História Euforia do acaso (jikook) - Capítulo 2


Escrita por: e Psicopata666

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 12
Palavras 1.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 📑

Capítulo 2 - 02


Fanfic / Fanfiction Euforia do acaso (jikook) - Capítulo 2 - 02

JEON JUNGKOOK

A música alta ecoava pela minha cabeça, o cheiro do álcool já estava em minhas roupas, pessoas pulando á batida da música que cada vez ficava mais alta, em minha mão direita segurava um daqueles copos vermelhos que continha uma bebida azul que eu não sei o nome, licor? talvez, não me pergunte eu estou muito bêbado para responder essa pergunta agora, e minha mão esquerda estava para o alto enquanto pulava junto as pessoas ao meu redor ..

- vamos embora Jeon, você está muito bêbado

fala alguém que não me recordo, não conseguia ver seu rosto, tudo estava borrado e em minha mente estava imagens de coisas estranhas, eu estou drogado? mas quem me drogou?... creio que a pessoa ao meu lado seja Taehyung meu melhor amigo....

OUTRO DIA

Acordo assustado, mas como vim para aqui? eu estava em uma festa.. merda não me lembro ao certo o que aconteceu, levanto me sentando em minha cama, aí vem uma forte pontada em minha cabeça

-merda

a pior fase depois de uma festa, a ressaca, pego meu celular e vejo que já era 7:16 da manhã... estou atrasado para a faculdade, levanto correndo e vou em direção ao banheiro, quando vou entrar bato meu dedinho no portal da porta

- merda, merda, merda

digo várias vezes assim entrando no banheiro mancando, tiro minha roupa ligeiramente, aí entro em baixo do chuveiro já ligado... água gelada? hoje não e meu dia, acabo tomando banho na água fria mesmo e assim que saio coloco uma calça jeans preta, junto a uma camiseta preta e uma jaqueta de couro preta também, apenas bagunçou meus cabelos com a mão, pegando uma máscara preta para pôr em meu rosto, arrumo minha mochila, pego as chaves da minha moto e desço para a cozinha ao chegar lá pego um remédio para dor logo o tomando junto a um copo d'água, vou a garagem logo pegando minha moto e indo para a universidade....

o vento batia em meu rosto fazendo eu relaxar um pouco, logo chego em frente para a universidade, desço da moto passo pelo porteiro reto, sem me importar em lhe dar um bom dia... em caminho a minha sala sinto algo se fechar com minhas costas logo parando de andar e virando para trás, logo vendo o bolsista e nerd, Park Jimin, fico lhe olhando com um olhar mortal

- deveria olhar para onde anda, não e mesmo baixinho?

pergunto já irritado, para melhor com dor de cabeça...

o menino que bateu em minhas costas era baixinho, cabelos loiros e roupas simples... mas eu nunca imaginei que eu iria me apaixonar por esse menino, ou até mesmo contar as horas só para poder velo...

- não irá responder?

PARK JIMIN

Como me descrever? Um garoto pobre... Sem família e com um único amigo... Prazer Park Jimin, 19 anos, eu faço faculdade de Fotógrafia... Quero ser um fotógrafo... Ter no mínimo uma renda boa.

Moro num bairro simples, em uma casa de um quarto... Que bom atende minhas poucas necessidades, sou bolsista de uma Universidade renomada e cara, não tenho nem um parente... Apenas meu pai que não vejo a 17 anos... Isso não vem ao caso eu me sustento trabalhando num supermercado que me paga bem a minha única companhia e minha gata Tyna que se torna meu motivo pra muita coisa, talvez um garoto de 19 anos virgem e que nunca beijo... Ou se quer se tocou é estranho, mas minha realidade... Além de ter um diário que escrevo tudo... Mas bom ninguém sabe disso...me peguei pensando nisso em alguns momentos

Fiquei até 21:00 trabalhando noite passada, estou cansado mas tenho alguns trabalhos para entregar, chego em casa e tomo um banho, botando meu pijama que se consiste em um calção box e uma camisa, faço os trabalhos enquanto como meu miojo que é a única coisa que tenho. 23:00 eu fui dormir me arrependendo de não ter escrito nada no meu diário...

Já é 06:00 e o despertador toca, me levanto e tomo outro banho rápido, saio e boto uma jeans clara e um tipo de moletom preto com alguns desenhos e meu tênis, arrumo meus fios loiros e pego minha mochila, boto ração e água para Tyna e sigo a parada de ônibus, já deviam ser 06:43 e o ônibus estava parado, eu iria me atrasar numa segunda feira... Acabo descendo dele e sigo apé a escola não estava muito perto, mas segui rapidamente até ela, logo chego mas vendo que todo meu esforço foi em vão... Me atrasei

Acabo por entrar praticamente correndo ja me preparando para oque o professor dirá, ando de cabeça baixa... Até sentir algo fazendo eu parar e olhar diretamente a Jeon Jungkook eu senti meu rosto arder de vergonha e minhas mãos apertarem a alça da mochila, não falei nada... Vamos Park!

