daquele dia.—Tootie, fica de juiz ou algo do tipo.

-Ok! 1..2..3..LUTEM! –Ela inicia a luta e Victor avança contra mim em alta velocidade, enquanto eu rolo para o lado.

-Vai ficar fugindo, Ryuu? –Ele tentava me provocar, enquanto tentava socar meu rosto.

-.  .  .—Fiquei em silencio, enquanto corria até ele e em seguida dei um mortal, caindo atrás dele e tentando uma chave de braço, que foi facilmente quebrada.—Merda..

Ele tentou efetuar uma rasteira em mim, que apenas desviei e aproveitei que ele estava com a guarda baixa, o socando duas vezes no rosto.

-M-Merda..—Ele cuspiu sangue, limpando o canto da boca em seguida.

Ele veio até mim com sangue nos olhos e em seguida tentou um gancho em mim, que desviei com dificuldade. Eu poderia ter desmaiado se ele tivesse conseguido.

-Vamos acabar com isso logo. –Eu corri até ele e tentei uma voadora de dois pés, o que por incrível que pareça deu certo. Aproveitando isso, eu imobilizei por 3 segundos, vencendo a luta.

-Foi uma boa luta Ryuu. –Eu o ajudei a levantar—Agora..a próxima luta será na U.A.

-Uh? Pra onde você vai? –Perguntei com curiosidade, enquanto ele levantava.

-Eu e a Tootie vamos resolver umas coisas aí. Nada demais. Enfim..te vejo outra hora. –Ele fez um sinal para a tal Tootie e eles foram pulando entre os prédio, enquanto eu os observava de longe.


Notas Finais


Agora se preparem...vai começar o arco da U.A.

E o que isso significa? VAI COMEÇAR OS HENTAI KAOGJARGOARJUOHAGU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...