História Eu Winchester ? - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Adam Milligan, Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Lúcifer, Mary Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Dean Winchester, Sam Winchester, Supernatural
Visualizações 12
Palavras 559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Uma vida normal


Meu nome é Grace Evans, tenho 15 anos, moro com meus pais em Lawrence,  Kansas. Nos mudamos há duas semanas; nós viviamos em Detroit, Michigan, tivemos que nos mudar porque meu pai, Charles, arranjou um emprego que paga muito bem, ele trabalha como engenheiro; minha mãe Tess não aderiu muito essa idéia, mas enfim, ela já conseguiu um trabalho na área de medicina, e diz estar feliz, mas vejo que ela fica meio atordoada quando está em casa... as vezes tento conversar com ela, mas rapidamente muda de assunto...

Meus pais conseguiram me matricular em uma escola aqui perto, estou estudando na Lawrence High School, minhas aulas começaram nessa semana, estou no primeiro ano do ensino médio.  Ainda não fiz amizade com ninguém, sou meio tímida, então sempre espero alguém vir falar comigo. 

Hoje é sábado, acabei de fazer um trabalho de física, saio do meu quarto (que fica no fim do corredor do segundo andar da casa), desço as escadas e vou para a cozinha e vejo que minha mãe está preparando o jantar.

Tess - Oi filha.

Grace - Oi mãe,  o que tem pra jantar ?

Tess - Bolo de carne, com purê de batata e ervilhas.  Ah, Grace fala pro seu pai que o jantar está pronto.

Grace - Onde ele está? 

Tess -  No escritório. 

Me retiro da cozinha e vou para o escritório do meu pai; antes de bater na porta eu ouço ele conversando no telefone, deve ser do trabalho, e pelo tom da voz deve estar nervoso... bato na porta e logo ouço:

Charles - Entra.

Eu entro e vejo meu pai desligando o telefone e o colocando no gancho.

Grace - Pai, minha mãe disse que o jantar está pronto.

Charles - Está bem minha filha, eu já vou.

Saio do escritório e vou para a cozinha de novo, pego um prato e vou me servindo, me sento há mesa com minha mãe que já está jantando. Meu pai chega e se serve também. 

Tess - Quem era no telefone ?

Charles -  Era do trabalho.

Tess - Quer falar sobre isso ?

Meu pai olha para minha mãe e diz:

Charles - Acho que não.

*

Depois que terminamos de jantar pego os pratos e os lavo junto com o resto da louça. Quando termino vou em direção à escada e vejo meus pais dormindo abraçados, subo para o meu quarto e fecho a porta; pego meu celular e fone que estavam na minha escrivaninha e me deito na cama, coloco uma música para me isolar um pouco.

De repente tudo ficou escuro, escuto um grito de uma voz feminina, em um piscar de olhos estou em meu quarto, mas ele está diferente, olho para o teto e vejo que uma mulher loira está presa... ela não consegue se soltar... tem um corte em sua barriga, e vejo que o sangue está pingando bem na minha cama, os olhos dela estão voltados para mim... em segundos ela começa a pegar fogo, então as chamas começam a se alastrar pelo quarto. Tento gritar por socorro mas algo me impede... o que está acontecendo ?

Acordo gelada e tremendo,  foi tudo um pesadelo (eu espero) olho para o celular e vejo que são onze e vinte e sete da noite; tento dormir novamente mas espero que dessa vez seja sem pesadelos.


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado. Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...