-M-me desculpe

Disse num gaguejo, ele direciona palavras a mim que de alguma forma meu sangue ferveu

-Não me chame de baixinho, eu não te dei essa liberdade... Garoto - me pergunto da onde essa coragem repentina veio, meu tom era alto e algo autoritário-

-Com licença... Estou atrasado

Eu nunca imaginária amar alguém dessa forma... Mas você Jeon... Fez eu sentir isso

JEON JUNGKOOK

prenso Jimin na parede do corredor deixando nossos corpos bem juntos coloco minha mão direita ao lado da sua cabeça o proibindo de sair, e minha mão esquerda em sua cintura a apertando, coloco minha cabeça na curvatura do seu pescoço logo sussurrando em seu ouvido

- você pensa que é quem pra falar assim comigo... toma cuidado baixinho... a próxima vez eu posso te punir -logo dou uma mordida na sua orelha deixando um beijo em seu pescoço.. solto ele e saio dali, sigo em direção a minha sala

- com licença

- atrasado senhor Jeon

- me desculpe, posso entrar?

- entre logo

logo entro e vou em direção a minha mesa, me sentando e começo a prestar atenção na aula ...

As horas passavam devagar e o sono tomava conta do meu corpo junto a dor da ressaca, meus olhos ardiam, meus músculos doloridos, encosto minha cabeça em minha mesa, para ver se consigo melhorar um pouco... mas logo pego no sono.

Sou despertado pelo som irritante do sinal para o intervalo, pego um pouco de dinheiro e saio da minha sala indo para o refeitório, logo comprando macarrão com salsicha, me sento. uma mesa e fico olhando em volta, até avistar o baixinho loirinho

PARK JIMIN

Segundos depois de minhas palavras maus pensadas, sinto neu corpo se chocar contra a parede eu levanto meu olhar a ele, por que tao próximos... Tento sair mas sou impedida pela mão dele ao lado da minha cabeça eu me balanço mas sua mão na minha cintura não ajudava... So sentia os apertões que ele dava, até ver o rosto dele se aproximar do meu ouvido e ele sussurrar algo que fez meu corpo se arrepiar, ele morde minha orelha e um beijo, eu realmente quase gemi...

Ele me deixa ali, seguindo a sua sala, eu suspiro e corro pra sala, eu bato na porta e o professor fala mil e uma coisas pra mim, me sento em meu lugar, ele pega aos trabalhos... O meu estava perfeito, a aula correu normalmente... Eu anotava tudo que podia, até o sinal bater e sairmos da sala

Torcia internamente para que o Hobi tivesse vindo... Mas ele não veio, eu estava com fome e ele sempre me comprava um cupcake azul que vende no refeitório eu suspiro e quando me viro para sair dali eu vejo o Jeon ali comendo, saio dali e sento num banco qualquer e fico encarando minhas mãos... Tao pequenas...

JEON JUNGKOOK

Fico olhando o baixinho olhar para suas mãos, pequenas e fofinhas, vejo que ele não saia dali e parecia meio triste

- ele não vai comer?-

acabo pensando, mas por que eu estou me importando com ele? ele e apenas um garoto qualquer... Vejo ele colocar a mão em sua barriga e dar um suspiro... a ele não tem dinheiro para comprar.. Me levanto e vou comprar um sanduíche junto a um cupcake eles eram muito fofinhos acabo pegando um que achasse que lhe agrada, pago tudo e vou em sua direção

- pra você

fico de pé segurando a sacola com as comidas em sua direção, ele fica me encarando com os olhos arregalados e a boca aberta

- não vai pegar?

- o-oque ?

- e falta de educação recusar algo que as pessoas lhe dão

- a-a obrigado

depois de lhe entregar volto para a minha sala, já que não tinha nada a fazer mesmo... a aula ocorre normalmente , e pra melhorar temos que fazer um desenho como trabalho em computador para entregar..

Já tinha chegado em casa e trocado de roupa, eu iria ir para meu apartamento para fazer meu trabalho quando desço para pegar minha moto vejo meu pai entrar em casa... mais uma vez bêbado...

- você vai aonde muleque?

ele me pergunta com raiva nós olhos

- vou pro meu apartamento

- tinha que ser um inútil mesmo igual a mãe, por que não se mata igual a ela?

já começava a cair lágrimas em meu rosto então passo reto por ele, pego minha moto e vou, enquanto estava na estrada as lágrimas não paravam de cair...

mãe eu sinto sua falta


Notas Finais


Até mais...💜
Beijos da Mah!💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...